O perigoso momento em que Dilma acertou na veia ao insuflar seus militantes e as razões pelas quais os republicanos deveriam se preocupar

42
91

Mais do que pelos ataques à Cunha, esta semana deve ficar marcada por uma mudança de tom da presidente Dilma Rousseff. Politicamente, é um acerto dos mais espetaculares. Ao utilizar um discurso potente, ela insuflou seus militantes. A transição abaixo, vista no site no Planalto, dá uma ideia do tom:

Estamos vivendo um momento de dificuldades políticas, vou chamar de crise política séria. Neste exato momento, setores da oposição tentam uma variante de golpe, um golpe disfarçado. Um golpe que tem tudo de golpe: cara de golpe, pé de golpe, mão de golpe, mas que tenta passar como sendo uma manifestação oposicionista. Na verdade, o que eles querem? Querem um atalho, querem um atalho para o poder. Querem um atalho para chegar mais rápido em 2018. Nós não vamos permitir que eles golpeiem o mandato que nós conquistamos nas urnas, os 54 milhões de votos.

Eles usam argumentos dos mais artificiais. Eles jogam no chamado quanto pior melhor. O jogo do quanto pior melhor é assim: quanto melhor para eles, quanto pior para o povo brasileiro. Sempre jogaram esse jogo assim, a regra do jogo é uma regra viciada. Primeiro os interesses deles, depois muito depois os interesses do Brasil e do povo brasileiro.

Eu quero dizer para vocês que esse golpe não é contra mim, é contra o projeto que eu represento. Eu disse isso ontem, lá na CUT e vou repetir aqui: é contra o projeto que fez do Brasil, uma coisa que vocês ajudaram, e que eu disse no início, fez o Brasil sair do mapa da fome e superar a pobreza extrema. É contra o Brasil que complementa a renda daqueles que mais precisam. É contra um projeto de desenvolvimento que deu prioridade àquelas populações que antes não tinham voz nem vez. Um projeto que criou uma das classes médias maiores do mundo, um projeto que colocou as pessoas de pé, com autoestima.

É um discurso golpista, contra as conquistas históricas dos trabalhadores ao longo de toda a vida deste País. Não se iludam, é contra a reforma agrária, sim. É contra as políticas de sustentação da agricultura familiar, porque acham que nós gastamos muito com subsídios. Aliás, as questões das chamadas “pedaladas” nada mais são do que uma crítica às formas pelas quais nós pagamos tanto o Minha Casa Minha Vida como o Bolsa Família.

Quero dizer que também é uma tentativa de golpe, também, contra algo fundamental, contra a soberania nacional, contra o modelo de partilha do pré-sal, contra a política de conteúdo nacional. É contra, também, o mais longo período, o mais extenso período de distribuição de renda, de inclusão social e de redução das desigualdades que este País, desde o seu descobrimento, desenvolveu.”

(…)

“É legítimo que façam a nós as mais duras criticas. Podem fazer, isso é legítimo, faz parte da democracia. Mas é golpe e irresponsabilidade querer interromper o curso democrático natural do País. Nós estamos hoje trabalhando com toda energia para enfrentar a crise. E quero dizer para vocês que o Brasil é forte suficiente para sair dela o mais rápido possível. O Brasil não vai retroceder. Com o empenho e a mobilização de cada um de vocês nós vamos dar uma volta por cima na crise. E vamos dar também um basta no golpismo. Eu tenho certeza que a minha força vem de vocês. Vem da luta por um Brasil mais justo, mais igual. Uma luta por um Brasil realmente democrático.

Eu quero dizer para vocês que eu me defendo com muita serenidade. Até porque não cometi nenhum desvio de conduta. Jamais utilizei em meu proveito a atividade que eu exerci dignamente como presidente da República. Eu tenho certeza, e eu tenho certeza que eles tentaram, eles buscaram encontrar alguma coisa contra mim, mas nunca vão encontrar, porque jamais cometi um malfeito na minha vida política e pessoal. Eu desconheço, entre os que se movem contra meu mandato, quem tenha a força moral, reputação ilibada e biografa limpa suficiente para atacar minha honra, desconheço.

Finalmente eu queria dar aqui uma palavra final. Eu conto com cada um de vocês para que possamos avançar no nosso projeto de um Brasil democrático, com oportunidades para todos os brasileiros e as brasileiras”.

Se utilizarmos o Word para fazer a contagem de vezes em que a expressão golpe apareceu, vemos que ela ultrapassa uma dezena. No jogo de rotulagem em geral, o desempenho foi impecável. Outro momento onde ela usou as armas certas foi no apontamento de seus oponentes não como “pessoas enganadas”, mas como pessoas que intencionalmente querem o pior para seu público. Daí, indo para o ataque em ritmo invejável, aproveitou para anexar-se ao coração da plateia.

Neste domingo, o petista Ricardo Kotscho demonstrou preocupação com as críticas de Rui Falcão a Joaquim Levy. O presidente do PT disse: “Levy deve sair se não quiser mudar a política econômica”.

Para ele, isso seria um “autogolpe”. Conclui ele: “Isto certamente não ajuda a presidente Dilma Rousseff a superar as imensas dificuldades que vem enfrentando para vencer a crise político-econômica do seu segundo mandato. Ao contrário, as declarações de Falcão se destinam a aprofundá-la ainda mais”.

A análise de Kotscho é simplória. A crise econômica não é o maior problema no momento para o PT, mas se manter no poder. A rejeição pública de Levy não é nada além de outra ação na direção de aumentar as chances de Dilma abraçar seus grupos militantes, que andavam desanimados. Junto a declarações cada vez mais incisiva exigidas de Dilma pelos próprios formadores de opinião da extrema esquerda, isto deve servir como combustível para animar suas tropas a lutar pelo seu mandato.

O duelo do PT agora não é pela melhoria econômica, mas pelo controle da narrativa. Será assim nos próximos meses. Resta saber como oposições, de vários tipos, reagirão.

Anúncios

42 COMMENTS

  1. Que continue a falar essas merdas, assim como fez com o TCU, outrora subserviente.
    Fazendo isso só está tirando a pele de cordeiro. O resultado é obvio: todos os republicanos irão abandona-la. O senado que hoje é subserviente, rapidamente se voltará contra ela se sentir que possui sua altoridade questionada (a câmara precisou de muito menos).

    Torcemos para que ela continue a chamar o que está escrito na constituição federal de golpe, e falar bobagens em todo lugar que passa. Assim a mascara cai mais rapidamente.

  2. É um “resumão” do discurso da BLOSTA nos últimos meses. É mais ou menos como se fosse um “intensivão” de cursinho pré-vestibular para a militância. Sem falar que é o PT acusando os outros do que eles AMAM fazer: golpe.

  3. O FALACIA COMUNISTA SEMPRE E´ A MESMA, DESDE O DITADOR LENIN ATE HOJE USAM A MENTIRA, A FRAUDE E A CORRUPÇAO PARA CONSEGUIR QUE SEUS ASSECLAS SE JUNTEM AS SUAS FILEIRAS ASSASSINAS. MATARAM AQUELES QUE DISCORDAM DE SEU TOTALITARISMO, FUZILARAM, DILMA MENTINDO FEZ UM DISCURSO HIPOCRITA, POIS ESSES COMUNAS SABEM QUE USURPARAM O PODER COM FRAUDES E ROUBOS NAS URNAS DA SMARMATIC DE FIDEL CASTRO. ROUBAM A DIGNIDADE E SOMENTE SEUS SEGUIDORES QUE GANHAM MUITO COM ESSA IDEOLOGIA COMUNISTA ASSASSINA, AINDA DEFENDEM ESSES BANDIDOS GUERRILHEIROS A QUALQUER PREÇO PARA CONTINUAREM NO PODER. MAS ESSES ASSASSINOS QUE AMEAÇAM COM ” UM PAREDAO, UM FUZILAMENTO E UMA COVA”(MAURO ISAS – LEIA-SE ISIS), SEMPRE SERAO MINORIA EM UM PAIS DE MAIORIA QUE SE PROFERE CRISTA. DEUS SALVE OS BRASILEIROS DESSES DITADORES COMUNISTAS E DESSA TERRORISTA QUE USURPA A PRESIDENCIA DO BRASIL.

  4. Permita-me pela primeira vez discordar de você, Luciano… Mas pela experiência, acho que militante se insufla com quase qualquer coisa, não? E Dilma tem um excelente professor neste sentido, acho que ela não fez mais que a obrigação dela, ainda que tenha um intelecto pra lá de limitado.

    Fora o mesmo discurso vazio de golpe que não oferece nada de novo ou de ameaçador… Se ainda fosse um Eurico Miranda, que, apesar de ser a pessoa repulsiva que é, que usa termos como “guerra sem quartel” e derivados, com ameaças mais enigmáticas, acho que seria mais producente pro lado dela.

    Concordo que a supremacia de comunicação é a prioridade pro PT no momento, mas com o MBL e sua máquina de frames eles não tem mais descanso.

    O que, convenhamos, tem sido bem mais eficiente do que a “não-luta política” do Olavo de Carvalho…

    • Concordo Antônio, embora não descarte as contribuições do Olavo como “think tanker”.

      Muita gente conheceu a direita, lendo o Olavo. Não acho ele o melhor expoente da direita, mas ainda assim, tem seu mérito “no que se refere” (sic) à agremiação de pessoas.

      ===

      Sobre o discurso da Dilma, ela jogou para a plateia. Não esperaria menos dela em um discurso feito para um “Movimento de pequenos Agricultores” (leia-se um braço do MST) feito em São Bernardo do Campo (leia-se berço do PTismo).

      Mas concordo com o Luciano em um ponto: O PT está tentando narrar a história. Para usar um termo do RPG, “ser o mestre do jogo”.

      O perigo não está tanto no discurso me si, mas sim no que ele representa.

      • Sim, as coisas são exatamente do jeito que você falou. E o Olavo estava indo muito bem… Até o MBL apoiar o pedido do Bicudo.

        Aí acho que ele se perdeu um pouco, é meio difícil de acreditar que uma derrubada de uma presidente por crimes cometidos em sua administração por um sistema que controla quase tudo não vai ser o detonador de coisas maiores.

        E quanto aos discursos da Dilma, estão cada vez mais repetitivos, mas tem um bônus que ajuda o nosso lado: Ela sempre, sempre tem que criar uma dificuldade extra pra ela própria. Dessa vez foi o que falou contra o Cunha na Europa. Consta que agora ele vai mesmo aceitar o pedido do Bicudo e enterrar todo o jogo que o STF fez…

        Mas se tivessemos um premio de “frame do ano,” seria o Pixuleco sem dúvida nenhuma. Passa uma mensagem muito poderosa, definitiva.

    • Estão enganados ao pensar que discursos não esquentam militantes. Ela fala centenas de mentiras, se faz de vítima, diz que querem dar um golpe no “plano do bem” dos petistas, militonto acredita, algumas das centenas de frases dela tocam um grupo de militante outras frases tocam outro grupo(tipo um ‘mágico-adivinho’, diz 15 coisas sobre você, acerta 4 em cheio, 10 mais ou menos e você cai). Só de ver na web como estão militantes, algumas páginas antes meio dormente estão a todo gás, pequenos e médios sites da blosta também, parlamentares, governadores, prefeitos petistas em momentos assim investem desesperadamente o dinheiro de impostos nessas mídias pequenas/médias(em sindicatos, militantes, funcionários), eles não temem a punição depois, apostam tudo na permanência dela.
      Não subestimem, é melhor a gente ir para cima e insistir para quem está ao lado para ir junto.

  5. E, mas o povão bundão gosta do PT e de apanhar no traseiro pelo Mensalão, Petrolão, Lava Jato, Pixuleco, Pedaladas e ect. etá povinho cagão!

  6. Luciano, se o impeachment chegar a ser impossível, será então o momento de entrar no estágio de desobediência civil, ou isso já devia estar acontecendo agora? Como você sabe o momento certo?

    • Não falo por Luciano, mas tenho dúvidas sobre a questão, então:
      Quem prega a desobediência civil já poderia ter começado, por que não o fez? Ou fez pouco, e não vi? Será que é como o pedido de intervenção militar, onde outros são os que arriscam a pele?
      Já listaram quais são as desobediências aceitáveis? Se sim, quais?

      Existem coisas tão complexas, que eu não entendo como alguns defendem, como viram uma onda na boca de pessoas, como pessoas aguardam por tal coisa, como acreditam que alguém irá transformar tais palavras em ato

    • faz mais, e fala menos.
      Quem praga isso, pq já não começou?

      Se todos os fãns do Olavo já tivessem começado, talvés haveria algum resultado.

      Eu não concordo com os métodos dele. Mas não sou o dono da razão. Vá em frente, e começe!!

  7. REFRESCANDO A MEMÓRIA

    O decreto nº 8.243, assinado pela presidente Dilma Rousseff no último dia 23 de maio de 2014, é um decreto ditatorial e que está bem na linha de um governo bolivariano. É o que disse ontem ao Diário do Comércio o jurista Ives Gandra Martins.

    “Quando eles falam de participação da sociedade, todos nós sabemos que essas comissões serão de grupos articulados, como os movimentos dos Sem Terra e dos Sem Teto que têm mentalidade favorável à Cuba, à Venezuela”. Para Gandra, o decreto tenta “alijar o Congresso”. “Ele vem alijar o Congresso, e o Congresso faz bem em contestar”.

    http://folhapolitica.jusbrasil.com.br/noticias/122346891/jurista-ives-gandra-alerta-decreto-8-243-de-dilma-e-ditatorial

    O MAIOR DEFEITO DO PT NÃO É A DESONESTIDADE OU A INCOMPETÊNCIA ADMINISTRATIVA! É A VOCAÇÃO PARA O AUTORITARISMO!

    • Pra falar a verdade, se o MST realmente ocupar tudo e tals, ameaçando a segurança pública, ai sim que o impeachmant ganha força, na minha opinião.
      A militância pacifica do pt já era… só sobrou a violenta. E colocar elas nas ruas, seria suicídio politico, na minha opinião…. veja só no que deu a tentativa de golpe no tcu: o podia não ser, virou unanimidade.

  8. É um discurso para um sanatório feito de conteudo vazio, com palavras de ordem para amestrados, veja a cara dos ouvintes, nem eles acreditam na Gilma.Fora dilma, fora pt.

  9. PSTU prega golpe para derrubar Dilma: http://www.pco.org.br/nacional/pstu-propoe-na-tv-a-derrubada-do-governo-dilma/sipy,e.html

    Prega não só a deposição de Dilma, mas de toda a classe política.

    Não pela só pela corrupção, mas porque o governo da búlgara seria “neoliberal” demais.

    O PCO, querendo provar ser mais socialista que os PSTU, o acusa de conservadorismo, ou de se associar às elites direitistas, “neoliberais”, que querem derrubar Dilma.

    Estaria o PCO dentro e o PSTU fora do Foro de São Paulo? Ou simplesmente é um partido de esquerda que acredita na Constituição?, Ou ainda que recebe verbas do PT?

    A parte da direita que advoga intervenção civil ou militar está compartilhando a mesma estratégia do PSTU.

    Isso só a empurrará para o ostracismo, onde vivem estes nanicos da extrema-esquerda.

    Uma Praça Maidan no Brasil. O povo brasileiro, seja o povo de verdade das passeatas deste ano, seja o povo postiço do PSTU e black blocks não pode expulsar a búlgara do Palácio do Planalto sem enfrentar as forças da lei que o guarnecem.

    Qualquer proposta de derrubada que não seja via impeachment implica em Guerra Civil, dado que o Exército não vai apoiar intervenções. Se chamado fosse para pegar em armas, o faria pela “legitimidade” do Governo Dilma. De qualquer forma, é uma proposta utópica: não há pessoas no Brasil suficientemente dispostas a isso.

    Todas as viradas de ordem constitucional no Brasil na História vieram de forma relativamente pacífica, por iniciativa de uma elite que depôs outra (1822, 1889, 1930, 1945, 1964, 1985). Não há razões para crer que agora será diferente.

    • PSTU está para a esquerda assim como os intervencionistas estão para a direita.
      São um bando de bobos alegres que acham que vão revolucionar tudo, mas não possuem meios de ação.

      O Psol possui relações com o foro. Mas não acredito que o PSTU e o PCO tenham. São partidos quase que fora do jogo politico.

      O PCO é um partido comunsita de fato. E sinceramente um dos partidos de esquerda que mais tem meu respeito. Por mais que eles tenham idéias malucas, via de regra eles são sinceros, não ficam mentindo e se contradizendo.

      O PSTU é só um PSOL mais revoltatinho e burro em termos estratégicos.

    • Haha, parece o Ibis brigando com o Calouros do Ar (Os mais antigos vão pegar a referência)…

      Não sei com o que fico mais espantado:

      – Com o PCO sendo a favor de alguma coisa;
      – Um partido radical de esquerda querendo colocar pra fora outro;
      – O PCO chamando o PSTU de “coxinhas de esquerda” (e colocando no balaio o PSOL), sendo que o PSTU tem dois anos a mais de existência e já participou de chapas presidenciais com o próprio PT e outros expoentes de esquerda muito antes do PCO disputar eleições…

      Pra quem dizia que só a direita briga entre si, taí um prato cheio…

  10. Não vejo nada de novo e muito menos original no discurso da Dilmaligna… E é favorável à direita toda essa arrogância e ofensa desafiadora à honestidade do brasileiro médio. É só usar esse discurso como bumerangue, revertendo a desafio…

  11. “É contra, também, o mais longo período, o mais extenso período de distribuição de renda, de inclusão social e de redução das desigualdades que este País, desde o seu descobrimento, desenvolveu.”
    .
    Não, TERRORISTA, eu sou contra a MENTIRA. Essa é apenas uma das muitas que estão em seu discurso que, aliás, só lendo mesmo, porque se tiver que usar o espacejador de orelha, começa a ensacar vento! Pede pra sair, TERRORISTA FDP!
    .
    Em um país digno deste nome você puxava DÉCADAS de cadeia pelos seus CRIMES!

  12. Esse deveria ser o discurso do Aécio que , a continuar como
    oposicinha , não motivara os possíveis militantes anti-pt.
    Falta no mínimo panelaço diariamente.
    Mexam-se!

  13. Proponho este discurso para qualquer um da oposição:

    Recentemente a atual mandatária, em sua desesperada tentativa de simplesmente se manter no poder (como se, por acaso este lhe fosse um direito divino), alucinadamente proferiu um discurso mentiroso e indigno do cargo que ocupa. Aqui vamos portanto, desmistificar mais este disparate desta “Estocadora de Ventos”:

    1) As “Dificuldades Políticas Sra. Dilma Roussef, a que a senhora se refere, se existem foram causadas por Você mesma, começando já antes de eleita (eleita em pelito apurado secretamente o que, por si só já é ILEGAL), quando, em plena CAMPANHA ELEITORAL, NEGOU PÚBLICA E REPETIDAMENTE que AUMENTARIA OS IMPOSTOS E SUBIRIA OS JUROS BANCÁRIOS, o que terminou por fazer APENAS UMA SEMANA DEPOIS DE ELEITA, pracaticando com isto ESTELIONATO ELEITORAL. Mais recentemente, durante a apuração pelo TCU das Contas do Governo no ano passado pelo TCU, novamente a Senhora e seus subalterno ocuparan-se em NEGAR que houveram as já famosas PEDALADAS FISCAIS e, logo após estas mesmas contas terem sido REJEITADAS PELO TCU, com a mesma cara de pau que sempre a caracterizou no exercício do poder público a senhora ADMITIU QUE AS TINHA MESMO COMETIDO, porém com a justificativa de que “foram necessárias para cumprir as obrigações do “Bolsa Família e do “Minha casa minha vida”.

    2) Sra. PRESIDENTA, a nação inteira está cansada dessas suas tentativas torpes de praticar TERRORISMO EMOCIONAL! Ninguém do povo (que, segundo as pesquisas é majoritáriamente contrária ao seu governo), nem a oposição está pretendendo um “golpe” ou um “atalho para novas eleições”! Queremos apenas remover LEGALMENTE (pois o IMPEACHMENT é CONSTITUCIONAL E, PORTANTO, LEGAL) uma PRESIDENTA que tem se mostrado repedidamente INCOMPENTENTE E MORALMENTE INDIGNA DE SER REPRESENTANTE DO POVO DESTE PAÍS, apenas isso!

    3) AINDA, SENHORA PRESIDENTA, não existe nada de “ARTIFICIAL” ou de “SUJO” ao se utilizar de um instrumento LEGAL, PREVISTO NA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, para se remover do seu mandato aquele que se REVELE INCAPAZ OU INDIGNO de exercer o mandato que lhe foi confiado e, aqui vai um conselho: LEIA, SENHORA PRESIDENTA, A CONSTIUIÇÃO, PRINCIPALMENTE AS PARTES QUE LHE DESAGRADAM! Talvez ao fazê-lo passe a saber melhor o significado de DEMOCRACIA, palavra tão do seu agrado, embora não dos atos que tem praticado no exercício do poder.

    A senhora nos acusa (a todos os que lhe são oposição), de sermos cotra o desenvolvimento e as conquistas sociais mas através dos seus atos administrativos e de política econômica o seu Governo (como bem demonstrou o TCU), está levando o País a bancarrota! Já são mais de 100 Bilhões em “PEDALADAS” E 2,3 TRILHÕES em prejuízos economicos de toda espécie que estão compromentendo até FUNDOS DE PENSÃO DO FUNCIONALISMO PÚBLICO, senhora PRESIDENTA! Funcionalismo que muitas vezes representam segmentos e categorias que muito a apoiaram inclusive. A curtíssimo prazo, com a continuação se sua política, o próprio pagamento dos salários do funcionalismo federal poderá vir a ser compromotido ( o que já ocorre por exemplo, com os funcionários públicos do Estado do Rio Grande do Sul, que é da sua base aliada). E a senhora tem a cara de pau de falar em “combate a pobreza”?? Só se a senhora pretende fazer isso matando os pobres de fome, tenha dó!

    Por último e, não menos importante: Somos nós, a oposição que “tramamamos contra a Soberania Nacional”, mas foi a Senhora quem usou o dinheiro do povo brasileiro para secretamente financiar obras de infra-estrutura em ditaduras suas amigas, como por exemplo em Cuba! O povo brasileiro, veja bem senhora PRESIDENTA, não é burro! E, não será discursos desconexos e vazios como os seus nem ameaças veladas ou diretas de seus simpatizantes, inclusive ameçando “Fuzilar em um paredão” os opositores que irão mantê-la em um cargo, se a vontade do povo disser o contrário.

  14. VAMOS OCUPAR BRASÍLIA!

    O Movimento Brasil Livre, com o apoio do Vem Pra Rua e do Revoltados ON LINE, iniciará um acampamento em Brasília.

    Estaremos na linha de frente da batalha pelo impeachment. Estaremos atentos a todas as movimentações do STF e não deixaremos que o tribunal tente outro golpe contra a população. Faremos protestos-relâmpago de acordo com todos os acontecimentos, vigiando as manobras petistas e pressionando o Congresso.

    O acampamento começará já nessa segunda-feira, dia 19 de Outubro, e não tem data para acabar. Coloque sua barraca em frente ao Congresso Nacional e esteja conosco em mais essa trincheira.

    Precisamos da participação de todos vocês para que as fileiras do front de batalha pelo impeachment estejam fortes e para que finalmente vençamos essa guerra.

    https://www.youtube.com/watch?v=kUPBBVaH-FE&feature=youtu.be

    Finalmente, eles entenderam. A votação do impeachment vai acontecer no Congresso Nacional. Temos que ocupar Brasília. Divulgue nas redes sociais o vídeo com a convocação do MBL, Vem Pra Rua e do Revoltados ON LINE.

    PARTICIPE! NÃO É EXAGERO DIZER QUE O FUTURO DE NOSSA DEMOCRACIA ESTÁ EM JOGO!

  15. O governo, ou desgoverno, de Dilma pode estar fragilizado, mas a quadrilha bolivariana não. E nós que queremos preservar nossos direitos e liberdades civis temos mesmo que aprender as táticas da guerra política começando por evitar qualquer postura que leve qualquer compatriota a se desanimar na luta contra a besta vermelha.

  16. Vejam o que este esquerdista postou ,em um jornal de Teresina chamado Diário do Povo, com data de 19/10/2015.Segue a matéria.
    “DIREITA NO CIO”
    “A direita brasileira é incorrigível golpista.E diga-se logo que em nossa cultura política às vezes parece generalizada essa propensão.
    No cio, a direita excita-se,exibe-se ao extremo.Como o ódio é o seu paradigma e o combustível de sua doutrina,dana-se a ferir de morte, por exemplo,os arranjos libertários que a coletividade engendra em sua peleja insistente.
    Derrotada quatro vezes,nas eleições presidenciais de 1945,1950,1955,e,em termos,1960, a direita real impacientou-se com tanto insucesso eleitoral e mobilizou o golpe de 64,implantando uma ditadura,regime de exceção que perdurou até a reconstitucionalização de 1988.
    Na atual conjuntura estamos a verificar algo parecido:derrotada eleitoralmente em quatro pleitos presidenciais seguidos (2002,2006,2010,2014),a direita ,ciosa de sua “sina” histórica, entrou numa impaciência tal,que,desvestindo-se da roupagem democrática que insinuara, apenas superficial,agora parte para a tomada do poder pelo golpe. E é porque derrotada em pleitos presidenciais diretos e majoritários, mas vitoriosa,sempre, nas eleições proporcionais para os parlamentos em todos os níveis.
    No Congresso?Aqui é folgada sua maioria,com seguidores eleitos por dentro de praticamente todos os partidos.Tendo a direita essa maioria, resta facilitada sua condução golpista,pois o regime é presidencialista, que impõem seja a presidência conduzida à base de coalizões político-partidárias: na melhor hipótese,lembre-se,pois o que prevalece é o jogo moleque das trocas antirrepublicanas.
    Os Três Poderes,no que configuram as bases permanentes do Estado brasileiro, expressam uma estrutura e dinâmica de acento ridiculamente atrasado,refratárias a mudanças tendentes a processos participativos amplos,sobretudo os que impliquem a inclusão social dos herdeiros da hediondez da escravidão e de outras formas de pilhagem da riqueza social.A corrupção,tal qual medianamente se percebe,é tão somente a expressão escrachada dos exageros agressivos às virtudes da República.Mas é pior:há uma legalidade,cuja sanção é seletiva e,em regra,contra o País e os socialmente fragilizados.
    E a Constituiçâo de 88,”cidadã”?Seu texto incorpora ideias e propostas de democratização no exercício da vida social,particularmente na esfera da Política,porém,a sua efetividade,em geral,nesse plano,claudica,sôfrega.Por quê?Porque a direitização reiterada na prática social,qual uma cultura insuperável,”natural”,mantêm o Brasil sob o controle de colonizações que se reinventam e que impedem até hoje,a consumação de maiores avanços.
    Como que superada sua posição”lutuosa”pelo esgotamento da Ditadura de 1° de abril,a agressão que a direita brasileira vem praticando após a quarta eleição presidencial perdida,brandindo inclusive posições totalitárias nas raias do fascismo,deve nos ensinar que ela “perdeu a vergonha”de se mostrar como de fato é:golpista,entreguista,sem compromisso com um país independente,com um projeto de paz social.
    A entrada da direita no cio golpista intenso corresponde,sim,às seguidas derrotas eleitorais que vem sofrendo,mas também ela se sente derrotada no campo dos direitos sociais e humanos pelas políticas inclusivas dos eleitos nas ditas oito eleições.O projeto de sociedade dela não incorpora os setores populares,historicamente despojados da condição de acesso ao mínimo aceitável no plano de consumo.De comida,por exemplo.Coisa que a direita abomina,por princípio maturado na “casa grande”,é gente pobre “comendo”que não seja “em sua mão”,suja.Merece muito estudo o quanto aumentou seu ódio ante o cenário de milhões de miserabilizados agravando um galeto pefeado nas refeições diárias.
    A excitação golpista da direita também decorre dos limites estreitos e devacilos cometidos pelos que se elegem contra ela.Diga-se que a aglutinação de vitoriosos no metabolismo essencial do dito Estado burguês,neles inocula porres do doce veneno das bandalhas.Ora,a direita fica ainda mais devassa,viçando golpismo, quando sente que os eleitos contra ela caem no vício,no seu beijo de Cinderela.
    No cio,desnuda,debochada,a Direita imporá sua meta golpista?Agradeço ao jornalista Leandro Fortes a dica da metáfora.”
    O nome do figura que escreveu esta “preciosidade”é Fonseca Neto,professor da Ufpi.

  17. O Mauro Iasi dizendo que não existe diálogo com a direita, que é necessário reforçar ainda mais a luta de classes e que um conservador merece é um bom paredão de fuzilamento e o tonto do Luciano Ayan vem me dizer que é “desumano” caçar mandato político de esquerdistas? Ayan, se os esquerdistas querem calar a nossa boca, pq somos obrigados a abaixar a cabeça para esses imbecis? Se eles querem briga eles vão ter, e não venha você me dizer que é desumano. Tá parecendo humanista você.

Deixe uma resposta