Sun Tzu, o dia D e o que a direita deveria ter em mente ao divagar sobre impeachment?

11
67

O-RESGATE-DO-SOLDADO-RYAN01

Não é raro que um gerente de projetos dê risada ao lhe ser indicada a obra “A Arte da Guerra’, de Sun Tzu. Não deveria fazê-lo – aliás, depois de ler o livro, geralmente o sorrisinho no rosto se esvai. Quando Sun Tzu dizia que se as pessoas forem colocadas em uma situação de vida ou morte, lutarão para sobreviver, ele entendia como o ser humano reage em situações limite. A invasão da Praia de Omaha, no Dia D, não passou da implementação desta estratégia. Eles foram colocados em uma situação de vida ou morte. Um bom número de soldados treinados não seria suficiente se eles não encarassem a luta dessa forma. Era preciso disputar o campo de batalha como a luta mais importante de suas vidas.

Certa vez, eu cuidava de uma equipe de automatizadores que iria atuar em testes de segurança no período de 4 semanas em um projeto com cronograma apertado. Um gerente de relacionamento tinha a maldita mania de ir conversar com o time, pensando em “demandas futuras” ou até em “ajudinhas” (em alguma proposta comercial). No que falei: “Olha, você pode até contar com o pessoal, mas não agora. Esse pessoal não pode perder o foco. Se continuarem desviando a atenção, não vamos entregar o projeto. Mas depois do término do projeto, eu garanto a alocação do pessoal para o outro projeto que você tem em mente. Estamos combinados?”. Deu certo.

Em algumas situações, as pessoas precisam estar focadas em uma meta como se fosse a única coisa com a que deviam se preocupar. Criar estas condições é parte da arte da guerra. O ser humano não é tão racional quanto se costuma pensar. Na verdade, a maior parte das ações humanas é motivada subconscientemente.

Quando dizemos que os formadores de opinião deveriam entrar de cabeça no impeachment, e daí só ficar falando em “metas maiores” depois, não fazemos nada além do que compreender o que deve acontecer em projetos críticos. Infelizmente, uma tendência da direita tem surgido com a ideia de que “o impeachment deve ser adotado com moderação, mas temos mesmo é que derrubar o Foro”, seja lá o que essa luta contra o Foro signifique. Na verdade, não tem significado muita coisa, uma vez que falar “Fora Foro” não significa impedir os projetos totalitários da organização. Quando o STF aprovou o controle petista de campanha parecia até que os adeptos da luta contra o Foro estavam dormindo. Assim sendo, que diabos é essa tal de luta contra o Foro que não consegue sequer criar uma bateria de frames para desmascarar o projeto de controle petista de campanha?

Enquanto isso, essas pessoas, que podemos definir como negadoras da política, têm defendido a ideia de que os movimentos sociais adotaram como meta conseguir derrubar Dilma e, em seguida, abandonar qualquer ação política. Será que perguntaram para os movimentos sobre qual era a estratégia que tinha em mente? Não, apenas inventaram uma historinha para convencer a muitos de que “para existir a luta contra a meta maior, era preciso ignorar os que pediam impeachment, pois estes não queriam a meta maior”. Como resultado, hoje temos até pessoas da direita lutando contra impeachment. Se você duvida, veja este vídeo de Herivelton Moreira da Costa:

Os argumentos são os de sempre, e todos apontam para a desistência da luta política. Vou falar só de um exemplo: o argumento das “urnas fraudadas”, discurso que se esboroa quando mostramos que a lei eleitoral foi aprovada pelos parlamentares eleitos. Mas não há como explicar isso para essas pessoas. Elas não irão te ouvir. E te acusarão de “ser um iludido ao acreditar na solução política”. Como fruto, mais desânimo para a luta política. Pesquisa recente do Datafolha mostrou que 51% apoiam o impeachment, isto é, quase 10% a menos do que há dois meses atrás. Por que não estou surpreso?

Alguns deles dirão que seguem apoiando o impeachment “com moderação”, mas, como vimos em Sun Tzu, isto é gozação. No momento em que o PT se encastelou no poder para evitar o impeachment a qualquer custo, já deveríamos ter ciência de que também deveríamos mirar todos os nossos esforços nesta direção.

E o argumento das “metas maiores”? Certo. Vamos falar dele: onde é que, nas organizações, o foco absoluto de uma área inteira em uma meta implica o abandono de “metas maiores”, que provavelmente virão depois da próxima conquista? Não implica. Ao contrário: ficar pensando “nas metas maiores, e então no impeachment só com moderação” no momento em que existe uma luta tão crítica é atrapalhar a luta mais urgente para não conquistar nem a outra no futuro. Aliás, as lutas pelas “metas maiores” seriam facilitadas pela derrubada do PT, então não faz nenhum sentido tirar esforços da luta atual.

Vale repetir que o argumento dizendo “eu apoio o impeachment, mas com moderação” só pode convencer quem não tenha passado por nenhuma das três experiências: (1) ter lido Sun Tzu, (2) ter lido sobre a invasão da Praia de Omaha, (3) vivenciado como são entregues projetos críticos que requerem esforço máximo disponível. Ao menos um dos três itens atendidos é suficiente para que não se acredite na conversa de “estou te apoiando, ok, conte comigo, mas eu tenho outras metas também, e divido meu tempo” nesse momento.

Alguns podem até esperar que o impeachment não ocorra para dizer: “Está vendo? Eu tinha razão! Agora vamos para as minhas metas maiores”. Porém, se as forças forem realmente concentradas no impeachment, e se as pessoas envolvidas estiverem focadas nessa luta como a última de suas vidas (como são as lutas mais críticas de que participamos), o impeachment acontecerá. Com a diluição de esforços, em nome de divagações sobre “muitas outras metas que poderíamos adotar”, o impeachment dificilmente irá se materializar, principalmente pelo esforço dedicado pelo PT na manutenção do poder.

O futuro que quisermos dependerá de nossas escolhas.

Anúncios

11 COMMENTS

  1. Muito bom Luciano. De fato, sob o ponto de vista de HH e complexidade, é muito mais complicado acabar com o Foro de São Paulo ou proibir a existência de partidos comunistas na Brasil do que se focar a priori no impeachment manter essa meta até conquistá-la. Para o segundo caso tem até roteiro; já para o primeiro, pelo menos com garantia de resultados não há nada.

    Vamos começar a exigir a Lista de Atividades; afinal se não se consegue se planejar para fazer o que é mais simples é muito improvável que se consiga as tais metas maiores.

  2. PROTESTAR NA FRENTE DO MASP É VÁLIDO, MAS O IMPEACHMENT É VOTADO NO CONGRESSO!

    O jurista Hélio Bicudo, o ex-ministro da Justiça Miguel Reale Jr. e líderes de movimentos Fora, Dilma registraram um novo pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, ontem, em um cartório em São Paulo. A nova petição será apresentada NA TERÇA-FEIRA à Câmara dos Deputados para ser analisada pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

    http://www.oimparcial.com.br/_conteudo/2015/10/ultimas_noticias/politica/181844-camara-devera-receber-hoje-novo-pedido-de-impeachment-de-dilma.html

    VAMOS PROTESTAR NA FRENTE DO CONGRESSO NA TERÇA-FEIRA!

    • Certamente terão grupos com foco em Brasília. São Paulo é o local ideal para começar um movimento com o objetivo de não parar de sair às ruas até acontecer o impeachment. Assim como os protestos de Março, Abril e Agosto, tem que começar para aglutinar as pessoas, porque não temos esse costume de entender que mudanças não acontecem sem pressão. Muita gente acha que não faz falta elas não irem pras ruas e que outro alguém irá por elas. Vamos pra luta.

  3. Tudo isso é resultado da participação política nula da grande massa.Enquanto a esquerda vem fazendo esse trabalho com a militância que seja por pixilecos ou por idiotia à causa, a massa vai reclamar nos botecos, na praia, sempre achando que a política é suja, votando apenas para se livrar da obrigação e não querendo discutir política. Aí quando chega uma situação crítica continuam não sabendo o que fazer de forma concreta, mesmo lendo e estudando autores da direita e da esquerda. Vai doer muito ainda para que essa sociedade que se quer pensador conseguir equilíbrio entre objetivos e resultados.

  4. Luciano, sou teu respeitoso leitor. E gosto de teu penamento político, que uso para minhas reflexões.
    Agora, citar fonte absolutamente inidônea para levantar uma tese, desculpe, não vinga. Ela, a tese, já nasce morta. Refiro-me a pesquisa do DATAFOLHA. Todo mundo deste planeta conhece o DATAFOLHA.
    Um forte abraço

    • Marco Aurelio,

      Com tantos ataques ao Cunha, assim como a RETIRADA de esforços de parte da direita dessa iniciativa, assim como na atuação coordenada da midia repetindo “com Cunha, impeachment é imoral”, o resultado não é nada surpreendente.

      Abs,

      LH

  5. Os psicoPaTas usam a mesma estratégia a muito tempo: invocam terem boas intenções para justificar condutas desumanas e de resultados catastróficos previsíveis.
    Esses mutantes (literalmente!) desalmados, embora finjam emoções, são totalmente incapazes de: experiência emocional, conexão espiritual e juízo de valor. Nada fazem de produtivo pois não tem motivação, a qual é uma emoção! Agem em busca da sensação de poder, na qual são viciados.
    Os engodos psicoPaTas compõe o plano reptiliano de escravização humana. Os monstros dissimulados assassinam reputações e incitam a matar humanos avessos ao engodo da cartilha psicopata!
    Como a humanidade foi levada até essas trevas onde “normal” viver de forma desumana? *

    -> O Foro do Brasil, congregando os humanos contra o domínio do mal, organiza um super-hangout especial na noite de 28/10 esclarecendo tudo isso! <-

    Semeie a verdade. Fazendo, cada um de nós a sua pequena parte, libertaremos a humanidade salvando-nos dos criminosos mutantes. Combata a desinformação! Ou nós mudamos o mundo, ou os psicopatas desumanos escravizarão os humanos restantes!
    Assine e divulgue a petição online elaborada pelo Dr Ribas Paiva
    http://cidadaniaedefesa.com/acdb-requerimento-ffaa/

    * A cotidiana vida desumana no Brasil:

    Há 170 assassinatos diários; a cada oito minutos, um brasileiro é violentamente morto!
    Uma quantidade similar de vidas é desperdiçada no trânsito. Desde ciclistas e pedestres atropelados por falta de ciclovias ou passarelas adequadas, até acidentes devido ao sucatamento das vias, falhas da sinalização e, sobretudo ao estresse e à violência promovidos pelos psicoPaTas.

    E as centenas mortos, todo o dia, por enfermidades curáveis?

    Portanto, todo o dia no Brasil, ocorrem mil mortes estúpidas e evitáveis!

    Por que?

    Os assassinatos decorrem do aviltamento das segurança pública e justiça http://bit.ly/superficialidade

    A chacina no trânsito resulta de 3 fatores: (i) apologia do veículo particular + (ii) vias públicas sucatadas http://bit.ly/imobilidade + (iii) impunidade http://bit.ly/superficialidade

    Mortes por doenças evitáveis ou curáveis – centenas por dia – decorrem de três fatores:

    (i) "desinformação" acarretando a falta devcuidados fundamentais como http://bit.ly/acucarada + http://bit.ly/refrigernte

    (ii) políticas públicas danosas https://canaldescubra.wordpress.com/videos/eugenia/fluor/

    (iii) os recursos alocados à saúde pública são minguados e desviados em uma teia de corrupção.

    A correção dos dois primeiros fatores, orientando a população a adotar cuidados elementares para presentar a saúde, reduz em cem vezes as enfermidades.

    Essa tragédia do cotidiano brasileiro, mais de mil mortes evitáveis, é programada para idiotizar a população. A imprensa, controlada pela NOM, esconde a quantidade de mortes! Mostra apenas uma ou outra, camuflando o volume mediante a falsa impressão de só acontecerem aqueles pouquíssimos casos relatados.

    Vivemos um holocausto com a sistemática dizimação de quem combate a idiotização programada pela NOM e Foro de SP para nos escravizar http://bit.ly/analfabetismo-funcional

    Ajude a construir 1 MMM, um Mundo Muito Melhor http://bit.ly/desinformação

    Entenda como os bandidos usam a emoção, a essência da atuação humana. Os 4 Planos da sociedade e o papel do esporte http://bit.ly/4planos

    Liberte a humanidade do domínio psicopata que é a causa de todos problemas da sociedade https://youtu.be/dAOp4fVJwDg?t=18m25s

    Divirta-se em reconhecer os psicopatas e as suas armadilhas: http://bit.ly/desumanos

    Entenda a luta que nós, Humanos, travamos versus desumanos-psicopatas no plano das crenças e valores: como identificar a manipulação psicopata em grupos e comunicações http://bit.ly/perigosos

    Alerte quem não conhece o extremo perigo do Foro de SP e NOM http://bit.ly/Niobio

    Afaste a infâmia contra as Forças Armadas. No período do Governo Militar, não houve as 3 características das ditaduras. Todas estruturas ditatoriais estão presentes hoje no Brasil. A verdade vencerá o preconceito: http://bit.ly/contragolpe1964

    Descubra serem, os transportes mais caros do mundo, planejados para fomentar consumo pela cultura do automóvel: http://bit.ly/imobilidade

    Como a acultura da superficialidade e encenação jurisdicional escravizam mediante impostos extorsivos, consumo insano, endividamento e "justiça" programados para todo resultado do trabalho ser tomado do povo: http://bit.ly/superficialidade

    Educação porque a crise do ensino fica cada vez pior: um plano de idiotização http://bit.ly/deseducam
    Note ser, o desmanche da educação, planejado para provocar o analfabetismo funcional http://bit.ly/analfabetismo-funcional
    Conheça o aviltamento dos Professores Federais http://bit.ly/aviltado

    Avaaz e Change são tentáculos da NOM e Foro de São Paulo coletando informações e manipulando http://bit.ly/Avaaz-NOM

    A mídia é controlada pela NOM e coordenada para criar falsos lideres manipulando; exemplos: infamou Brizola e idolatrou Collor http://bit.ly/idolatria-politica

    Movimentos de esquerda e direita são financiados pela NOM para causar instabilidade e crises, causando quebras e desvalorização permitindo-lhes lucrar comprando tudo muito barato http://bit.ly/Foro-SP-NOM

    Vivemos uma escravidão dissimulada em liberdade, contudo aprisionados na teia virtual de impostos sobre consumo elevados e sem retorno algum http://bit.ly/impostosEscravidao

    E o imposto escondido,ba inflação? Ela é um imposto dissimulado e qualquer momento pode ser aumentado e todos pagam até o
    Mendigo quando guarda a moeda: http://bit.ly/inflacao-imposto

    E querem aumentar mais os impostos de forma disfarçada e a pretexto de "moralizar" o esporte PEC 12/2012 art.217-I-CF http://bit.ly/esporteAutonomiaPerigo

    A NOM semeia preconceitos como contra Lutas e Artes Marciais http://bit.ly/sindiplam e contra a cultura gaúcha ttp://bit.ly/Anti-Gaucho

    A cada 10 minutos, os psicoPaTas inventam novos pesadelos e mentiras! http://padilla-luiz.blogspot.com/2015/10/patriotismo-racismo-federalismo.html

  6. VAMOS OCUPAR BRASÍLIA!

    “O Movimento Brasil Livre, com o apoio do Vem Pra Rua e do Revoltados ON LINE, iniciará um acampamento em Brasília.

    Estaremos na linha de frente da batalha pelo impeachment. Estaremos atentos a todas as movimentações do STF e não deixaremos que o tribunal tente outro golpe contra a população. Faremos protestos-relâmpago de acordo com todos os acontecimentos, vigiando as manobras petistas e pressionando o Congresso.

    O acampamento começará já nessa segunda-feira, dia 19 de Outubro, e não tem data para acabar. Coloque sua barraca em frente ao Congresso Nacional e esteja conosco em mais essa trincheira.

    Precisamos da participação de todos vocês para que as fileiras do front de batalha pelo impeachment estejam fortes e para que finalmente vençamos essa guerra.”

    https://www.youtube.com/watch?v=kUPBBVaH-FE&feature=youtu.be

    Finalmente, eles entenderam: a votação do impeachment vai acontecer no Congresso Nacional. Temos que ocupar Brasília! Divulgue nas redes sociais o vídeo com a convocação do MBL, Vem Pra Rua e do Revoltados ON LINE.

    NÃO É NENHUM EXAGERO DIZER QUE O FUTURO DE NOSSA DEMOCRACIA ESTÁ EM JOGO! QUEM NÃO PUDER IR A BRASÍLIA, AJUDE A FINANCIAR O ACAMPAMENTO.

  7. Luciano, você está correto.
    Digamos que jogamos em um time de futebol e iremos disputar uma partida fundamental para que o time vá para uma divisão superior, mas o arbitro foi comprado, assim como alguns bandeirinhas. Alguns poderiam alegar que a partida não deveria ser disputada já que o sistema estaria corrompido e jogar com as regras de um sistema corrompido não resultará em benefício. Só que as alternativas são ou jogar e se esforçar para ganhar a despeito das adversidades, ou então roubar a bola, invadir o campo e cobrir os adversários de porrada esperando que a Polícia Militar nos apoie na empreitada. A situação do impeachment é parecida, já que é o primeiro degrau para conquistar o objetivo. Depois deste objetivo conquistado, virão outros em seguida.

Deixe uma resposta