Quem lutou de boa fé contra a ditadura em 1964 tem obrigação moral de lutar contra a ditadura petista

41
250

janainabicudo

Citado por Augusto Nunes, um artigo de Helio Bicudo e Janaina Paschoal sobre a lei anti-terrorismo que o PT quer votar traz algumas coisas interessantes. Título: “Lei desnecessária, momento inoportuno: ‘quantos Leopoldos Lopez teremos por aqui?’‘. Das duas citações que trarei aqui a mais importante é a segunda. A primeira fica somente a cargo de menção ao tema do texto:

Para justificar a necessidade de aprovar o projeto, o Governo Federal se apega às exigências da comunidade internacional. Alguns esquerdistas se mostram temerosos com a possibilidade de a nova tipificação alcançar seus movimentos sociais, como o MST.

Os que se reconhecem como direitistas, por outro lado, como de costume, apoiam todo tipo de criminalização. Nesse cenário, apesar de o projeto ser oriundo do Governo Federal, tem como relator o Senador oposicionista Aloysio Nunes, do PSDB.

A questão é séria, de fato, embora é claro que Janaina distorça as coisas sobre a direita – aliás, ela já havia feito isso no programa Roda Viva, onde falou a mesma abobrinha e, de resto teve atuação espetacular. Sobre a direita e a “criminalização”, ela deveria buscar conhecer uma multidão de pessoas de direita lutando por um livre mercado, por rejeição ao totalitarismo e pela liberdade de expressão sem aderir a qualquer discurso de criminalização injustificada.

Eles citam que os artigos 258, 263, em paralelo à Lei 12.850/13, do Código Penal, já resolvem a questão do terrorismo, portanto a lei é desnecessária.

O ponto mais importante, no entanto, é este:

Leis penais amplas são sempre perigosas; porém, nas atuais circunstâncias, os perigos se acirram.

Realmente, se a matéria, sob o aspecto técnico jurídico, é controversa, impossível ignorar o que está acontecendo na Venezuela de Maduro, aliado incondicional de Lula e Dilma. Sob a acusação de ter convocado manifestações em que ocorreram mortes, Leopoldo López está preso há um ano e meio e, recentemente, foi condenado a treze anos de prisão.

Leopoldo López não cometeu nenhum ato de violência que pudesse justificar essa pesada condenação. Não obstante, diante da flagrante violação de seus direitos fundamentais, o Governo brasileiro cala!

Dado que a legislação penal em vigor já contempla a maior parte das ações costumeiramente intentadas por grupos terroristas e, frise-se, uma vez que o momento político é muito crítico, resta bem mais seguro evitar seguir com esse projeto, sob pena de acelerar a venezuelização do Brasil.

Não vou entrar no tema do terrorismo neste momento, pois o essencial está em como ela descreveu o truque utilizado para prender Leopoldo Lopez. Todas as ações petistas são moldadas para manutenção do poder, o que no linguajar bolivariano significa implementar regras totalitárias para que isto aconteça enquanto o estado vai sendo saqueado para este fim. Ambos descreveram com perfeição a forma pela qual Maduro engabelou a população no fito de fingir que Lopez era culpado pelas mortes causadas pelo governo nas manifestações. Bastou dizer que ele era culpado por ter convocado os protestos. Após ter controlado a mídia, tudo ficou mais fácil.

O fato é este, que devemos lembrar sempre: após o golpe militar de 1964, democratas e marxistas lutaram pelo poder. Os últimos queriam uma outra ditadura, portanto, jamais tiveram legitimidade. Mas os democratas hoje estão lutando contra a ditadura petista, que já vive seus estágios iniciais, depois dos sucessivos golpes do STF.

Não importa se você é de direita, centro ou esquerda. Mas se realmente você atuou de boa fé na luta contra a ditadura militar tem a obrigação moral de lutar contra a ditadura petista.

Anúncios

41 COMMENTS

  1. Luciano, só gostaria de te pedir para quando se referir ao regime militar não usasse o termo ‘golpe’ porque não foi, foi um contragolpe face ao ‘golpe’ (este sim) que a esquerda revolucionária pretendia dar. Logo, durante e pós ‘regime militar’ as esquerdas e os democratas realmente lutam pelo poder no Brasil.

    • Reforço o pedido e as palavras da Vera.

      E também acrescento que não houve uma “ditadura” militar PROPRIAMENTE DITA, mas sim, um REGIME AUTORITÁRIO MILITAR (AUTORITARISMO), o que é muito diferente.

      Relembro também que muitos falantes da esquerda hoje em dia denominam de “ditadores” os militares e de “presidente” o pústula Fidel Castro.

      Caro Ayan, por favor não engrosse o discurso retórico maldoso desses vermes da esquerda.

      Yeah!

    • O regime militar brasileiro foi sim um Golpe. Os militares disseram que iriam devolver o poder ao Povo com novas eleições, e ficaram 21 anos, é claro que foi um Golpe dentro de outro golpe, até matar o Carlos Lacerda, conservador anti-comunista ferrenho mataram, então não venham falar que não foi Golpe, pois foi Golpe sim.

  2. AÍ …POR TUDO QUE TEM ACONTECIDO E ESTÁ POSTO E DISPOSTO…SEM SAÍDA…SOU A FAVOR DO SOCIOPATA COMUNA QUE SE DIZ PROFESSOR.UMAS BOAS ESCOPETAS,UMAS BOAS BALAS E UMAS BOAS COVAS RASAS! PARA COMEÇAR,PELO MENOS UNS 7 LADRÕES ENTRE COMUNISTAS E OS VENDIDOS! ACHO QUE SERIA UMA GRANDE REAÇÃO,DARIA PRA QUEBRAR AS PERNAS E OS BRAÇOS DE QUEM ESTÁ COLOCANDO O BRASIL DE JOELHOS E NU COM A BUNDA PRA CIMA ! ALGUÉM ACOMPANHA???

  3. Olha, você vai me desculpar Luciano, que o que tem de gente pela internet gritando os quatro ventos, e defendendo a criminalização de opiniões e de partidos de esquerda, apenas por serem e esquerda não está no gibi. Ou mesmo que são favoráveis a desvios do processo legal para criminosos.

    Até o misis.org já fez um artigo comentando sobre isso… basicamente mostrando a contradição que certos ditos conservadores tem em não querer conservar elementos do processo legal, como onus da prova, e presunção da inocência.

    Pode até ser uma minoria barulhenta, mas também não é uma minoria tããããoooo minoria assim… e por “coincidência” costumam ser as pessoas que ficam por ai pedindo por intervenção militar.

    A Janaina quando falou o que falou, parecia se referir a essas pessoas.

  4. O Projeto sofreu várias alterações ao longo da sua tramitação e, creio que a última atualização gerou o acirrar da contrariedade de governistas e esquerdistas em geral, com relação à Lei – alteração última, que visou desprezar as alegadas razões sociais como causas excludentes do dolo terrorista assim tipificado. Só conheço a alteração que eliminou a desculpa possível de grupos e indivíduos violentos e arbitrários, de matiz revolucionária esquerdista – e, tal alteração foi MUITO bem vinda… Confesso que é preciso conhecer todo o projeto para ter certeza, mas me parece impossível que líderes de movimentos que descambam em violência (sem tal pregação pela liderança) sejam punidos com base nesta nova Lei; sendo assim, parece-me, Janaína Pascoal e Hélio Bicudo, jogam com os ânimos daqueles que já temem uma ditadura de esquerda, como se fosse algo pendente desta Lei, a arregimentam uma possível resistência de direita à Legislação em pauta, como se a postergação desta, fosse, devido ao momento conturbado, um ato de prudência, quando, na verdade, no fundo, defendem precisamente aqueles que possivelmente serão penalizados por esta legislação (como MST, os Black Blocks e afins), conseguindo a proeza de defender a estes pela ótica e pela percepção do atual momento “de direita”. É um embuste!!! Um claro embuste para levar parte dos oposicionistas, direitistas, a desconfiarem da legislação e deixarem de apoiá-la – é uma “arapuca” milimetricamente calculada, que conta não só com argumentos baseados em uma percepção da realidade de direita/oposicionista, mas, além do mais, conta com uma provocação: que os direitistas seriam a favor de todo o tipo de criminalização. Depois disso, depois de cotejar razões para ter reservas em relação ao projeto, lançadas pela “ótica direitista” e, ainda sofrer a flagrante injustiça de ser acusado de ser a favor de qualquer penalização, qual alma ingênua não se sente tentada a dar algum crédito a esta moça e ao Hélio Bicudo – não se sente tentada a ser contra também???
    Lamento ter de informar: mas ambos estão, primeiramente, preocupados em proteger os mesmos “grupos e movimentos sociais” que sustentam o governo (que dele são forças auxiliares), as mesmas organizações de matiz revolucionaria de esquerda.

  5. Republicou isso em Enquanto há vida, há esperança!e comentado:
    E a “lei antiterrorismo” que o PT tanto quer, qual a sua opinião? É boa ou ruim para o Brasil? Lembrar que tudo que é bom para o PT (“democratização” dos meios de comunicação, a lei dos sovietes, o Humaniza Redes, o controle da Internet, a reforma política… ad infinitum) é deletério para a República!

  6. Vera, concordo com você! perfeita colocação!
    No mais, não podemos nem comparar a ditadura militar brasileira com outras, como a argentina, por exemplo, ou a chilena, essas sim, nada complacentes.

  7. Não existiu “golpe” em 1964, simplesmente porquê os militares foram CONSTITUCIONALMENTE CONVOCADOS pelo então Presidente da Câmara dos Deputados! Continuar a usar os Bordões da Esquerda, é fazer propaganda gratuíta para essa canalhada psicótica do PT!

    E, sim, independe da orientação política, todo aquele que é CONTRA QUALQUER DITADURA está moralmente obrigado a lutar também contra a DITADURA DO PT!

  8. EU acho um erro estratégico esse negócio de ´´Lutamos contra a ditadura dos Fuzis agora lutamos contra a ditadura da propina´´.

    Primeiro porque foi justamente na periodo militar onde se criou mais estatais e a esquerda mais cresceu.

    Os militares não formam e não formaram de modo algum uma ´´direita´´. O Positivismo é a ideologia dessa gente, Governo provedor e concentrado.

    Por hora nós temos que jogar o jogo, mas no momento certo temos que esfregar na cara da esquerda soft que ela é tão totalitaria quanto o pessoal do pt.

    Do que adianta lutar contra uma tirania visando o Estado como salvação.

    • O que está sendo dito é diferente.
      Entre os que lutaram contra a ditadura, haviam marxistas sedentos de poder tirânico, e haviam democratas iludidos pelo socialismo ou por qualquer outra coisa. Esses últimos, se agiram de boa fé, estão lutando contra o PT. Os que estavam de má fé implantam e ajudam a ditadura petista.

      Abs,

      LH

      • O impeachment é prioridade e ponto. Mas na minha humilde opinião depois disso esses socialistas ´´iludidos´´ e de ´´boa fé´´ rs…. tem que desce o sarrafo mesmo. Mas sempre visando o ataque transversal é claro atingindo não só os radicais, mas o própio centro da crença esquerdista tão bem exposto já nesse blog.

    • Tudo o que é neoconservador pelo facebook falando bolsomito ama de paixão o governo dos militares, e se dizem a verdadeira direita. Ficam até com a frescura do inferno de ficar repetindo frases ditas por militares, e batendo continercia, usando avatar de milico, sendo que nem nunca pegaram numa arma na vida. Puta coisa coisa escrota, da vontade de vomitar quando vejo isso.

  9. Luciano e demais internautas, acho que a coisa é bem mais séria do aparenta ser. Explico. O Gen. Hamilton Mourão, em palestra aos cadetes do CNPOR-SUL, fez o seguinte comentário sobre o atual cenário: “SOBREVIDA”, “QUEDA CONTROLADA”, “RENOVAÇÃO” e “CAOS” – palavras do General..
    Minha leitura: Parece muito parecido ao que aconteceu na Ucrania em 2014. Enquanto a Dilma cai controladamente, o Congresso e os politiqueiros profissionais preparam a renovação e o caos. Ou seja, enquanto a população está preocupada apenas com a queda da Dilma, o Congresso prepara o golpe fatal contra o povo.
    Portanto, devemos ficar de olhos abertos. Não se esqueçam que Cunha, Renan e outros estiveram na Rússia há pouco tempo atrás.
    Espero estar redondamente enganado, mas ainda fico com o General

  10. Vera, o mais absurdo de tudo é você ver que muitos dos que se referem ao regime militar como ditadura, são os mesmos que chamam Fidel/Raul Castro de presidente. E neste grupo que abusa do duplo padrão moral está a imprensa brasileira. Eu NUNCA vi uma reportagem impressa, na TV ou em mídia digital, dos grupos de imprensa que dominam o setor no Brasil, que se refira aos irmãos Castro pela designação do que realmente são, ou seja, DITADORES.

    • Paulo,

      Infelizmente, é a soberania dos países. Será que os reis do passado não podem ser chamados de reis pois se impuseram pela força? Se hoje no mundo civilizado trocamos a tirania pela democracia, isto não muda o fato de que países vivem alheios à civilização. O controle de frame é VITAL, mas não precisa ser utilizado de forma que não seja intelectualmente sustentável.

      Abs,

      LH

      • Soberania dos países?!?! Então uma referência a um líder de nação africana como o que realmente é, DITADOR, e é que já vi em algumas reportagens da grande mídia, está ferindo a soberania daquele país então? O ditador Fidel é presidente e o ditador africano é ditador mesmo, então tá. Para mim a questão é muito simples, se você está diante de uma pessoa que chama os governos militares de ditadura e Fidel Castro de presidente, estás diante de um canalha que abusa do duplo padrão moral. E outra coisa, esta sua argumentação de reis nada tem a ver com o frame em questão, você está forçando a barra, ainda mais por que mesmo nos países civilizados onde temos monarquias, estas são suplantadas por um parlamento.

      • Paulo,

        Nos países civilizados onde temos monarquias HOJE é assim. Mas não existiram reis no passado? Fidel é presidente. No tempo de militares, haviam presidentes. Infelizmente, presidentes de países ditatoriais. Não venha com a já conhecida retórica de “se você não aceita (x) então é um (y)”. Aqui isso não cola.

        Abs,

        LH

      • “canalha que abusa do duplo padrão moral”
        tipo aquelas pessoas que:
        – falam que comunistas tinham que ser tudos mortos
        – o governo dos militares não era uma ditadura
        – deveria haver intervenção militar, e desta ves varrer a esquerda das universidades e dos meios culturais usando força e coerção, e fazerem um governo igual ao do Pinochet
        – diz que o erro dos militares foi ter perseguido pouco a esquerda
        – diz defender a lei e a ordem, e defende algo que não está na constituição: “intervenção militar”, realizada expontaneamente pelo exercito
        – fala que JÁ vivemos em um ditadura (não estou dizendo que isso não pode se tornar)
        – acha ruim te chamar de golpista, depois de ter defendido todas essas coisas
        (eu sei que o PT é golpista. Mas falar que o pt não pode e você pode ser, é exatamente o que eu chamo de “canalha que abusa do duplo padrão moral”)

    • Luciano, eu acho que você está extrapolando. Quando você fala de reis em épocas passadas, o conceito de democracia estava praticamente engatinhando, o cenário era outro, não tem nada a ver com o frame que está sendo exposto aqui. E em relação a colocação de, se você não é um (x), então é um (y), é você quem está dizendo isso. A questão que coloquei foi simples, se um sujeito afirma que os governos militares foram uma ditadura e ao mesmo tempo afirma que a ditadura mais longeva da América Latina tem um presidente, sem expor que a ilha presídio é uma ditadura, sendo assim, equiparado Cuba ao nível de outras nações soberanas e democráticas, este cara é um hipócrita, um cínico. Voltamos ao ponto inicial!

      • Não. São os fatos do mundo:
        (1) A ditadura de 1964 em diante foi uma ditadura
        (2) A ditadura de Castro é uma ditadura ainda MAIS REPUGNANTE, por causar mais vítimas, durar mais e ser muito mais autoritária e totalitária
        (3) Ambos os regimes tinham presidentes
        Foi isso que eu disse.
        O resto é truque retórico QUE NÃO ME ENGANA. Isto pode enganar quem nunca frequentou alguns círculos radicais da direita. Mas usar aqui? Por favor, pare.

    • Luciano, você está radicalizando, o que que isso cara? Agora está me colocando o rótulo de radical de extrema direita em vez de contra argumentar a questão simples que coloquei!!! Não é por aí não…parei.

    • Só te digo uma coisa Luciano, acredite você ou não, sou um leitor assíduo do seu blog (mas poucas vezes comento), admiro muito o seu trabalho. Considero você e o Rodrigo Constantino dois bastiões na defesa dos direitos individuais e da liberdade econômica.

    • Erandur, em vez de ficar no campo da suposição do tipo da pessoa que sou, você deveria se voltar para o mundo real e observar discursos de ódio de Mauro Iasi, aquele que deseja um bom paredão e uma boa cova, sem direito a dialogo, para conservadores e direitistas, isso num auditório cheio e com o pessoal batendo palmas. Além de Marilena Chui, que também prega diversas boçalidade, ambos ocupam cargos de direção em universidades públicas e atingem uma quantidade enorme de jovens com doutrinação marxista e lavagem cerebral.

      São só dois pequenos exemplos do tipo de pessoa com quem você realmente deveria se preocupar e que oferecem um perigo real a sociedade brasileira.

  11. Pausa para breve reflexão:

    Lula na Inglaterra,pergunta à rainha:
    – Senhora rainha, como consegue escolher tantos ministro tão maravilhosos?
    Sua majestade responde:
    – Eu apenas faço uma pergunta inteligente.Se a pessoa souber responder ela é capacitada a ser ministro.Vou lhe dar um exemplo…

    A rainha manda chamar Tony Blair e pergunta:
    – Mr. Blair, seu pai e sua mãe têm um bebê. Ele não é seu irmão nem
    sua irmã.Quem é ele?
    Tony Blair responde:
    – Majestade,esse bebê sou eu.
    Ela vira pra Lula:
    – Viu só? Mereceu ser ministro.

    Lula maravilhado volta ao Brasil…

    Chama a ministra Dilma Roussef e lasca a pergunta:
    – Companheira Dilma, seu pai e sua mãe têm um bebê. Ele não é seu irmão nem sua irmã.Quem ele é?
    A ministra responde:
    – Senhor presidente,vou consultar nossos assessores e a base aliada e lhe trago a resposta.

    Vai então e cobra a resposta.

    Ninguém sabe.
    Aconselham perguntar ao ex-presidente FHC, que é muito inteligente.
    Dilma liga pra FHC:
    – Fernando Henrique, aqui é a Dilma Roussef. Tenho uma pergunta pra você:

    Se seu pai e sua mãe têm um bebê e esse bebê não é seu irmão nem
    sua irmã, quem é esse bebê?
    O ex-presidente responde imediatamente:
    – Ora senhora ministra, é lógico que esse bebê sou eu!

    A ministra vai correndo levar a resposta ao Lula:
    – Sr. Presidente, se meu pai e minha mãe têm um bebê e esse bebê não é meu irmão e nem minha irmã,é lógico que ele só pode ser o Fernando
    Henrique Cardoso.

    Lula dá seu sorrisinho sabido e diz:
    – Te peguei,companheira Dilma.Sua resposta está completamente errada…O bebê é o Tony Blair……

    http://www.piadas.com.br/

  12. Incrível que, mesmo leitores deste seu site, Luciano, não conseguem enxergar a coisa mais óbvia de todas: NO BRASIL, JÁ VIVEMOS UMA DITADURA COMUNISTA! Desde que a bandilma se elegeu através de uma eleição com APURAÇÃO SECRETA DE VOTOS e, desde que o PT domina amplamente o Judiciário, através do STE e do STF, a Ditadura já é um FATO, apenas ainda não é completa: Precisam antes calar em definitivo a Imprensa e as “midias sociais”, para instituir o “paredon” e os “gulags”. Quando conseguirem isso aí sim seu sonho de poder estará concretizado.

    Toda a luta do PT, agora, é para chegar este triste fim. E nossa luta é para impedi-los de obter esta vitoria completa. Quanto a alijar completamente a esquerda do poder, isso é assunto para muiiito tempo e muiiita luta.

      • No resumo:
        Guerra de desgaste no melhor estilo Gene Sharp, através de: Ridicularizações, rotulagens, passeatas, oposição sistemática a toda mudança ou proposição legislativa formulada pelo governo, greves, etc, evitando o confronto direto que é, precisamente o que o PT mais deseja pois isto os habilitaria a recorrer a violência Institucional, passando por cima do Legislativo, através de Decretos e MPs. Devemos ganhar cada segundo possível e através de atos públicos e de panfletagem, procurar informar o maior número de pessoas o que, de fato, está ocorrendo neste País, pois boa parte ignora ainda o projeto de poder do PT, em andamento. Os desfiles do “pixuleco”, por exemplo, seriam ótimos para se distribuir panfletos contando as mentiras do Governo petralha, que não são veículados pela midia “chapa branca”.

        Outra coisa muito útil de se fazer é: Cada um de nós que viaje para o Exterior contar o que está se passando aqui e, se possível, dar alguma entrevista a algum jornalista estrangeiro. Acima de tudo, devemos ganhar tempo pois as Eleições dos EUA são o ano que vem e, se os Republicanos empalmarem essa (e o PT teme isso), as coisas poderão melhorar bastante pois os Republicanos lá são a Direita Conservadora e tradicionais inimigos de morte do Comunismo Mundial.

        Sou também contra esta história de “ocupar Brasilia” e “golpe civil”, pois isso é EXATAMENTE O QUE O PT QUER. Acho que a AVACALHAÇÃO é, no presente momento, a nossa melhor arma.

        Contudo, uma vitória completa só será possível com a implementação de um “Estado Mínimo” e da desvinculação completa do Governo do Sistema Educacional, privatizando completamente as Universidades e transferindo completamente a Política de Ensino, para Colégios Laicos e Instituições Religiosas, como os Irmãos Maristas, por exemplo. Em suma: Para vencer os comunas completamente, precisamos “quebrar o seu cofrinho” e também “quebrar sua maquininha de fazer novos comunistas”…

    • Mas tai uma coisa que você não percebeu Diego. Isso tudo que você falou é verdade, mas esse tipo de totalitarismo não forma uma unidade perfeita caso contrário Dilma, cunha, Moro, aécio, caiado não estariam em lados opostos. Você pode até falar que eles tem a mesma Ideologia mas eles disputam o poder e não usar isso é fatal.

      Deixar que ele se trucidem, como collor fez com Janot (mesmo que collor seja um bosta). Utilizar o inimigo em comum contra aquele que causa mai danos….

      Se vc estivesse em guerra com a União Soviética e nesse periodo os alemães estivessem ocupando parte do território vc não esperarira eles se desgastarem pra depois invadir a Europa?

      • Pois lembro que o FHC usou a mesma tática kamicaze com o Lula quando surgiu o escândalo do mensalão: Deixou-o “sangrar” e, deu no que deu…
        Eu defendo que, qualquer chance que possamos ter será fruto de pressão nossa constante pois a Esquerda nunca “briga” de fato: Apenas disputam cargos e propinas entre si.

      • Num totalitarismo de verdade a esquerda caviar é a primeira ir pro paredão. Não é por acaso que os dois maiores assassinos de socialistas sejam dois comunistas. Stalin e Mao tse tung.

        Você acha mesmo que essa gente que usa o dinheiro do povo pra construir ditaduras ao redor do mundo tem alguma consideração pelo próximo?

        Essa gente é podre que não exita em trair um ´´Cumpanheiro´´ nem por um segundo.

      • Comuna não tem consideração alguma por ninguém mas, tem sempre o ideal do poder absoluto. Além disso e, diferente da Direita, os Esquerdistas sempre trabalham com “agenda mínima”. Stalin mandou matar Trotski mas de modo algum isso colocava em risco os ideais comunistas de ambos e de um poder absoluto.

        Aliás um erro clássico da Direita é achar que a Esquerda é “subornável”: Dinheiro algum vai “converter” um Esquerdista! Eles apenas usam o dinheiro (público ou privado), para atingir seus objetivos de poder supremo. Um comunista, em verdade, despreza o dinheiro pois entende o “comprar”, como uma limitação ao que ele entende seu “divino direito de Governar os Homens”…

        Ao menos, é assim que eu vejo o Esquerdismo.

  13. Faço uma ressalva ao texto em anexo em que não estou, em absoluto, de acordo. Trata-se do último parágrafo sobre a luta contra a ditadura militar e a ditadura do PT, uma pessoa politicamente de esquerda sempre vai lutar sempre por um Estado inchado, sempre lutarão por um estado que tenha o máximo de poder, portanto o desfecho óbvio de uma política esquerdista é o totalitarismo.

  14. São Paulo, 22 de outubro de 2.015

    Prezado Sr. Ayan,

    Janaína Pascoal falou essa bobagem sobre legislação anti-terrorismo, pois milita na área penal. A maior parte dos criminalistas são contra alterações na legislação penal e processual penal, pois isso dificultará seus trabalhos. E a população que se dane, como de hábito. O que me preocupa nesse debate, é o fato de uma lei fundamental como essa ser debatida e votada durante um governo esquerdopata. Sabemos bem quem essa gentalha apóia, defende e estimula. Esse tipo de legislação pode ser utilizada, para impedir manifestações populares legítimas. Convém mantermos os olhos abertos.

  15. SEMPRE O MESMO BLABLABLA…todos dizem querer o mesmo estar na mesma direção,no entanto a discordância bate sempre em muro do nada!Quando se fala da maioria analfabeta funcional,q não sabe nem interpretar texto ou nem assinar mesmo o nome,e pensa q ser politizado é ir votar numa urna eletrônica fraudada e mamar no estado até a teta secar,ainda se entende do porque não conseguirmos reagir ao q aí está!Mas estamos falando de gente com algum teor intelectual,outras que sentaram em bancos de universidades e outras q se especializaram tanto formal como empiricamente em politica!E o resultado dos primeiros para o segundo é o mesmíssimo.Incapacidade de compreender o momento trágico que o país passa e dificuldade de unir-se em torno do mesmo objetivo.NÃO SE DEIXAR VIRAR ESCRAVOS DE UMA CORJA DE CRIMINOSOS DE UMA DINASTIA POLÍTICA E DE NOVOS BANDIDOS DE OCASIÃO!E ASSIM “ELES” vão num processo lento e perigoso tomando conta de tudo,para lançar o golpe final! Enquanto em BANANIA a caravana passa e os cães ladram!

Deixe uma resposta