Cardozo se desvia de sua função oficialmente para acusar Cunha do que ele fez

7
37

cardozo

Na arte da guerra política versão PT, o partido continua desafiando a lógica e o bom senso. E conseguindo alguns pontos, ante a inaptidão de seus opositores.

Depois de Eduardo Cunha dar sequência ao pedido de impeachment, o ministro da justiça Eduardo Cardozo deu entrevista a Fernando Rodrigues como o principal articulador da estratégia de defesa de Dilma Rousseff. Vejam os três pontos de sua defesa:

1) a tese do desvio de poder” por parte de Eduardo Cunha; 2) o questionamento do rito processual adotado dentro da Câmara, inclusive no que diz respeito ao direito de defesa e 3) o mérito da ação de impeachment em si (a tese das pedaladas fiscais em 2015).

Se o truque de Dilma é alegar “chantagem” de Cunha pelo “uso do cargo”, bem que a oposição poderia processar Cardozo por se desviar de sua função, que não é agir como advogado de Dilma e mentir deslavadamente. Ademais, a questão da “chantagem” pesa contra Dilma, que publicamente está entregando cargos para tentar evitar o impeachment, e utilizando a PGR para priorizar as denúncias contra Cunha – e esconder denúncias contra líderes petistas -, o que é muito mais grave. Acho que é hora de a questão de “uso de cargo” se transformar em um grande lançamento de merda no ventilador.

No segundo item, ele questiona o rito processual, o que é uma baita picaretagem, já que Cunha teve as opções limitadas por um próprio golpe do STF, no qual Dilma não apenas “usou seu cargo”, como “usou o cargo” de seus ministros no judiciário (com minúsculo mesmo).

Por fim, ele ataca o mérito da ação de impeachment. Ao fazê-lo, age feito advogado de porta de cadeia, inventando regras inexistentes, uma vez que o mérito será discutindo durante o processo de impeachment, não agora.

É hora de Cardozo ser retirado de seu cargo, pois abdicou de sua função para virar advogado de defesa – e daqueles mais desqualificados e indecentes, por sinal – de uma presidente que já não possui a menor legitimidade.

Se a questão é “desvio de função”, é hora de Dilma ser exposta como a recordista de sua prática na história do Brasil, talvez equiparada apenas por Lula. Porém, até mesmo Dilma não o fez oficialmente, e muito menos Cunha. Mas Cardozo se “desviou da função”. Oficialmente. Hora ideal para que ele perca o cargo a partir de muito escracho e humilhação.

Fonte: Fernando Rodrigues/UOL.

Anúncios

7 COMMENTS

  1. Agora essa porra desse Cardozo comprou briga e uma briga FEIA. Agora é hora de levar pro MBL a humilhação coletiva e incansável desse porco, imundo, ridículo, pobre de espírito, porqueira do caralho.

    Cardozo, você vai cair também, feito uma bosta caindo do cu na privada e será levado pro ESGOTO, seu bosta, merda, lixo do caralho.

    JUVENTUDE NAS RUAS CONTRA O PT!

    Agora é sangue nos olhos, é fúria que não acaba mais, eles vão conhecer a nossa fúria e vão se arrepender muito de ter mexido com a juventude anti-petista!

    • Acho que é hora de todos os grupos agilizarem, mais do que nunca. Um exemplo, a página do VPR tem bastante seguidores e poucas postagens, talvez queiram primar pela qualidade, mas acho que é hora de pegar pessoas que não criam tanto para colocá-las numa garimpagem em páginas menores de grupos similares e trazer mais conteúdo.

  2. O descaramento deste pessoal chega a ser embaraçoso! TODO MUNDO já está careca de saber que vocês não passam de BANDIDOS! A casa caiu, cambada! Só quem os defende são seus pares, BANDIDOS também. Estão em todos os lugares, nos blogs sujos, nas redações, lendo teleprompters, fazendo shows e peças patrocinadas com dinheiro PÚBLICO!!!

  3. Este pedido de impedimento realizado por Cunha no Congresso Nacional, esta me soando bem estranho, a principio me parece mais um estrategia de desviar o foco da população e imprensa, e com isto aprovaram, de forma bastante estranha a cpmf e o deficit de 120 bilhões. Estamos mais uma vez sendo enganados por estes políticos mais preocupados em manter-se nos cargos do que as reaias necessidades da população e do Brasil.

  4. Acredito que Cardozo deva fazer ficar focado apenas em causar mais desgaste a imagem de Eduardo Cunha pois o ato em si do acolhimento do impeachment foi legítimo e pedalada fiscal é crime e esse malandro do Cardozo sabe muito bem disso.

    O que me preocupa é que de uma forma ou de outra não se pode abdicar dessa luta política. O mimimi PETISTA é hilário mas perigoso e pragmático. Eles vão acusar Eduardo Cunha de respirar pelo nariz e quando constatarem o óbvio ululante; só vai faltar uma oposição enrolada, uma mídia comprada e cara de pau para difamar todos que estiverem a favor do impeachment para derrubar Cunha. Opa…

    “Ele (Cunha) tem alguma credibilidade para dizer que alguém mente?” Questionou o sultão da mentira, José Cardozo ao Estadão.

Deixe uma resposta