Islâmicos alemães desenvolvem germanofobia e tudo fica barato

15
153

Mulheres-islamismo-size-598

Eu sou um adepto da plena liberdade de expressão e acho que até generalizações em relação a povos não devem resultar em punição. Mas vá lá: façamos uma concessão em relação às generalizações, e que possamos considerá-las condenáveis em algum momento. Mesmo neste caso, não haveria justificativa para liberar apenas um povo de críticas. Quer dizer: ou todos os povos podem ser criticados ou nenhum pode. Simples assim. Qualquer coisa diferente disso é cuspe na cara da liberdade.

Seja lá como for, quase todo mundo já ouviu falar que criticar o islamismo significa islamofobia. Rejeitar a imigração islâmica, então, nem se fala. Mas e se o inverso ocorre? Podemos apostar que ninguém mencionará qualquer tipo de punição em relação a jovem islâmica que – mesmo vivendo na Alemanha – disse que os “alemães são nojentos”.

Um povo que tolera tanta distorção e seletivismo na hora de estabelecer punições e proteções só poderia ter sido presentado com o estupro de centenas de mulheres no reveillon em 2016. É triste constatar isso: mas os alemães só estão recebendo aquilo que pediram.

Anúncios

15 COMMENTS

  1. Luciano, você não vai falar da alemã vítima de taharrush no fim de ano em Colônia que agora teve sua vida devassada por marxistas-humanistas-neoateístas por simplesmente ter dito a verdade de que seus abusadores eram de origem árabe, magrebina e subsaariana? Para mim isso é uma das mostras mais claras da espiral de silêncio gramscista, seguidora fiel da “tolerância repressiva” marcusiana, e da omertà que os seguidores do italiano que escreveu cadernos no cárcere impõem a quem for parte dos grupos dos quais eles querem extrair inocentes úteis e que por acaso aja de maneira que impeça o avanço da agenda MHN. Também dá para articular isso com esta explicação muito boa dada pelo Flávio Morgenstern sobre o conceito de mana (termos vazios de significado que ganham algum conforme a necessidade de quem os usa), que na prática explica o porquê de terem ficado em silêncio quando centenas de mulheres foram abusadas, assim como ficam em silêncio em relação às atrocidades no Oriente Médio.

      • Se conseguiram violar tantas mulheres num período relativamente curto de tempo, o que não conseguirão fazer num período maior, como o Carnaval? Tudo com o beneplácito da prefeita e do chefe de polícia, que deram declarações vergonhosas – claramente politicamente corretas – à imprensa em vídeo já divulgado no youtube.

  2. ” É triste constatar isso: mas os alemães só estão recebendo aquilo que pediram.”

    Nossa, acho que é o melhor comentário que já vi até o momento sobre o assunto.
    Normalmente os comentários ficam em dois extremos:
    ou os muçulmanos são oprimidos coitadinhos, ou então devemos nos unir na cruzada contra os muçulmanos que querem destruir o ocidente.

    Por favor vai… a Europa tá procurando sarna pra se coçar ao abrir as pernas desse jeito. Eu não pedi para o negócio virar farra! Isso é só problema deles, não meu!
    Ema ema ema
    E que aprendam a não serem troxas.
    Se não aprenderem… sólamento hahah
    Já tenho problema demais no meu país para me preocupar 😛

      • os proximos trouchas, ué.
        Em geopolitica não existe uma entidade trancendental que vai garantir que o lado bom sempre vença no final.
        Quem vence no final é o astuto, independente dele ser bom ou mal.
        Ainda bem que é possivel aprender com erros alheios. Aprender com os proprios erros é sempre mais duro.

    • Nao e so a Europa Luiz. E todo mundo. E voce sabe que o Primeiro mandamento do Profeta dos Muculmanos e Imigrar para Dominar, Entao, qualquer governo que quizesse receber Muslims deveria impor rigidas regras a serem seguidas e nao permitri que as mulheres deles engravidassem nos proximos DEZ ANOS que estivessem refugiados. Seria uma medida clara de auto-defesa do Estado e uma prevencao de coisas piores e proibi-los das praticas religiosas em publico, so em lugares privados. Tenho la na minha pagina no Face um video de um ex-Muslim que diz que os unicos muculmanos que cumprem a risca as leis do Corao, transmitidas pelo profeta, pedofilo Maome sao os terroristas do ISIS, Al Qaeda, Jihad, Hesbollah, Hamas e todos os grupos que assassinam todos os que nao sao muculmanos, os outros que dizem que sao da paz nao cumprem o que reza o seu livro de leis mas cumprem o que os terroristas determinam que e a IMIGRACAO PARA DOMINACAO. Eles entram no pais, multiplicam-se como ratos, ensinam desde o nascimento a obediencia ao citado profeta, que e claro nao e de Deus mas do diabo, pois foi pedofilo e fazia o mesmo que os terroristas que o seguem hoje. Para ele todos eram impuros. Se voce ver esse video voce entendera que eles nao pensam que isso e errado, eles so aprenderam isso e sao pouquissimos que conseguem acordar a tempo e abandonar as praticas “barbaras”, porque se nao fogem e vivem escondidos sao assassinados. Abraco.

  3. Tem nojo de alemão? Então voltem para o lugar de onde vieram, bando de ingratos filhos da puta! Era tão bom lá? Então vieram fazer o quê na Alemanha? Cuspir no prato em que comem? E os alemães, vou te contar! Vão ter falta de virilidade assim lá na casa do ca&¨%lho! Só que acho que vcs esqueceram como se chega lá.

    • Pois é assim mesmo, é uma coisa maluca que acontece com frequência entre imigrantes. Eles odeiam o povo e o país que oferece mais qualidade de vida que o lugar em que vieram. O mesmo acontece com esquerdistas que odeiam o capitalismo mas se lambuzam nele, só viajam para países livres e adoram o desenvolvimento e tecnologia que só é possível com o capitalismo. Esse pessoal tem que ser estudado.

      • Nao deve ser estudado nao, para que perder tempo com esses ignorantes e condicionados? ELIMINA-LOS E A MELHOR POLITICA. Fale a verdade se voce tambem nao pensa assim, so que nao fala. EU FALO POR VOCE..

  4. As pessoas precisam parar também de achar que Jihadismo é uma ideologia de islâmicos radicais. O Jihad está no Alcorão. Faz parte do islamismo fazer o uso da força para converter os infiéis se necessário assim como o comunismo de Marx previa a escalada violenta do proletariado ao poder. Desta forma, a dita maioria moderada é também a maioria condescendente com os extremistas e que nunca irão se levantar contra esse tipo de abuso imoral.

    Os alemães não se deram ao trabalho de estudar a zaga brasileira? Tá na hora de estudar o islamismo ou a goleada vai ser trágica.

Deixe uma resposta