Processos de Lula contra mídia mostram ódio à imprensa livre

10
143

lula_instituto

Lemos o seguinte no Brasilia.doc:

O Instituto Lula afirmou que o ex-presidente processará a revista Veja pela reportagem de capa da edição deste fim de semana.

A publicação repercute uma entrevista do promotor Cassio Conserino, que considera ter indícios suficientes para denunciar Lula no caso do triplex construído em Guarujá.

“A atitude do promotor é incompatível com o estado democrático de direito e com o procedimento imparcial que se espera de um defensor da lei, além de comprometer o prestígio e a dignidade da instituição Ministério Público.

Quanto à revista Veja, que utilizou a entrevista do promotor para mais uma vez ofender e difamar o ex-presidente Lula, será objeto de nova ação judicial por seus repetidos crimes”, diz a nota.

A tática de Lula, mostrando o mesmo ódio à imprensa livre demonstrado por Maduro, se baseia em lançar processos para pressionar a mídia, mesmo sem nenhuma razão para fazê-lo. Aliás, Lula tem se tornado um prodígio em processar a mídia, sem conseguir, evidentemente, ganhar as causas. Mas ganha notícias na mídia e lança no imaginário público a noção de que a “mídia tem que ser controlada”. Hoje poucos caem na conversa, mas seus militantes se inflamam. Resta saber: com que dinheiro estão transformando lançamento de processos em propaganda?

Se o procurador deu uma entrevista, publicá-la dizendo ter indícios para denunciar Lula no caso do triplex, isto é notícia. Proibir a revista de publicar a entrevista é censura. Aliás, quantas vezes a mídia já noticiou Janot dizendo que “tem indícios para processar Cunha”? Se Lula estivesse com a razão, todas as vezes em que as palavras de Janot foram divulgadas para falar de Cunha deveriam resultar em processo.

Enfim, o apedeuta está jogando sujo mais uma vez. A questão agora não é apenas de rebater os processos, mas de denunciar uma forma autoritária e ditatorial no uso do assédio jurídico.

Anúncios

10 COMMENTS

  1. Engraçado ele atacar a imprensa que justamente o governo paga mesada para ficarem quietos. A Veja já teve capas bem mais agressivas. Aliás ultimamente a cada página que você abre da Veja abre também uma propaganda do governo. Será que realmente eles são livres como dizem?

  2. Como já disse Olavo, o negócio é entupir de processos para vencer pelo cansaço, mesmo sabendo que não vai dar em nada. A esquerda faz isso desde sempre, falta a gente aprender com eles.

  3. Luciano, na falta de um post específico, eu estou postando um link de tema paralelo ao seu post sobre a mídia. Este link fala de um ataque orquestrado a Bolsonaro em um aeroporto no RS. Até aí, nada de novo, já sabemos que a imprensa só divulga notícias contra Bolsonaro e omite acontecimentos a seu favor. Mas o interessante é observar os comentários. Vários criticaram a reportagem e desmascararam o golpe midiático.

    Penso que vale a pena verificar:

    http://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/bolsonaro-leva-banho-de-glitter-e-%C3%A9-achincalhado-em-aeroporto-do-rs/ar-BBoJzAd?li=AAggXC1&ocid=mailsignoutmd

  4. Esse molusco velho tá fazendo papel de palhaço cada vez mais. É ridícula essa atitude. Obviamente vai perder, como sempre perde, e acabar mais ridicularizado ainda. Palhaço de circo. (coitado dos palhaços…)

  5. De onde veio o dinheiro pra aquela estrutura ao fundo onde tá escrito Instituto Lula? Esse material aí é caro. Lula está sentado bem na frente da estrutura. Nessas horas bem que podia… é… bater um vento forte, quem sabe… ventanias acontecem… ah, deixa pra lá 🙂

  6. Eu combato o petismo há trinta anos. Aposto que você, alguém da sua família ou amigo já votou em Lula ou Dilma! Eu faço parte da minoria que sempre achou governo petista ruim e péssimo. Tem muito bolsonarete que não pode dizer a mesma coisa. Até o Bolsonaro já elogiou comunista! Ele é uma farsa! Dane-se você e seus leitores “qualificados”

    http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:_vj139HEhzgJ:www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc1912200206.htm&num=1&hl=pt-BR&gl=br&strip=1&vwsrc=0

Deixe uma resposta