Ao falar do suicídio de Vargas, Viana mostra moralidade podre

3
139

A choradeira cínica petista em relação às investigações – atrasadas, diga-se de passagem – sobre o ex-presidente Lula estão ficando cada vez mais ridículas, dignas de comédia pastelão. Como esta, dada por Jorge Viana (PT), vice-presidente do Senado, sobre Getúlio Vargas:

Este é um país que tem exemplos […] Quem foram os grandes presidentes do Brasil? Getúlio Vargas se matou como um bandido, como um corrupto, como um homem do mal. E a história depois o julgou, e o julga até hoje, como um dos grandes presidentes da Nação.

O tal Vargas, eleito como “um dos grandes presidentes do Brasil”, foi um ditador, e, como tal, já não consegue se qualificar em posição nem um pouco melhor que qualquer presidente da ditadura militar.

E ele foi, efetivamente, um bandido, corrupto e de péssimo caráter. Ele foi desmoralizado por seus atos de corrupção, e se matou após ter mandado matar seu opositor Lacerda, em um atentado fracassado.

Nenhuma “autoridade da época” e nenhuma parte da “grande imprensa brasileira” o obrigou a roubar e depois ordenar um atentado. Ele fez por espontânea vontade. Aliás, até hoje o suicídio de Vargas pode ser considerado um evento de marketing político.

Se Vargas é um exemplo para Lula, é só quanto a ser culpado e se fingir de vítima.

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Vargas um dos grandes presidentes da nação? Ora, faça-me rir! O cara que copiou a “carta del lavoro” de Mussolini? Que perpetrou uma ditadura MUITO mais sangrenta que a de 64, convenientemente esquecida por nossos populistas de sempre. Esse mesmo?

  2. Vargas prendeu , torturou e mandou matar esquerdistas a dar com o pau e esses débeis mentais hoje o defendem.Esqueceram de Olga , Graciliano Ramos , Marighella e outros tantos.

Deixe uma resposta