Catraca Livre pratica bullying contra criança vestida de PM

15
86

bebepuli1

A arte da extrema-esquerda é cometer as piores atrocidades do mundo – daquelas que envergonhariam qualquer ser moral – e exibir orgulho, pela via da encenação. Por exemplo, qualquer pessoa decente se envergonharia de criticar símbolos de elogio ao trabalho, certo? Mas para a extrema-esquerda, eles se orgulham de criticar a foto que vemos acima.

Pois não é que o site do Catraca Livre – da mesma tropa das manifestações terroristas que fecham vias públicas – ficou com butthurt porque o site da polícia militar de São Paulo “divulgou por meio de sua conta no Twitter a imagem de um bebê fardado, segurando cassetete e uma algema”.

Obviamente, a escória começou a “questionar o objetivo da postagem”. Na verdade, a PM não deve satisfação alguma a respeito do caso de um pai que provavelmente autorizou a publicação da foto de uma criança vestindo o uniforme de uma profissão. E tem mais: policiais militares são profissionais concursados, não apadrinhados. Enfim, é uma profissão honesta. Se uma criança veste o uniforme de uma profissão honesta, seus pais e nem a PM precisam dar satisfação a um bando de terroristas, muitos deles cuja ambição de vida é mamar em tetas estatais.

Em resumo: salvo raríssimas exceções, um policial – assim como qualquer profissional de uma função honesta – está em automático status superior a praticamente qualquer manifestante adepto de táticas terroristas e crimes contra o patrimônio, muitos dos quais futuros ou presentes mamadores de tetas estatais, o que jamais pode ser qualificado como função decente.

Se essa criança no futuro se tornar policial, provavelmente irá – pela execução de sua função honesta – ter que prender bandidos, que hoje estão guinchando feito seres rastejantes em relação a uma foto que representa uma belíssima homenagem tanto de uma corporação como de uma classe profissional vários degraus acima da classe dos manifestantes black bloc.

Vergonha seria ver uma criança tirando foto com uniformes de terroristas islâmicos e manifestantes black bloc. Orgulho é ver uma criança em uma foto com uniformes de policiais, médicos e engenheiros civis, dentre outros. Não é que a tropa do Catraca Livre tenha qualquer moral para criticar essa foto. Na verdade não tem moral nem mesmo para falar do assunto de cabeça erguida.

Eis a redefinição da escória moral.

Anúncios

15 COMMENTS

  1. Brazil… nem vou falar muito porque o Luciano vai dizer que sou da “direita pessimista que falha em entregar resultados”

    Porém, deixe-me dizer só uma coisa: Brasil!!

  2. “A arte da extrema-esquerda é cometer as piores atrocidades do mundo – daquelas que envergonhariam qualquer ser moral ”

    Luciano, é de toda a esquerda. Não existe esquerda pacífica. O que existe é esquerda que ainda não genocidou, porém só não o fizeram por falta de oportunidade. Lembre-se disso.

  3. concordo uma das ferramentas desse socialismo ditatorial e corromper valores já a muito perdidos,o pior e ver esses filósofos de botequim porta de faculdade indo maria vai com as outras e fazendo quase exatamente o que eles querem,dividir e conquistar.

  4. É mister lembrar que esses tais são todo elogios a ditadura de Cuba, onde a polícia de lá pode prender apenas pelo método “Minority Report”, baseada na ideia de que a mera suspeita é indício de crime, para prevenção. Ou que eles amam a tropa nacional de Maduro, que andou assassinando estudantes ano retrasado e passado.

    É aquele duplo padrão normal dessa galera. Sem contar que essa gente adora promover o ódio contra grupos discordantes, pedindo o rigor da lei contra esses grupos, onde fica o questionamento: quem vai cumprir os mandados de prisão mesmo?

  5. Se fosse uma criança vestida de funkeira o pessoal da esquerda aplaudia.
    Uma dúvida, seria bom começar a apoiar um candidato a presidência da república e candidatos para deputados e senadores ou é muito cedo? Jair Bolsonaro é o nome da direita hoje?

    • Se fosse uma criança vestida de funkeira, em uma parada gay simulando sexo com símbolos religiosos, a esquerda estaria ainda tendo orgasmos múltiplos.

  6. Quem sabe uma fantasia toda de preto, só com os olhos de fora e uma cimitarra na mão agradaria mais aos nossos meigos terroristas e amantes de ditaduras em geral…

  7. É o politicamente correto? trabalhando para a dissolução moral e o embuste. Fantasiar uma criança de che, pode? (o Jean Wyllis já se fantasiou). Crianças e adolescentes nas favelas (oops comunidades) portando AK47’s ou automáticas 9mm (que um cidadão honesto não tem o direito de portar) pode?

  8. É compreensível a reação do Catraca livre. Seus valores são opostos a todas as instituições que valorizam a ordem, a hierarquia de valores, e a família. Para eles esses são valores burgueses que devem ser destruídos através da destruição da família, da relativização de toda e qualquer verdade, a dependência contínua da sociedade e dos indivíduos ao Estado.

    São ideólogos do atraso, do caos, da tirania, imorais e corruptos.

Deixe uma resposta