Feministas suecas pedem: “não nos protejam de estupradores islâmicos”

64
295

feminismo_sueco

No lema “um dia por vez”, a esquerda europeia vai se revelando cada vez mais desonesta e cínica, desumana ao ponto de apavorar até mesmo alguns psicopatas.

Segundo o Barritrad, grupos feministas da Suécia iniciaram uma campanha não contra os imigrantes islâmicos que estupram as mulheres suecas, mas contra os homens suecos que decidam protegê-las.

Grupos feministas criaram a hashtag #inteerkvinna – que pode ser traduzida como “não somos suas mulheres. Como parte da propaganda, ainda tiveram o desplante de lançar o frame: “É de VOCÊ que temos medo”. Quer dizer: o problema é o “patriarcado e a cultura masculina de proteção à mulher”, e não os estupradores islâmicos, que rejeitam a cultura atacada por elas.

Mas na verdade, essas feministas mentem ao distorcer os fatos do mundo. Para um homem, dizer “minha mulher”, é como para uma mulher dizer “meu homem”. Algo plenamente normal. Daí a biologia nos mostra o maior potencial físico masculino, e, portanto, maior capacidade de defender sua mulher de violência física do que uma mulher tem de defender seu homem Obscurantista no nível das eras tribais, o feminismo ignora não apenas a biologia, como toda a ciência.

O pior é que, ao rejeitarem o conhecimento humano sobre as relações animais, as feministas tripudiam sobre várias mulheres que foram estupradas por imigrantes islâmicos na Suécia e as muitas que ainda sofrerão o mesmo destino.

Advertisements
Anúncios

64 COMMENTS

  1. Suécia, o mais degenerado país do mundo! Essas idiotas depois de estupradas pelos muçulmanos, ainda vão ter a garganta cortada com a faca! Merecem isso, pois é isso que essas degeneradas putas querem!

    • Postaram isso num outro grupo e veio uma menina que dizia morar na Suécia esclarecendo o fato. Ela disse que o que aconteceu foi que depois de alguns casos de estupro, uns reaças malucos decidiram sair no meio da rua, espancando qualquer um que tivesse cara de imigrante. Daí algumas feministas decidiram protestar contra isso, dizendo que não querem ser defendidas DESSA FORMA, na base da justiça com as próprias mãos. Não tem nada a ver com pedir pra serem estupradas, e sim por não apoiarem essas “gangues da justiça”.

      • Mesmo que fosse assim, não era bem melhor, mais correto e mais semântico dizer ” Nem todos os imigrantes são estupradores: Não a justiça pelas próprias mãos”. A frase das feministas, mesmo nesse contexto é meio idiota. Quer dizer que eu não posso defender mulheres, mas posso defender homens? Quer dizer que não posso defender um cidadão por conta de seu gênero? Se eu vir uma mulher ser estuprada na rua eu não vou defende-la porque ela é mulher? A frase das feministas não faz sentido, mesmo no contexto exposto por vc.

      • Essa estória pontual, se for real, já denota mais do mesmo. Elas reclamam da reação, mas nunca da ação que causou a reação. Mas isto é sintomático, pois “reaças” são ocidentais, e homens ocidentais são opressores na mente dos fiéis da causa esquerdista. As feministas não fogem a essa regra…

      • Terlei Manochio Guilherme. visite no youtube um canal chamado khadija kafir. Em seguida procure por um vídeo que tem o nome “Entenda por que as feministas suecas não querem que os homens as defendam de estupradores islâmicos”. O retardamento mental das feministas suecas está mais bem explicado lá.

      • Pura mentira esquerdista. O que aconteceu foi que um grupo de 200 homens sairam não nas ruas, mas nas estações de metrô distribuindo panfletos dizendo basicamente que se a justiça e a policia não agissem para impedir os agressores sexuais, eles, os homens iriam começar a agir. As feminazis ficaram loucas com isso e inventaram toda a historinha de agressões contra imigrantes. Afinal, parece que mesmo com toda a educação pró-gayzista e feminazista muitos homens da Suécia ainda tem bolas e isso para as degeneradas é uma afronta maior que mulheres serem estupradas. E você tem cara de viado.

      • Mesmo que isto fosse verdade, graças a estes imigrantes, a Suécia virou o segundo país do mundo com maior caso de estupros. Perdendo apenas para a Africa do Sul onde estima-se que uma em cada três mulheres é estuprada.
        Mulher alguma deve ser estuprada. Mesmo que existam, estas “gangues de justiça”, são um problema MUITO menor.

      • Salve.
        Nada com os direitos ou a defesa da mulher motivou a tal campanha feminista contra os cidadãos que tem se mobilizado contra os ”rapefugees”. É o controle da narrativa o que importa e a Esquerda nunca teve nem jamais terá qualquer pudor em mentir para obte-lo…
        Essa conversa de ”neo-nazistas” estarem espancando pobres e indefesas crianças migrantes [crianças do tipo da que esfaqueou até a morte uma assistente social em um abrigo para ”jovens”, no caso um galalau de quase dois metros e barba no queixo…] vem exclusivamente do jornal de extrema-esquerda Aftonbladetl de Estocolmo, distribuida aos demais veículos de imprensa e amplamente repercutida na esgotosfera…
        A declaração oficial da polícia de Estocolmo sobre os acontecimentos da noite de 29 de janeiro de 2016. não menciona quaisquer “ataques contra crianças” ou qualquer coisa mesmo perto
        Mais detalhes no link.
        http://newobserveronline.com/stockholm-attack-invented-by-controlled-media/

      • Salve.
        G1? Nossa… fonte isenta prá caramba… mas nem lá se explicita qualquer caso de agressão efetiva contra nenhum imigrante [só o da mãe e seu filho suecos assassinados por um… imigrante!], fica tudo em alegadas ”ameaças” e ”intenções” e na realidade da repressão policial ao direito de manifestação dos cidadãos suecos, que não tem qualquer obrigação de achar lindo que seu país seja invadido por hordas de imigrantes oriundos do grande fracasso civilizacional que é o mundo islamico.

      • Lógica do José Lemos e dos demais esquerdistas: imigrantes defendidos pelo politicamente correto podem fazer o que quiserem, mas não podem sofrer nenhuma consequência dos europeus.

        José Lemos, leia atentamente essa matéria: http://newobserveronline.com/stockholm-attack-invented-by-controlled-media/

        Não teve nenhum ataque de europeus contra imigrantes inocentes como a matéria do G1 está afirmando.
        Isso foi uma invenção de um jornal de extrema-esquerda da Suécia que a mídia progressista está repetindo para tentar inverter a realidade de quem está agindo igual bárbaro em um país civilizado.

  2. Não seria interessante em falar de neofeminismo, ja que existe o neoateismo, Ayan? porque as feministas inocentes, acabam entendendo tudo errado, e acham que nos somos os caverniculas

      • Toda as mulheres que nao sao militantes e veem um unico feminismo, “aquele que busca direitos das mulheres”… elas acham que feminismo atual é isso, só que não é, ai seria interessante dividir em dois grupos o feminismo, deixando claro, que sao as marxistas.

  3. Bando de feminazis mentalmente desequilibradas…. mas quem regra geral estupraria essas barangas mostrengas?! Desde quando essa caterva representa as mulheres? !

  4. Isso prova mais uma vez que as feministas são cumplices dos radicais islâmicos e por isso do silencio dessa gente quando os radicais mulçumanos estupram mulheres.

    Agora muitos sabem do porque do silêncio de uma Lola Aronovich quando acontecem estupros pelos cabeças de trapo.

  5. ““não nos protejam de estupradores islâmicos””… com o maior prazer meu bem! pode ficar tranquila que não vou mover nem um dedo.aliás,vou sim.,pra pegar a pipoca. rsrs
    vocês que se fodam!

  6. Não se trata de querer ou não, a Lei existe e deve ser respeitada. Já diziam os romanos: Dura Lex, Sed Lex. Todavia, inexiste estupro consentido, exceto se a mulher for menor incapaz. Se o ato sexual foi consentido, sendo a mulher adulta e em pleno uso das faculdades mentais, não há crime. Se querem ser estupradas por islâmicos, que o sejam, mas não chamem esse ato de estupro. Trata-se apenas do exercício de instintos bestiais.

  7. Feministas protegem estupradores islâmicos e rejeitam homens normais ! Que tem a todo o custo efeminar o homem Ocidental e realmente conseguiram não somente na Europa, mas em boa parte do mundo. São pessoas mentalmente perturbadas, inimigas das mulheres normais e inimigas de todos os homens. Invejam o homem não somente por seu poder como também por sua alta inteligência e enorme capacidade criativa. Grande parte dessa culpa e dos próprios homens. Imaturos, fracos emocional e instintivamente, dão enorme poder as mulheres de modo geral, feministas ou não. Com o passar das eras a mulher foi mais e mais bajulada e principalmente a ocidental desenvolveu um ar de arrogância que já na época de Schopenhauer os asiáticos consideravam todos os galanteios ocidentais às mulheres como algo ridículo e digno de risos. O homem comum, o antigo e o moderno, à vista de mulheres bonitas, descontrolou- se de seu auto domínio e passou a um comportamento subserviente, e a mulher com sua inata capacidade de perceber as reais intenções de todo esse galanteio, formalidades, tentativas ridículas de impressiona- las, logo tratou de usar isso a seu favor, manipulando a seu bel prazer milhões de homens tolos e fracos, controlando- os por suas necessidades afetivas e sexuais. Com o advento do feminismo, passou a controla- lo pelo medo, medo de reprovação social, de isolamento, de punições jurídicas. Quando o homem amadurece de verdade e passa não somente a se autoconhecer e estabelecer regras para si mesmo, como também as artimanhas femininas e feministas, nada do que elas façam poderá nem intimida- lo, nem manipular de qualquer forma. Mas, sem amadurecimento e esperteza, o homem moderno e tolo vai agir meramente como uma besta sexual, um cachorrinho salivando e abanando o rabo pela atenção de sua dona, sendo manipulado as vezes inconscientemente, sem controle algum nem de si mesmo, nem das mulheres. E, não interessa o que qualquer um aqui diga, contra fatos não há argumentos: mulheres gostam de homens que estejam no controle de si e do relacionamento. Quem quiser pesquisar sobre Hipergamia e quiser por si mesmo verificar isso na vida real, fique a vontade. Rodam- se as feministas. Não merecem respeito algum.

  8. Quem é que vai querer estuprar umas carrancudas como aquelas da foto? Talvez alguns islâmicos que estejam matando cachorro a grito aceitem partir para o sacrifício e encarar tais bagaças.

  9. “não nos protejam de estupradores islâmicos”. Claro, ñ são as feministas que estão sendo estupradas. São as mulheres normais.
    Acho que nem os islâmicos querem as feministas, todas feias.

  10. Isso é o que dá deixar as feministas atuarem sob o lema “em defesa das mulheres”. As feminazis da terceira onda atuam exclusivamente em prol da esquerda totalitária. Nunca se importaram com as mulheres e o melhor exemplo vem da Suécia onde o foco do feminismo está na desconstrução da sexualidade masculina. As feminazis estão cagando para mulheres.

    Esse tópico em específico revela na minha opinião um dos maiores medos do feminismo assim como de outros movimentos de esquerda: Que outra classe social comece a advogar pelos ditos oprimidos (nem sempre o são). Que resultados positivos em função de políticas realistas comprovem que o feminismo de terceira onda nunca serviu para nada a não ser subversão esquerdista. Que feminazis que se calam diante de estupro são piores que bandidos em reclusão que não perdoam estupradores.

    Temos que amar e defender nossas mulheres com unhas e dentes contra essas sangue sugas totalitárias.

  11. Pô, essas moças finalmente acharam uns caras com “coragem” para “encará-las” mesmo não estando bêbados, aí vem uns chatos e querem proibir a farra!!! E onde fica o direito dessas recatadas feministas em serem estupradas? Tenham dó!!!

  12. Mas que putas essas deveriam agora se lembrarem de dizer tamanha bestera ( deviam era ter vergonha de serem umas autênticas vergonhas ao como da terra)Que elas não nos represente porque temos orgulho em nós,, não nessas vacas oferecidas.

  13. texto machista e xenófobo. O que as mulheres protestaram foi pela forma como foram “protegidas”, as usaram de desculpas para caçaram estrangeiros. Europeus estão procurando desculpa pra caçar imigrantes de todas as formas. Fora que, esse lance de homem proteger mulher é algo fundamentado na questão natural, mas tambem fundado no machismo, pois vivemos em um mundo civilizado onde a força fisica não devia mais medir capacidade de ninguem e que nao devia haver necessidade do uso da força pra se manter vivo.

    • Machista e xenófobo é teu cu.

      E você é mentiroso. Ninguém quis “caçar estrangeiros”, mas denunciar a submissão ao islamismo.

      Isso que você disse é ridículo: “fora que, esse lance de homem proteger mulher é algo fundamentado na questão natural, mas tambem fundado no machismo, pois vivemos em um mundo civilizado onde a força fisica não devia mais medir capacidade de ninguem”.

      Ué… nesse “mundo civilizado onde a força física não devia mais medir capacidade de ninguém”, 600 mulheres foram abusadas em Colônia. Cadê a validação de tuas regras? Eles usaram A FORÇA FÍSICA para violar as mulheres. E os homens europeus não as defenderam. Reconhecer isso não é machismo, mas os fatos.

      e que nao devia haver necessidade do uso da força pra se manter vivo.

      Falácia da esperança… Dizer que algo “deveria ser” não muda o fato em relação a COMO É. E no cenário atual, os homens europeus estão com medo de proteger as mulheres, enquanto muitos islâmicos não estão com medo de violá-las.

      FATO.

      E se depender de gente como vocês, elas estão ferradas…

    • É verdade, a força física não é mais nada. É só dar um olhada no cais do porto e ver quem descarregas aquelas cargas.Na construção civil só a mulheres fazem o serviço pesado. Não tem mais borracheirO, só borracheirA. Quem descarrega uma jamanta cheia de sacas de cimento de 60 kg cada? São mulheres felizes e cantantes…. Feminismo (principalmente pela burrice e mentiras) devia dar cadeia!

  14. As estórias sofrem distorções na medida em que viajam boca a boca. Nos anos 60 havia o Bandido da Luz vermelha que assaltava casas e depois estuprava as mulheres (ficou muitos anos preso no manicômio judiciário em Franco da Rocha – se não me engano – e pouco tempo depois de liberto acabou assassinado). Mas a estória que se contava à época é que, (era considerado um sujeito bonito o tal Bandido; o que tem a ver não sei!), nos contidos anos 60 muita mulher dormia com a janela aberta na esperança que o Bandido da Luz Vermelha aparecesse … um psicólogo amador daqueles tempos diria que a possível vítima de estupro faria sexo sem culpa: ele tinha uma arma na mão, daí, fazer o quê? Diaria a mulher!

  15. Enfim as feministas suecas demitem existe estupradores Mussoumano lá na Suécia elas viviam negando que nada lá que ocorria entre muçulmanos e as suecas é visto agora aí está afirmação delas que existe estupros por muçulmanos na Suécia

Deixe uma resposta