Ditadura no carnaval: modelo é impedida de usar um tapa-sexo com imagem de Dilma

8
174

juisen2

E agora o petismo tirânico interfere até no carnaval. Como vemos no UOL, a modelo Ju Isen foi proibida de desfilar. Leia:

A modelo Jus Isen, destaque da Unidos do Peruche, foi impedida pela escola de samba de usar um tapa-sexo com a imagem da presidente Dilma Rousseff como protesto contra o governo federal no desfile deste sábado (6), no sambódromo do Anhembi, em São Paulo.

Em imagens exibidas pela TV Globo, a modelo apareceu sendo retirada da avenida por integrantes da agremiação, e, revoltada, jogou a fantasia no chão deixando os seios à mostra.

Em entrevista ao UOL antes do desfile, a modelo contou porque queria usar o tapa-sexo. “A minha fantasia é a repudia que todos nós brasileiros temos pela presidente da república, por toda a corrupção, falta de segurança, falta de escola, falta de hospitais. Eu vim realmente pra manifestar”.

Enquanto isso, a emissora que sempre está disposta a apoiar uma ditadura (como já havia feito na época do regime militar), afirmou que Ju Isen apenas “disse que” foi proibida. Mas as imagens mostram ela sendo retirada a partir de uma violência absurda e que deve ser rebatida com um processo seríssimo.

“Não sei por que proibiram, mas estou muito chateada. Estou me sentindo injustiçada. Eu quero o impeachment, o povo quer o impeachment”, disse Ju, que desfila como madrinha das passistas […]

Diante do assédio da imprensa com a possibilidade de Ju fazer o protesto, integrantes da Unidos do Peruche começaram a pressionar a modelo a não entrar com o tapa-sexo após a abertura dos portões.

“Mas mesmo assim eu quero fazer jus porque estou na avenida. Eu não quero jamais que a minha escola de samba seja rebaixada, como eu sempre disse, eu tive umas reuniões com o presidente, eu estou aqui para somar, então vou fazer o que eles querem.”

Ju disse que a ideia de usar o tapa-sexo foi dela, como todos sabem eu sou a musa do impeachment, musa das manifestaçõess, enquanto eu puder protestar vou estar fazendo isso”.

A assessoria de imprensa da modelo disse que recebeu um telefonema dizendo: “Ou ela desiste do carnaval ou arruma outra fantasia”. Eles compraram o macacão por R$ 300, mas ele custa mais de R$ 2 mil.

Essa é mais uma situação que mostra que, após termos tirado o PT do poder, devemos lembrá-lo como um período de vergonha para essa nação. Será a retirada de mais um governo ditatorial.

Anúncios

8 COMMENTS

  1. Nem lembro dela nas manifestações, pode ser alguém tentando se aproveitar. De qualquer forma, a agressão à ela ñ se justifica, mas esperar o que de um carnaval patrocinado pela Friboi.

    • Eu lhes afirmo categoricamente que se ela estivesse apenas peladona seria uma festa para todos ou entao com a palavra Jesus ou mesmo Deus ou entao Jair Bolsonaro, cobrindo as “vergonhas” ela seria a “rainha ovacionda do carnaval” e seria mostrada ao mundo e para a posteridade porem com a cara odiada de Dil-ma (7%), ele simplesmente cometeu um SACRILEGIO para os SERVICAIS do PETE, foi expulsa e sera enterrada viva e ninguem mais ouvira falar dela nesse pais de “bananas”

      • Compete a nós, não deixar ela ser esquecida, ou enterrada viva como você diz… Vamos aclamá-la, sendo oportunista ou não, pois é nossa oportunidade… Sejamos pois oportunistas e usar esse episódio para denunciar um ato de agressão violenta e opressora, assim com todos os adjetivos, e rotulando os rotuladores… Provam assim de seu próprio veneno, e ficam na defensiva… Sem falar que ela, a modelo, vale a pena ser defendida… Lindíssima!…

  2. No momento histórico em que vivemos no Brasil, não é de se estranhar a moça em questão não poder usar o tapa sexo com a foto da pessoa que ela queria. Os mesmos que censuraram a moça não censuraram a profanação de símbolos ou imagens ligadas às religiões cristãs.

Deixe uma resposta