Fernando Holiday: “Onde eles veem racismo, eu vejo amor”

8
115

imagem

Belas palavras foram escritas no Facebook de Fernando Holiday sobre o ataque podre e imundo feito pela extrema-esquerda contra uma família – ver aqui – por causa de uma foto inocente de carnaval:

Onde eles veem racismo, eu vejo amor.

A mais recente bizarrice do Movimento Negro e dos imbecis da corrente “politicamente correta” foi acusar um pai de ser racista por fantasiar seu filho de Abu, o melhor amigo de Aladdin – que era a fantasia do pai.

Segundo eles, o pai foi racista porque Abu – na história de Aladdin – é um macaco.

E se fosse um coelho? Um cachorro? Um esquilo? O que vou dizer aqui talvez incomode alguns, mas a verdade é que – cegados pelo ódio e pelo vitimismo barato – eles já não enxergam o amor, já não sabem o que é humanidade. Eles se veem e veem aos negros como animais, animais maltratados por homens brancos. Eles são os verdadeiros racistas, são repugnantes! Não me representam e não representam muitos outros. Porque eu me vejo e vejo todos os outros negros como seres humanos. Nem melhores, nem piores.

Na imagem enxergo pais se divertindo com o filho que amam. Não me importa sua etnia ou cor de pele. Na imagem vejo uma família feliz se divertindo no carnaval, fantasiados de personagens que também se amam e que querem o bem uns para os outros.

Não há com o que se desculpar. Não há do que reclamar. Só temos que lamentar a mentalidade imunda e deprimente dos que foram cegados pelo ódio. Que Deus me livre de tanto rancor e falta de amor.

Eu sempre admirei o trabalho do Fernando Holiday porque ele consegue expressar a indignação justa para os momentos. A direita em geral deveria aprender com isso. De nada adianta protestarmos, sem apontar a monstruosidade moral de nossos opositores. As palavras de Holiday devem servir como exemplo.

Anúncios

8 COMMENTS

    • racismo não é uma invenção mentirosa da esquerda. o racismo existe d é um problema de todos nós. Não convem agir por reflexo disparando um discurso automático negando o racismo toda vez que um acusação vem a tona.

  1. Garanto que se a criança fosse branca ou asiática ninguém teria dado um piu. Quando alguém vier novamente com essa ladainha de politicamente correto manda o infeliz adotar uma criança como o casal fez e já está na fila de adoção novamente. Essa a esquerdalha perdeu.

  2. As pessoas leigas precisam entender que esses movimentos sao POLITICOS, e nao lutam contra o racismo ou a favor dos direitos iguais, apenas querem dividir para conquistar.

    Vou usar uma evidencia anedotica:
    Minha mae é preta, a unica vez que sofreu racismo em toda sua vida, foi adivinha so, de uma outra preta, mais preta, que chamou ela de encardida.

    Unica vez, minha mae tem 60 anos.
    Existe racistas, sim, mas racismo = etnocentrismo, e isso todas, todas as etnias tem seus representantes etnocentricos.

Deixe uma resposta