Vai ter criança fardada sim! Mas não pode ficar só nisso.

6
115
Acima vemos, à esquerda, as fotos que incomodam a extrema-esquerda. à direita, vemos fotos elogiadas por ela. E agora?
Acima vemos, à esquerda, as fotos que incomodam a extrema-esquerda. À direita, vemos um exemplo de fotos elogiadas por ela. E agora?

Não sei se este blog foi o primeiro a denunciar a crueldade praticada por uma organização de “direitos humanos” contra uma criança e sua família em razão do uso de um uniforme da PM pela primeira. Mas é certo que, conforme vários feedbacks recebidos, esta publicação teve parte na atual campanha justíssima em favor do direito de as crianças aparecerem fardadas em fotos. (O texto “Catraca Livre pratica bullying contra criança vestida de PM” foi publicado na madrugada de 03/02)

Um amigo comentou o seguinte, após ter linkado a página para um amigo, capitão da PM na Bahia:

Para minha surpresa, após linka-lo a sua pagina nesse artigo, ele iniciou a postagem de uma série de fotos de crianças fardadas, de todas as corporações militares ( e não só a PM), fazendo o contraponto com imagem de crianças portando armas e imitando traficantes e “detonando” a postura preconceituosa da grande midia (em particular a midia). Isso ganhou proporções nacionais, e não só na Bahia (que tem um alcance razoável) e creio que seu artigo contribuiu para trazer essa discussão a tona. A corporação realmente ficou muito irritada, e estão iniciando um movimento de valorização da categoria a partir desse enfoque. Você faz parte disso. Não deixe de escrever e atuar, pois há repercussão dos seus artigos sim! Um abraço e bom trabalho.

Como já disse, eu não fico muito confortável me dizendo “iniciador de estopim”. Portanto, me contento em dizer que participei da fase inicial deste processo. E se um outro blog ou site fez alguma publicação anterior à minha, sem problemas. O que importa é participar! E, evidentemente, o resultado.

Por exemplo, vemos o sucesso da página de Facebook Vai Ter Criança Fardada Sim!, que tem dado um belo fatality na mídia de extrema-esquerda e nos coletivos não eleitos aparelhados pelo que há de pior em termos morais neste país.

Acontece que por causa da foto desta criança vestida de policial – volte ao post “Catraca Livre pratica bullying contra criança vestida de PM” para revê-la – publicada no Facebook oficial da PM de São Paulo, a coordenação estadual do Movimento Nacional de Direitos Humanos em São Paulo ameaçou acionar o Ministério Público por entender que a foto expôs a criança a vexame e a constrangimento público.

Veja a canalhice:

Naquela oportunidade, Ariel de Castro Alves, coordenador estadual do Movimento Nacional de Direitos Humanos e um dos fundadores da Comissão da Criança e do Adolescente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), tinha dito à equipe de reportagem que a exibição da foto violava o artigo 232 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

“Submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento”, com pena de seis meses a dois anos, segundo afirmou Alves. “A criança é colocada em uma situação constrangedora, vexatória. Foi exposta com uma arma, ainda que não seja uma arma de fogo, mas armas usadas para reprimir, como o cassetete e a algema para prender”.

O coordenador pedia a retirada da foto ou a retratação da corporação por entender que ela poderia gerar problemas para a criança no futuro. “Por ela ter sido colocada com símbolos de repressão e violência de uma polícia vista como repressiva, ela pode passar por situações de constrangimento na escola”, disse.

Quer dizer que Ariel de Castro veio com a ladainha de “pena de seis meses a dois anos”? Agora a campanha deve ir além, e enfiar um processo nas fuças desse sujeito, que praticou o crime de denunciação caluniosa, ou seja, ele imputou um falso crime à PM. É causa ganha! Com desonestos desse naipe, não adianta apenas desmoralizar: tem que processar. É preciso fazer justiça. Essa é missão para a associação de policiais, que deveria lançar um processo coletivo.

Mas o melhor de tudo mesmo foi reparar o que aconteceu com Kleber Thomaz, reporter do G1 – que lançou uma matéria difamatória endossando as baixezas de Ariel de Castro – após este ter entrado em contato com Sam Ruiz, criadora da página Vai ter criança fardada sim! A resposta foi espetacular:

Anúncios

6 COMMENTS

  1. Republicou isso em exateuse comentado:
    O Deputado Bolsonaro também comentou o caso no seu facebook:

    por Deputado Jair Messias Bolsonaro

    1- Foto de 2 crianças FARDADAS causou revolta na CANALHADA dos DIREITOS HUMANOS;

    – Ameaçaram ENQUADRAR alguns da POLÍCIA MILITAR de SÃO PAULO no Art. 232 do ECA.

    2- A revista NOVA ESCOLA estampa em sua capa um MENINO vestido de PRINCESA.

    – A mesma CANALHADA fica SILENTE, e a Revista é PREMIADA como a melhor capa de 2015.

    12705464_586197674862556_1811263936177820512_n

  2. Pois é Luciano, eu te disse que isso tinha que ser exposto, é uma classe muito grande, contando com muita gente. Só de efetivo são mais de 700 mil, mais as famílias, sem contar os militares das forças armadas, que também se sentiram afetados pela canalhice.

    Mas faltou você ligar os pontos e lembrar que a desumanização do policial está contribuindo para a destruição da segurança pública.

  3. Quero ver processo, quero ver o circo pegando fogo, quero ver mais ação e menos papo. Usem advogados para outras coisas além de defender o PT. Usem advogados para destruir o inimigo.

Deixe uma resposta