Sobre questão do TSE, Aécio novamente age como frouxo diante de Dilma

4
117

_____________AECIO-vale

Usando uma da regras maiores da política – personalizar as questões – Dilma Rousseff novamente demonstrou um misto de agilidade mental e cinismo estratosférico ao personalizar a ação de cassação de mandato de Dilma e Temer no TSE.

O jogo é muito simples e óbvio: Dilma sabe que o PSDB foi forçado pela população a entrar com a ação. Caso contrário, os tucanos ficariam de cócoras. Não fossem os tucanos, outros entrariam com uma ação no lugar e tudo ficaria ainda pior para o partido mais frouxo da política atual.

Mesmo assim, desonestamente, Dilma personalizou a questão e lançou vários ataques.

Na manifestação de defesa de Dilma ao TSE, estava escrito que o PSDB “faz uso político da Justiça eleitoral”. Alegaram inocência ao dizer que Dilma “nunca teve qualquer participação direta ou indireta em atos de corrupção para obtenção de doações eleitorais”. Em ataque, disseram: “O mesmo não pode ser afirmado em relação ao adversário Aécio Neves (PSDB), cujo nome já fora mencionado no âmbito da Operação Lava Jato em depoimentos de Alberto Yousseff, Carlos Alexandre de Souza Rocha (vulgo “Ceará”) e Fernando Moura.”

Não poderia faltar o discursinho do “mau perdedor”, dizendo que o PSDB, inconformado com a derrota nas eleições, busca obter “perante a Justiça Eleitoral aqueles inúmeros votos”. Sem perder o controle de frame, ainda afirmaram: “Na democracia, mais importante do que vencer as eleições é saber reconhecer a derrota imposta pelo voto popular”. Completando, dissram que não se pode permitir que o processo judicial “seja utilizado como palco de discurso político-partidário, como pretende” o PSDB.

Na sequência dos truques, afirmaram que o PSDB cometeu “ilações fantasiosas”, devendo até ser responsabilizado judicialmente por ter aberto ação contra Dilma por “manejo temerário” da Justiça Eleitoral.

É triste reconhecer. Mesmo que eles mintam do início ao fim, controlam o frame, jogam no ataque e não abaixam a guarda. Se tirássemos o componente moral, nos restaria aplaudir a agilidade no jogo.

Enquanto isso, a resposta de Aécio deve ser qualificada como frouxa, como sempre.

Ele disse: “A presidente insiste em tratar como uma questão partidária o que há muito tempo deixou de ser, para ser uma questão judicial. A partir do momento em que a Justiça Eleitoral acatou a ação, é porque viu elementos para fazê-lo. Ela busca um embate com o PSDB, mas a população brasileira quer respostas”.

Sinceramente, é muito pouco perto do ataque desferido pelo PT.

Ele conclui: “A defesa, além de desrespeito à Justiça Eleitoral, é quase uma confissão da completa incapacidade de responder às acusações de Ricardo Pessoa, de que deu dinheiro à campanha dela, e às afirmações do juiz Sergio Moro de que há provas de que dinheiro do petrolão foi para a campanha”.

Milagre: dizer que Dilma desrespeitou a Justiça Eleitoral foi um acerto. Mas no geral a resposta é mais um exemplo daquilo que cansamos de ver nas eleições de 2014. Para cada 10 rotulagens do PT, apenas duas ou três, no máximo, são respondidas. Na maior parte das interações de combate, o PT ganha sempre dos políticos tucanos.

Está na hora de começarmos a constranger Aécio e seus amigos tucanos forçando-os a abandonar o discursinho mela-cueca. Fizemos pouco shaming contra essa frouxidão durante as eleições de 2014. O resultado está aí…

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Aécio: “A presidente insiste em tratar como uma questão partidária o que há muito tempo deixou de ser, para ser uma questão judicial. A partir do momento em que a Justiça Eleitoral acatou a ação, é porque viu elementos para fazê-lo. Ela busca um embate com o PSDB, mas a população brasileira quer respostas”

    http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/eleicoes-2014/aecio-dilma-busca-um-embate-com-o-psdb-mas-a-populacao-quer-respostas/

    Incrível. É um banana mesmo. O PT dissolve a reputação do cara a cada movimento e ele acha que o PT quer alguma coisa além de arrancar as pregas dele e acabá-lo como opção para presidente em 2018. E lá se vão mais alguns pontos em pesquisa eleitoral…

  2. Seria interessante se aparecessem vídeos no youtube com um ator parecido com o Aécio e o imitando, mas dando as devidas respostas que os tucanos quase nunca dão.

    * * *

  3. Ridícula a política brasileira, principalmente a que o PT faz. A saída da Dilma é um grito do povo nas ruas e não do PSDB, que é uma porcaria igual ao PT. Mas a meléfica tática esquerdista petista é sempre essa confundir!

Deixe uma resposta