Conheça a “democracia” da Coreia do Norte

1
916

minions

A mente socialista não é muito complexa de se examinar depois que pegamos o jeitão da coisa. Todos os rótulos que eles mais buscam atribuir a si próprios significam o inverso de como se comportam. A coisa também funciona na contramão: os principais rótulos que tentam atribuir aos oponentes são o inverso do que apontam. Desta feita, se eles te chamarem de fascista, significa que você está livre de qualquer traço de fascismo. Estudar o padrão da “big lie”, conforme popularizada por Joseph Goebbels, pode ter uma boa serventia.

Espera-se, portanto, que eles manifestem especial empolgação enquanto definem os países mais socialistas do mundo como “democracias”. Fazem isto a fim de facilitar a implementação de seu totalitarismo. Não surpreende que quando eles dizem “democratização de meios de comunicação”, na verdade falam em censura.

Seja lá com for, nada melhor que conhecer como funciona a República “Democrática” da Coreia do Norte, em ótimo vídeo trazido pelo Juntos pelo Brasil:

Anúncios

1 COMMENT

  1. Se um morador quiser visitar um parente em outra cidade, ele deve pedir permissão ao governo, que analisará a demanda, e depois dirá se permite ou não a viagem.

Deixe uma resposta