Fiquem de olho na “ruptura” de Dilma com o PT. Pode ser treta

8
132

___dilmalula

Muita gente anda acreditando que Dilma está “rompendo” com o PT. Nunca acreditei nesta hipótese, e, ao que parece, o Implicante parece que também não. Leia:

Recentemente, temos acompanhado um afastamento entre Dilma Rousseff e o PT. A desavença atual passou da pura ameaça e foi às vias de fato, com direito a dirigentes do partido hostilizando a presidente de forma pública. Serve de exemplo a declaração do presidente petista do Rio de Janeiro, Washington Quaquá. Ele disse: “Acho melhor ela (Dilma) ficar quietinha em Brasília. Ela está tomando um rumo diferente do nosso. Ela não tem compromisso com o (nosso) projeto popular para o país (…) Ela (Dilma) está destruindo todo o nosso legado econômico e na área social…”

E o fato não é isolado no Partido dos Trabalhadores. A fala do presidente da seccional do RJ reflete a de muitos outros. Mas a pergunta é: trata-se de divergência totalmente ideológico-programática ou é cálculo estratégico?

Isso porque a presidente está hoje mais fragilizada do que nunca, com duas hipóteses de afastamento ganhando força exponencialmente (impeachment ou cassação). Estaria o PT já ensaiando um discurso para 2018? Sim, pois o partido concorrerá, tendo ou não impeachment, tendo ou não cassação. E, se houver mesmo afastamento de Dilma, será preciso estabelecer desde já uma narrativa.

E, hoje, parece ser este o caso.

Muito provavelmente sim.

A tendência é que o PT se declare como “vítima das pressões fisiológicas”. Devem tentar imputar a culpa de tudo “na alianças com o PMDB”. Obviamente, para endossar seu golpe de controle bolivariano de campanhas dirão que a culpa “é das empresas”. Ninguém sabe rebater isso. Provavelmente contratem Mark Manson e Leandro Karnal para fazerem mais textos dizendo que “a culpa é de todo o povo brasileiro e, sim, É DE VOCÊ MESMO”.

Enfim, não faria sentido – na lógica petista – que existisse uma ruptura real. No máximo, uma ruptura simulada, com base no aproveitamento da ingenuidade da oposição, que quase nunca consegue visualizar os eventos do mundo com a mesma agilidade dos petistas.

Anúncios

8 COMMENTS

  1. real ou simulada, pouco importa.
    o PT sabe que o pais precisa de varias reformas e vai usar isso como desculpa para nossa situacao atual.
    vamos passar uns anos bem mal das pernas.
    ateh 2018, ainda estaremos mal.
    e dai o PT vai culpar os setores conservadores, as reformas necessarias, o ajuste fiscal, e todas as medidas que foram e serao tomadas para conter essa crise criada por eles mesmos.
    mas eu nao creio que vah adiantar alguma coisa.
    o PT estah moralmente falido.
    e a coisa ainda vai piorar com mais delacoes e investigacoes.

  2. Quem não os conhece que os comprem. Pode até ser que a ruptura seja real, mas a preparação da narrativa que você menciona é real em qualquer caso. Eles não mudam, apenas adaptam o discurso à situação do momento. E assim as nulidades continuam sendo publicadas na imprensa.

  3. Hoje não dá para acreditar em uma ruptura, nem tão cedo, uma vez que ela é integrante do PT e presidente do pais por essa facção, e como essa Paródia de Trambiqueiros precisa dela, é improvável que se desvinculem um do outro. Talvez somente após 2018 ou quem sabe mais tarde, ela seja desligada do gangue, talvez.. Porém, pode-se tirar um beneficio disso na guerra política contra eles, uma vez que esse fato pode ser jogado na cara dos mortadelas e usado para calá-los, e eu tenho feito isso!

  4. Voce insisti em dizer que a oposição é ingenua, mas o Caiado esta falando sobre isso o tempo todo… entao que oposição é ingenua? Aecio e Cia?

  5. Joguinho batido.
    Dilma está para o PT assim como Stalin está para o partido comunista russo.

    Como colocar em pauta as idéias, mesmo que não integralmente já da mais merda do que o tolerável, a alegação de que “deu ruim, pq só foi utilizada metade da dose do veneno”, e que “se a dose completa do veneno tivesse sido utilizada, daria tudo certo”, por fim “como nós defendemos a dose completa do veneno, e nosso representante só utilizou metade, ele é contra a nossa pauta” (pior, alguns chegam ao cumulo de dizer “nosso representante é de extrema-direita, pois usou apenas mentade de nosso veneno”). Essencialmente essa é a razão pela qual Stalin “não é comunista de verdade”.

    Discurso estupido, obviamente mentiroso, e que na pratica só engana a massa de manobra do proprio partido. Mas se não resta outro artifício, este é um artifício. A diferença aqui, é que existe uma possibilidade da oposição entregar de mão beijada o discurso….

  6. Eu acredito numa ruptura real. Não motivada pela ideologia, lógico. Dilma pode acabar sendo o bode expiatório que o PT deseja para manter alguma credibilidade enquanto ainda precisa dela.

  7. É treta. Certamente para tentar se desvincular ao máximo perante ao público mais leigo em política de que a crise que está aí não está vinculada a política totalitária PETISTA. Isso abre um leque de opções de argumentos para a campanha PETISTA. Uma espécie de contenção de danos para 2018. Por isso nesse ponto eu concordo com Arnaldo Jabor. Tem que sempre deixar claro que a culpa de tudo isso que está acontecendo é de um sujeito que quer implantar o comunismo no Brasil e se chama Lula. Não que isso diminua a responsabilidade de quem está no cargo de presidente neste momento.

Deixe uma resposta