Petistas ainda insistem nas urnas eletrônicas. Parece gozação, mas não é.

17
110

___urnaseletronicvas

Eu sempre achei que a direita true brasileira exagerava ao reclamar das urnas eletrônicas. Sempre pareceu mais fuga da responsabilidade por não terem jogado o jogo político. Ainda assim, as urnas eletrônicas não apenas não são confiáveis, como não possuem credibilidade em qualquer país sério do mundo. Motivo adicional para tirarmos essa tralha do caminho, substituindo-as por urnas parcialmente eletrônicas (com voto impresso) ou mesmo retornarmos ao voto em papel.

Como sempre na contramão da busca pela transparência, o articulista bolivariano Mauro Santayanna argumenta em contrário:

A Justiça Eleitoral fará de novo, entre os dias 8 e 10 de março, em sua sede, em Brasília, um teste público de segurança, em que qualquer um pode colocar à prova nossas urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro, considerado por especialistas internacionais como um dos mais seguros do mundo.

São alguns dias para perguntar para os idiotas que afirmam na internet que a eleição foi roubada, por que eles não conseguem justificar essa tese, mandando, contratando, pagando, seus hackers para provar o que dizem.

Será que é porque esse sistema está mesmo entre os mais avançados do planeta, ou por que os “hackers” da vanguarda do atraso no Brasil tiveram suas mentes “hackeadas” pelo vírus da imbecilidade?

Se acham que as urnas são manipuladas, a saída é simples: provem!

Em tempo: esse tipo de teste, controlado – e em data específica – dificilmente terá a presença e a preparação necessária para os hackers. Pior ainda: os próprios organizadores da validação não são confiáveis. Um teste decente só poderia ocorrer por uma parte externa, jamais organizada por órgãos ligados ao governo petista. Isto é o básico do básico de qualquer validação séria em um mundo pós-Karl Popper. Logo, o teste a ser executado não tem valor algum.

Porém temos outro agravante: o espertalhão que atende por Mauro Santayanna trata seus leitores como idiotas, pois como pode o sistema estar “entre os mais avançados do planeta” se não permite nem uma validação comparada com registros físicos? Isso é o mínimo que se espera de qualquer sistema gerando riscos. Se as urnas eletrônicas são avançadas é somente em sua cara de pau de seus defensores ao mentir sobre como funcionam os controles de segurança da informação.

Convoquem qualquer profissional certificado em CISA (Certified Information Systems Auditor) ou CISM (Certified Information Security Manager) e lancem o seguinte questionamento: “Existe um sistema que gera riscos de invasões, assim como todos os sistemas criados por seres humanos. Este sistema não permite a comparação das transações efetuadas com qualquer tipo de registro físico ou digital. Ou seja, não há como se emitir um “recibo” de forma alguma. Você considera como aceitável a existência de um sistema assim em sua organização?” A resposta é sim ou é não. Obviamente, optarão pela última.

A mera existência de um sistema desse tipo – para um tipo de transação que pode perfeitamente gerar seus registros físicos ou digitais – é o problema. Santayanna: vá estudar sobre segurança da informação antes de tentar enrolar os outros. Aliás, é muito, mas muito suspeita essa tentativa de validar as urnas eletrônicas. Tentar vender ao povo a utilidade de se ter um sistema cujas transações não podem ser auditadas é uma ofensa à inteligência e aos pagadores de impostos em geral.

Anúncios

17 COMMENTS

  1. Não há sistema 100% seguro, pois falamos de almas humanas. O problema maior é quando o sistema fica disponível para manipulação por quem o controla. Assim fica simples entrar em um programa do sistema alterar uma rotina que interesse e pronto voila, o resultado desejado aparece.Não será através de hackers que o sistema será invadido e alterado mas sim a possibilidade é que aconteça por dentro de quem controla o sistema. Como foi feita a apuração em 2014 ? Quem eram os comandantes da operação ?Quem conhece os códigos dos programas? O camarada que faz o desfio é só um bravateiro, não sabe do que fala.

  2. Como se o problema fosse os “hackers”, e não os petistas que programam as urnas para fraudar, como naquele caso dos bingos eletrônicos adulterados para fraudarem sempre o resultado e assim não haver ganhadores ou haver um mínimo para não levantar suspeitas, tanto que os bingos foram banidos, e tem idiota, ou quem sabe bandidos e/ou políticos querendo lavar dinheiro com sua volta! Pra quem sabe, o próprio Estados Unidos fiscalizam os caça-níqueis deles para evitar esse tipo de fraude, então, como confiar em urnas eletrônicas em terras tupiniquins? E mais, se um Petista está tão confiante assim que a urna é segura, então desconfie! afinal, é um petista…

  3. Se as urnas eletrônicas são 100% confiáveis e infalíveis, por que os fiscais eleitorais recebem cursos para identificar e prevenir fraudes?

  4. No caso de software, que é minha área, vejo que todos que vão palpitar sobre as urnas apenas falam groselhas. Conspirações de que o PT se beneficia das urnas. Poxa, vamos aumentar o nível né ? Publique coisas das quais você tem confirmação e não apenas raivinha.

  5. “A reprodução do artigo, escrito pelo ex-deputado tucano José Anibal, pelo site Brasil 247, principal página petista na internet, deixou claro que o PT não só apoia a saída de Dilma Roussef do poder, como também encontrou um meio terceirizado para apoiar as manifestações do próximo dia 13 de março”
    PT se posiciona e quer renúncia de Dilma Roussef
    http://wp.me/p4s64T-gg

  6. O texto foi generoso. Esse teste é uma vergonha nacional, um embuste, uma verdadeira palhaçada que coloca um nariz de palhaço em cada brasieliro. O prof. Diego Aranha falou sobre os procedimentos do TSE durante os testes de que ele participou em 2012 e os detalhes são, a meu ver, estarrecedores. Coisas que um formador de opinião deveria conhecer. Creio que vc, Luciano Ayan, não viu – imagino que por isso tenha sido tão suave em sua postagem. Se estou certa, então, fica a sugestão para que veja, apreciando todos os detalhes: https://www.youtube.com/watch?v=25Fq2urGTW4

  7. Olá, Luciano Ayan,
    Estou certa que esta mensagem não será publicada (nem precisa) mas sei que vc irá lê-la em off, então quero deixar aqui uma outra recomendação, semelhante à que fiz pela manhã. Abaixo deixo um link para uma série de 3 vídeos sobre as urnas que são essenciais para vc ter a dimensão do quanto a situação é sórdida. Talvez vc já tenha visto algum, como o do estudo de Princeton (é um clássico) mas se houver algum que vc não tenha visto, peço que veja. No mínimo, o do Fórum vc certamente não viu. São 4 horas e pouco, mas é um vídeo essencial para quem quer ter noção do assunto (eu vi esse vídeo 2 vezes – foram 8 horas da minha vida). E ter uma BOA noção desse assunto é, a meu ver, ESSENCIAL para um cientista político. Sua postagem deixa a impressão de que vc não sabe da missa 1/3…
    Luciano Ayan, eu não sou ninguém, nem pretendo. Sou só uma pessoa que observa, tímida demais para participar do jogo político. Até porque não tenho o menor perfil psicológico para isso – e nem conhecimento. Mas vejo que certas informações são essenciais demais para que fiquem no limbo. E vc é um dos que podem tirá-las de lá. Vc pode divulgar e tb conversar com seus contatos, para que eles divulguem também. Quanto mais as pessoas souberem dos absurdos que o nosso Governo faz, mais ficarão indignadas para tirar a Dilma da presidência.
    Seria muito legal se um vlogueiro bem popular fizesse um vídeo falando sobre isso, numa linguagem jovem e de forma lúdica. Com o Kim e o Fernando Holiday acho que ficaria bem legal. Fica o pedido (súplica) para que o façam… é um assunto deveras importante.
    Abs
    IF

    http://sovouseeufor.blogspot.com.br/2015/10/nosso-sistema-eleitoral.html
    Obs.: A palestra do prof. Diego Aranha que sugeri pela manhã faz parte do vídeo do Fórum.

  8. Eles ainda contam com as urnas eletrônica para dar uma sobrevida ao PT. Lembremos das eleições mnicipais deste ano. Eles contam com as urnas. Grandes cidades como São Paulo são estratégicas para o PT. Eu não tenho dúvidas que o incompetente (para dizer o mínimo) prefeito da cidade de São Paulo, o petista Fernando Haddad, foi eleito como uma ajudinha das urnas. Se o governo petista não for eliminado bem antes, o PT vai ser “absolvido” pelas urnas eletrônicas nas eleições municipais.

Deixe uma resposta