Lula ministro. Ou: a importância estratégica da afronta para o PT.

18
58

000_51

Uma das coisas mais bizarras que uma parte da direita inventou é a teoria de que “todos os partidos de esquerda dão no mesmo”. Basicamente, é uma técnica retórica de difamação. Assim como os neoateus diziam que “todas as religiões dão no mesmo” – mesmo sabendo da diferença fundamental entre o islamismo e o cristianismo, em termos de violência – a direita true diz que “PT e PSDB dão no mesmo”. A tática é puramente propagandística e fantasiosa, gerando gravíssimos efeitos colaterais.

O maior dos danos é a incapacidade mental de saber tratar – de verdade – um inimigo como o PT. Ressignificado para “apenas um partido igual o PSDB”, o PT acaba não sendo combatido adequadamente. Isso é mais do que óbvio: sendo que o PSDB não tem intenções totalitárias mas o PT sim, se acharmos que “ambos são a mesma coisa” ou inventamos um totalitarismo inexistente para o PSDB ou ignoramos o totalitarismo do PT. Essa é uma das consequências cognitivas de adotarmos a técnica dizendo que “todos os partidos de esquerda dão no mesmo”. A realidade é bem outra: há uma diferença entre PSDB e PT e o último é de fato o maior inimigo da democracia atualmente. Um cérebro que entenda essa diferença é capaz de lutar prioritariamente contra o PT e, em um segundo momento, lutar contra outros partidos mais moderados de esquerda.

Seja lá como for, mais uma evidência do diferencial do PT quanto à periculosidade se vê na nomeação de Lula como ministro da casa civil. Ao contrário de qualquer outro partido grande do Brasil, o PT consegue governar pelo sadismo. Partidos como PMDB e PSDB nem de longe conseguem executar tal proeza. Para o PT, emular as técnicas do Marquês de Sade é algo que eles comem com arroz e feijão. Com isso, mesmo um dia depois da maior manifestação da história do Brasil – que deixou o governo petista por um fio -, eles executam a ameaça da nomeação que já vinha rondando o país há uma semana.

Muitos se sentem ofendidos, ultrajados e indignados. Mas essa é apenas a essência do sadismo: humilhar os demais por afrontas diversas e com isso abaixar a guarda dos alvos da submissão. O sadismo não é baseado no sofrimento alheio, mas na humilhação para obtenção do benefício maior: a servidão voluntária. O cérebro humano se confunde quando é agredido em momentos estratégicos e, na reação ao ataque, pode subconscientemente acreditar no poder supremo de quem o humilha. É raro conseguir esse efeito: é preciso de talento para receber submissão após atos de destruição. O sadismo é também um jogo arriscado. Às vezes a vítima se rebela e o jogo fracassa. Mas o PT tem conseguido obter bons pontos com esse recurso. Evidentemente, a nomeação de Lula como ministro é parte do jogo. Se vamos nos indignar suficientemente para fazê-los pagar o preço da afronta é uma questão em aberto. As cartas estão na mesa.

Pelo menos é essencial nos conscientizarmos de que o PT não é um adversário como qualquer outro partido grande do Brasil. É um partido que se mantém no poder pela barbárie, pela psicopatia e, como vimos hoje, pelo sadismo. Se não compreendermos o PT como um partido mais perigoso do que qualquer outro de seus principais adversários e, enfim, o principal inimigo, pode ser que os sádicos novamente levem mais uma.

Anúncios

18 COMMENTS

  1. Durante as manifestações, Alckmin e Aécio foram vaiados, o que confundiu a cabeça de muitos militantes petistas que acreditaram na história da elite petista de que “as manifestações foram criadas pelo PSDB.”

    Será que foi por isso que os petistas querem o Lula como ministro?

    Eles provavelmente acreditando nas próprias mentiras de manifestações psdbistas, querem agora acreditar que a população irá se distrair com criticas mais radicais ao PSDB; enquanto o PT vai tentando salvar o mandato da Dilma com a ajuda do Lula.

  2. Poxa, é difícil perceber que essas manifestações de domingo que são um verdadeiro passeio na avenida elas podem levar 5 milhões, 20 milhões, 100 milhões, elas não servem para nada porque elas não trazem prejuízo ao governo? A Dilma deve assistir com a perna esticada no sofá tomando uma cerveja. E depois com o maior cinismo do mundo dá uma declaração genérica louvando a democracia como se não fosse com ela, gozando da cara de quem foi.

    Pra terminar nomeia um dia depois Lula ministro, não dá para perceber que o governo não se sente nada, nada, nada, ameaçado, nomear um sujeito ministro para evitar a cadeia é cúmulo da sordidez, um dia depois de uma manifestação gigantesca contra esse mesmo cara onde foi pedido cadeia para ela, não dá para perceber que foi pedido da forma errada?

    • Eu já havia lido esse artigo no Mises tem um tempo… é um artigo do Rothbard mesmo, ou seja, foi escrito para a realidade americana DE DÉCADAS ATRÁS!!! Provavelmente, à época, Rothbard não via nenhum risco do socialismo emplacar como ideologia nos EUA, nem pensou em escrever de maneira generalizada para o resto do mundo. Sem dúvida a Social Democracia é mais perniciosa e resiliente, mas ao mesmo tempo, justamente por isso é mais combatível. Já o socialismo, e pior, o bolivarianismo, que ele não conheceu, são muito mais devastadores para uma civilização, em todos os aspectos.

  3. Nós vimos mesmo, “Luciano”, na manifestação de domingo como os tucanos são vistos como “diferentes” do PT pelas pessoas que foram protestar.

  4. Na minha opinião é importante ter como premissa a imoralidade PETISTA na análise de qualquer ação deles. Sem isso, perde-se tempo e HH com suposições e esforços que não farão nenhuma oposição ou talvez até ajudem os esquerdopatas. Ver os blogs esquerdistas dizendo que Lula não aceitaria o cargo de ministro porque seria uma espécie de confissão de um crime é uma faca de dois gumes pois podemos desmascará-los mas é o jogo deles para atrasar algum contra ataque da direita. Agora, a direita acreditar que Lula não aceitaria ser ministro porque seria muita cara de pau… é uma santa ingenuidade. O que é aceitar ser ministro para escapar de uma prisão perto de toda monstruosidade que ele já fez e ainda quer fazer com o povo brasileiro? Nada. É um peido para quem está todo cagado.

  5. Até onde sei (e, admito, entendo pouco) se comprovado o fito de que Lula será Ministro APENAS para escapar de um julgamento do Sérgio Moro, o ato administrativo de nomeá-lo torna-se ilegal, pois estaria eivado de vício de origem, isto porque a finalidade do ato seria deturpada – não se trata de interesse público, senão interesse privado. É o chamado “Desvio de finalidade”.

    Assim, acho que o frame adequado seria pressionar o STF e Deputados para que atentem ao vício do decreto e o tornem nulo – da mesma forma que tornaram nulo (em certo aspecto) a nomeação do novo Ministro da Justiça.

    Além disso, fique registrado: bater na tese de Lula Ministro está longe de ser golpismo; GOLPE é nomeá-lo para livrá-lo da justiça.

  6. A direita no Brasil está mais para geração Coca-Cola, eqto o PT pressionou a juíza pessoalmente, a maioria fica postando em grupos e redes sociais, agora está nas mãos do Moro e sabe-se lá o q ele pode fazer eto assistimos um ato administrativo viciado e uma oposição mais frouxa do rabo preso q tivemos.

  7. A única forma de lutar contra o pt é atacá-lo continuamente e explicar às pessoas de mentalidade limitada os males que essa gente faz ao país. São as pessoas de mentalidade limitada que o pt manipula. Pessoas de mentalidade limitada nem sempre são pessoas sem estudo.

  8. Perfeito. Parece que a ousadia tem a finalidade de intimidar. Nesse caso, é claramente um jogo de tudo ou nada. (sabem que fora do poder, serão destruídos)…

  9. Maiores inimigos da liberdade no Brasil atualmente (no campo político)

    -Lula
    -PT
    -Marina Silva
    -PSOL
    -Demais partidos pequenos da extrema esquerda
    -PSDB/PMDB
    -Demais partidos fisiológicos menores e coroneis em geral

    Nessa ordem, fora toda a parte cultural

Deixe uma resposta