Lula manipula as emoções de suas ovelhas em manifestação de mortadelas

4
125

As duas fotos acima são simbólicas em relação à manifestação dos mortadelas, que ocorreu em 18/3, organizada pelo PT. Vemos um líder de seita cruel e sádico tratando suas ovelhas com manipulação psicológica desumana.

O protesto foi um retumbante fracassado, chegando a 80 mil pessoas em São Paulo, e no máximo a 270 mil pessoas por todo o Brasil. Ou seja, menos de 10 vezes em tamanho em comparação com a manifestação dos lutadores pela liberdade em 13/3.

Sempre amparado pela retórica violenta, Lula apelou a certo momento a um discurso dizendo ter voltado ao “Lulinha paz e amor”.

Bem, as gravações que todo o Brasil ouviu essa semana – estarrecido, claro – mostram que ele não é só um adepto do discurso violento, como ameaçou em vários momentos os oponentes. Em um dos áudios, disse que seus peões iriam “dar porrada nos coxinhas”.

Nas manifestações dos mortadelas teve até ameaças a Sergio Moro:

Em outro momento Lula usou uma analogia ridícula ao cometer um ato falho, novamente amparado pela linguagem violenta: “Corte a VEIA dos brasileiros que usam verde e amarelo”.

Claro que eu entendi o que esse sujeitinho quis dizer, mas a terminologia foi DESASTROSA. Ademais, não é preciso “cortar a veia” de ninguém. Basta usar uma seringa.

Eis o mané…

Mesmo assim, ele ainda engana alguns pascácios – salvo aqueles que vão em manifestações petistas puramente pelo dinheiro – com seu tradicional teatro psicopático.

Fonte: Na Paulista, Lula chora ao ouvir relato das últimas semanas e diz que voltou a ser “paz e amor”; veja a íntegra do discurso; Gilmar Mendes suspende a posse na Casa Civil – Viomundo – O que você não vê na mídia

Anúncios

4 COMMENTS

  1. 275.000 com pixuleco de $30, lanche de mortadela, ônibus fretado, show, saída mais cedo abonada do trabalho e ameaça de demissão.

    Nós 6.000.000 fomos de graça, voluntariamente e às próprias custas.

    * * *

    • 6milhões? foi mais mano… muita gente não conseguiu chegar na Paulista devido impedimento da PM e Semob, pois, segundo eles, não dava mais ninguém ali.

Deixe uma resposta