15% dos manifestantes mortadela são funcionários públicos

5
51

É definitivamente uma sacanagem: até mesmo os funcionários públicos – por sua cooptação pelo aparato petista – estão saindo com a imagem arranhada por causa do PT. Ao levar funcionários públicos para as manifestações, o partido bolivariano simplesmente ajudou a colocar sob questão toda uma classe de profissionais sérios. Leiam abaixo:

Cerca de 15% das 95 mil pessoas que foram àmanifestação pró-Lula e Dilma na sexta (18), na avenida Paulista, disseram ser funcionários públicos.

O percentual é cinco vezes maior que o declarado no município de São Paulo –só 3% dos moradores afirmam ter essa ocupação.

Os dados são de pesquisa Datafolha feita durante a manifestação de sexta. Entre 16h e 20h30, foram ouvidas 1.963 pessoas. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos. Os dados da cidade são de levantamento realizado em 28 e 29 de outubro de 2015.

Dos manifestantes presentes no ato da sexta, 6% afirmaram ser empresários, de acordo com o instituto.

O mais complicado é que muitos funcionários públicos sérios tem medo de se rebelar contra aqueles vendidos ao PT. Mas lembrem-se de que quando o PT sair do poder, essa censura velada não poderá ser perdoada. Enfim, há muitos funcionários públicos sérios, mas estes precisam se revoltar contra a tirania dos sicários do partido.

Fonte: UOL

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Luciano, estou no IFSP como servidor público federal, cujo reitor é ex-sindicalista. Sou conservador e acho que, juntamente com outros conservadores, temos condições de derrotar os esquerdistas do campus. Você toparia opinar sobre algumas situações via bate-papo aqui no seu blog?

  2. Em Brasília uma funcionária publica conseguiu, judicialmente, indenização de 30 mil reais por ter sido obrigada a ir a um MortadelaDay.
    Isto deve ser divulgado aos participantes deste tipo de manifestação. Se eles começarem a pedir indenização isso vai desestimular a cooptação forçada de pessoas.

Deixe uma resposta