Um ponto em que somos obrigados a concordar com Lula

0
69

alinsky

De novo Saul Alinsky – com sua indefectível regra dizendo para “fazer seu adversário sucumbir pelo seu próprio livro de regras” – manda, de seu túmulo, um tchauzinho para Luis Inácio Lula da Silva. (Aliás, um amigo me recomendou este vídeo dizendo: “A partir de agora é só Saul Alinsky no toba do Lula”).

Para nós, basta aplicar a regra alinskiana e dizer que somos obrigados a concordar com tudo que Lula disse neste vídeo histórico (já citado por aqui, é claro, mas que sempre citaremos de novo quando for preciso):

Em tempo: só não concordo em relação ao ponto em que ele pede “manifestações contra a liberdade de expressão”. Provavelmente ele queria falar de manifestações “em favor da liberdade de expressão”, mas caiu em ato falho. Nós somos a favor da liberdade de expressão. Ele é contra. Tsc, tsc…

Anúncios

Deixe uma resposta