Após assassinato de advogado antipetista, PT de Guarulhos lança nota muito suspeita

13
94

leandroBalcone

Falamos agora há pouco sobre o assassinato do advogado antipetista Leandro Balcone, do Movimento Brasil Livre.

No G1, lemos o seguinte:

O PT de Guarulhos também divulgou comunicado sobre o assassinato. “O PT de Guarulhos lamenta a morte trágica e violenta do advogado criminalista Leandro Balcone. O Partido dos Trabalhadores tem como premissa a transformação da sociedade pela disputa no campo das ideias; respeita e convive com os pensamentos divergentes. Repudiamos todo e qualquer ato de violência que atente contra a integridade física e psicológica do ser humano. O PT de Guarulhos espera das autoridades policiais ação rápida no sentido de elucidar os fatos e punir com rigor os autores. Prestamos nossos sentimentos à família e a comunidade política.”

Só temos um detalhe: o PT não emite notas para desconhecidos assim por acaso, e principalmente quando o desconhecido é do time adversário.

Não sabemos o motivo exato, de seus assassinos, mas que é muito estranho é, e normalmente não existem coincidências na política.

Anúncios

13 COMMENTS

    • Pois e, o PETE ao inves de emitir nota como o ISIS sempre faz, assumindo a autoria dos crimes, a Faccao Criminosa de Lula, emite nota de pesar e finge que nao foram eles que praticaram o crime. BANDO DE CORARDES E O QUE SAO!

      • Não sei como esse gente asquerosa tem coragem de abrir a boca pra falar de alguém que lutava pelo país desse jeito. Nota-se a total falta de solidariedade com a morte de alguém que pode ter sido motivada politicamente. Pode ter sido mais um crime cometido por quem eles dizem se opor. Fica claro que a moral dessa gente não é melhor que a do PT ou de qualquer outro político da extrema esquerda. Isso é a escória da humanidade.

      • A hora dos protestos não pacíficos está se aproximando. Vocês vão nos conhecer pessoalmente e é possível que as vidinhas covardes de vocês sejam salvas por gente como nós.

  1. A nota parece mais um pedido de desculpas de alqguém que teme por alguma retaliação. Não tem desculpas, os assassinos e mandantes tem que ser entregues.

Deixe uma resposta