Aragão tem 72 horas para explicar ameaças à PF ao STJ

1
81

ARAGAO

Se antes eu já havia dito que o ministro da justiça “metido a macho” do PT foi obrigado a se explicar para o Senado, agora a humilhação é ainda maior: Eugênio Aragão vai ter que falar fininho, finho com o STJ. E ele tem apenas 72 horas de prazo. Leia:

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Assusete Magalhães mandou notificar nesta terça-feira (22) o ministro da Justiça, Eugênio Aragão, para prestar informações, em até 72 horas, sobre declaração de que poderá substituir equipes da Polícia Federal em caso de “vazamentos ilegais” de informações sobre investigações em andamento.

A declaração foi dada em entrevista publicada no jornal “Folha de S.Paulo” no último sábado (19) e motivou uma ação do PPS, que quer garantir a policiais salvo conduto para impedir afastamentos arbitrários.

“A primeira atitude que tomo é: cheirou vazamento de investigação por um agente nosso, a equipe será trocada, toda. Cheirou. Eu não preciso ter prova. A PF está sob nossa supervisão. Se eu tiver um cheiro de vazamento, eu troco a equipe. Agora, quero também que, se a equipe disser ‘não fomos nós’, que me traga claros elementos de quem vazou”, disse.

Para o  PS, a fala de Aragão ameaça “uma indevida interferência na autonomia de investigação da Polícia Federal”. “Isso porque a troca de equipes de policiais federais ocorreria, de acordo com as declarações da autoridade apontada como coatora, diante do mero ‘cheiro de vazamento’, situação que ofende a mais comezinha noção de devido processo legal”, diz a peça apresentada ao STJ.

Toma besta!

Fonte: G1 – STJ dá 72 horas para novo ministro da Justiça explicar fala sobre PF – notícias em Política

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta