Le Monde desmascara discurso golpista de Dilma

5
81

No Brasil, há alguns (não tantos quanto antes) trouxas que ainda caem na esparrela petista de que “impeachment é golpe”. Lá na França, o jornal Le Monde não caiu na conversa e ainda sugeriu que Dilma deveria renunciar:

Um editorial publicado pelo jornal francês “Le Monde” rejeita a tese de que o possível impeachment da presidente Dilma Rousseff seria equivalente a um golpe de Estado. O jornal critica a postura defensiva do governo, lembra de outros momentos em que se discutiu impeachment no Brasil e apontou que o processo pode ocorrer de forma legal.

O texto foi publicado com o título em francês “Ceci n’est pas un coup d’Etat” (Isso não é um golpe de Estado). Ele questiona a posição do governo e defende que “a destituição de um chefe de Estado é prevista e regulamentada pela Constituição brasileira”. O editorial ganhou ampla repercussão, e teve trechos publicados também pela Radio França Internacional.

O “Monde” diz que o governo deveria escolher melhor os termos usados para se defender em meio à crise política do país, sem tentar desqualificar o posicionamento da oposição.Apesar de tratar de impeachment como procedimento legal, o editorial segue a postura adotada pela revista “The Economist”, e defende a renúncia da presidente como melhor caminho para o fim da crise no país. “O impeachment não é a melhor solução para o impasse. A renúncia da chefe de Estado, que perdeu a maioria parlamentar, seria menos complicada”, diz.

Quem sabe Dilma e sua escória não passa a dizer que “o Le Monde é golpista e diz isso por não querer ver pobre viajando de avião”.

Fonte: ‘Le Monde’ defende renúncia de Dilma: ‘Isso não é um golpe de Estado’ – Notícias – UOL Notícias

Anúncios

5 COMMENTS

  1. O q temos de lamentar, são estes sindicatos imorais, q reun em. estes inocentes desempregados, esfomeados p se prestarem a isto. Não tem a mínima idéia da importância do ato político p dar cobertura aos ladrões da nação

  2. Você sabia que os Ministros do STF também podem receber IMPEACHMENT? Nós cidadãos de acordo com a lei de IMPEACHEMENT DE MINISTROS DO STF segundo a Constiuiçao: podemos fazer nossa parte, basta denunciar ao Senado Federal os Ministros do STF pelos crimes que estão a cometer veja:

    Art. 41. É permitido a todo cidadão denunciar perante o Senado Federal, os Ministros do Supremo Tribunal Federal e o Procurador Geral da República, pêlos crimes de responsabilidade que cometerem (artigos 39 e 40).”
    Artigo 52 , inciso II da Constituição Federal , que dá ao Senado a competência para julgar o impedimento de ministros do Supremo. Para a aprovação do pedido, é necessária uma maioria de dois terços.
    Art. 39. São crimes de responsabilidade dos Ministros do Supremo Tribunal Federal :
    1- alterar, por qualquer forma, exceto por via de recurso, a decisão ou voto já proferido em sessão do Tribunal;
    2 – proferir julgamento, quando, por lei, seja suspeito na causa;
    3 – ser patentemente desidioso no cumprimento dos deveres do cargo:
    5 – proceder de modo incompatível com a honra dignidade e decôro de suas funções .
    Art. 40. São crimes de responsabilidade do Procurador Geral da República:
    1 – emitir parecer, quando, por lei, seja suspeito na causa;
    2 – recusar-se a prática de ato que lhe incumba;
    3 – ser patentemente desidioso no cumprimento de suas atribuições;
    4 – proceder de modo incompatível com a dignidade e o decôro do cargo.
    DIVULGUEM VAMOS DIVULGAR O MAXIMO DE CONTATOS POSSÍVEIS VAMOS AJUDAR NOSSO JUIZ SÉRGIO MORO PODEMOS NÓS FAZERMOS ISSO, DENUNCIAR AO SENADO OS MINISTROS SÉRGIO MORO ESTA PEDINDO NOSSA AJUDA E NÓS PODEMOS

    Impeachment assisti a entrevista com o Ex – presidente Fernando Henrique Cardoso onde ele resume. ” Impeachment de um Presidente da República de acordo com a Constituição brasileira é um acumulo de erros cometidos pela presidente, ou agindo fora de conduta. Não é preciso descobrir propriamente um roubo dá parte da presidente da república. Não é necessariamente ter que apontar um roubo da parte dela, não é isso. Impeachmente de um Presidente da República não é baseado em crimes como roubar dinheiro, e sim em ERROS ADMINISTRATIVOS atitudes tomadas erradas como Presidente. Aonde leva a perda de credibilidade perante a população. Impeachment é um conjunto de erros administrativos, que leva um país a recessão econômica, e financeira perante o mercado, e ao mercado internacional, perdendo o valor da moeda, aumentos explosivos de desempregos, inflação alterada e alta entre outros problemas que traz a sociedade. É o acumulo de erros cometidos, seja intencional ou não, aonde conclui a sociedade que não mais dá para confiar no governo. DAI A PERDA TOTAL DE CREDIBILIDADE PERANTE A POPULAÇÃO. Impeachmente não é jurídico, é mais administrativo e politico do que jurídico. Palavras do Ex presidente FHC em entrevista a Globo News.

Deixe uma resposta