Com ajuda da direita, Temer alcança 84% de rejeição. Como reverter?

4
83

Vejamos esta notícia da Veja.com:

O vice-presidente Michel Temer pode ser alçado à Presidência graças ao eventual impeachment de Dilma Rousseff. Falta combinar com a população. Monitoramento de redes sociais feito pela empresa de big data Hekima, em parceria com VEJA, na semana passada, revela que entre as dezenas de milhares de posts citando Temer cerca de 84% foram desfavoráveis ao vice. O monitoramento foi realizado entre 0h da segunda-feira e 13h59 da quinta. Foram coletadas 38.243 mensagens do Twitter e Facebook (posts públicos).

O fato é que existe muita gente na direita – não toda ela, claro – idiota o suficiente para reproduzir a propaganda atual do PT. Se o partido está mal das pernas, eles vão usar a técnica colocando “todos no mesmo saco”. Feito criancinha de colo, essa direita cai na conversa e diz “é isso mesmo, Temer é tão ruim quanto Dilma”. Quando alguém coloca o adversário como seu trabalhador braçal, aí realmente a coisa complica. É isso que o PT está fazendo (como sempre faz) com muitos direitistas paspalhões que reproduzem seu discurso.

É estúpido sair lutando “contra toda a classe política” quando na verdade a luta é contra um partido totalitário, bolivariano e de extrema-esquerda como o PT. Não adianta fazer fricotinho contra Michel Temer ou contra os tucanos. Ou há uma prioridade de nos livrar de uma ditadura bolivariana ou não há. Não há mais espaço para meio termo e nem para frescurites.

Talvez seja preciso falar em direção aos equalizadores morais: “Vamos parar de hipocrisia? Vamos parar com esse discursinho petista mentiroso?”. E a partir daí começar a avacalhar aqueles direitistas que não consigam compreender que a meta é uma só: tirar o governo totalitário do PT. Se eles não conseguem entender isso, então estão do lado do PT, mesmo que subconscientemente, e devem ser escrachados como petistas.

Comparar Dilma com Temer é como comparar bosta com pastel de vento. Se recusar a focar no ataque a Dilma é querer continuar comendo bosta.

Fonte: #TemerPresidente? Vice larga mal nas redes sociais | Vida Digital | Notícias | VEJA.com

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Sou adepto de alguns dos seus comentários. Eu acho que Temer é nossa única aposta no momento. Não é a ideal. Agora não posso concordar que a direita é contra Temer, de jeito nenhum. No Brasil não existe DIREITA, ela morreu com Enéas. A rejeição do Temer é por causa da síndrome de Estocolmo que o coitadismo brasileiro sofre. Tem de proteger projetos sociais de merda. Bolsa família, cotas, índios, quilombolas, MST, sem teto, diversidade etc e tal…
    Eles morrem nas ruas, nos assaltos e saidinhas de banco, morrem assassinados dentro de suas residências, nas filas do SUS, e não tem educação para adquirir conhecimento para o trabalho e o ingresso em faculdades, necessitam de ajuda para passarem de ano escolar.
    Países como Japão, Austrália, Canadá, Nove Zelândia, com serviços sociais excelentes, não possuem bolsas, cotas e reformas agrárias, apenas educação de qualidade dando suporte à evolução individual.
    Brasileiro quando vota troca apenas de penico e coloca as mesmas bostas dentro, os ignorantes não possuem filosofias políticas, apenas ideologias baratas. Mais de 30 milhões deixaram de votar ou votaram nulos e brancos, mostrando suas imbecilidades.
    O que o PT pratica no Brasil é o proto-fascismo.
    Humberto Eco, diz que existe só uma maneira de ser nazista, mas existem milhares de ser fascista.
    O fascismo pode ser de direita e de esquerda, como a direita brasileira está morta, eis a dica.
    As ideologias são imbecilidades. Veja que na filosofia podemos mudar hipóteses, teses, e renovar.
    A ideologia como uma bíblia, ou você é fiel, ou é um crápula de direita.
    Temos mais de 10000 religiões cristãs, seguindo a mesma bíblia, cada uma com uma ideologia diferente.
    O alcorão é seguido por outros séquitos doentios, e alguns suicidam e mata por falsas ideologias sem filosofias de vida nenhuma, veja o estado islâmico.
    Algumas filosofias possuem erros, mas podem ser corrigidos, as ideologias não se corrige.
    A única maneira de fugir-se das ideologias é a educação.
    Vamos levar anos para tirar os idiotas do coitadismo e da síndrome de Estocolmo em que vivem.
    Eu quero seguir as tradições do meu povo, proteger a minha família, e ter o direito de possuir meu imóvel ou propriedade sem ser da TFP, sem ser chamado de direita imbecil.
    Democracia, é a dignidade de ter saúde decente, educação de excelência, segurança pública de qualidade, e o direito de envelhecer sem pedir esmolas.
    Bom dia, Luciano…

  2. Não concordo com seu título
    Temer é o soco no estomago, Dilma é o tiro na cabeça.
    Não vou elogiar, vou cobrar.
    Mesmo que fosse um politico do Novo, iria cobrar, e elogiar no máximo, depois que o mandato acabasse.
    Anda mais em um rato do PMDB.

    O respaldo do Temer está em não ser a Dilma, e em tem ao menos 2/3 do congresso, e 2/3 do senado, caso o mandato da Dilma seja caçado. Isso já lhe garante uma governabilidade senssacional. Some isso a protestos violentos da esquerda, e pronto, 70% da população vai preferir defender o governo em detrimento de vandalos.

    Temer não precisa de minha militância, o silêncio já basta para quem está no governo.

Deixe uma resposta