Apoio ao impeachment cresce de forma consistente

5
97

dilma mão na cabeça

Um levantamento do repórter Fernando Rodrigues mostra que a situação de Dilma vai piorando a cada dia que passa:

Nos últimos cerca de 20 dias o placar de votos na Câmara só piorou para o Palácio do Planalto. Esse cenário mais adverso ocorreu apesar da forte investida do governo da presidente Dilma Rousseff sobre sua militância propagando a interpretação de que o pedido de impeachment é um “golpe”.

Um levantamento da consultoria Bites indica que subiu de 220 para 273 o número de deputados federais que se expressa abertamente a favor do impeachment. É um crescimento expressivo de 24%.

Foram considerados nessa análise o que efetivamente os deputados dizem nos seus perfis nas redes sociais Twitter e Facebook, além de entrevistas à mídia tradicional. No estudo da Bites, os votos só são computados quando um congressista fala de maneira clara qual é a sua posição.

A primeira amostragem foi feita em 18.mar.2016. A última, ontem (6.abr.2016).

Os dados vão abaixo:

 

tabela-deputados-impeachment-preto

grafico-deputados-impeachment-preto-1

Um alerta para esta parte:

O grupo de deputados mais importante, a esta altura, é o dos chamados indecisos. Ninguém no Congresso acha que possa existir ainda alguém em dúvida na Câmara ou no Senado. O que há são políticos à espera de alguma proposta mais vantajosa para negociar a favor de um lado ou de outro.

Os indecisos sofreram uma forte redução nos últimos cerca de 20 dias. Caíram de 169 para 122 –variação de 28%.

Numa eleição tradicional, os indecisos tendem a se dividir proporcionalmente conforme os votos que cada candidato já tem. Agora, essa lógica não vale.

Devemos atentar também para a “onda”, portanto não caiam em blefes petistas:

O que pode preocupar Dilma Rousseff é a chamada “onda” que pode se formar contra ela e seu governo nos dias finais que antecederem a votação. Não há como fazer uma previsão científica a respeito.

O dado disponível é o das últimas semanas: apesar de o governo ter reagido de maneira robusta na área política (com a distribuição de cargos e verbas, com a chamada fisiologia), a tropa pró-impeachment continuou a crescer.

A matéria conclui dizendo que a ” Bites fará a contagem das posições dos deputados diariamente, a partir de hoje (7.abr.2016). Esse termômetro será útil para medir as variações na Câmara.”

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Indecisos nāo é bem o têrmo. Melhor seria classificá-los de OPORTUNISTAS. Vão esperar para se decidir de acôrdo com o termômetro e de acôrdo com uma significativa melhora na proposta ( vergonhosa) de pagamento. Na medida em que aqueles que já se decidiram (a favor ou contra) os oportunistas vão medindo o termômetro e aumentando a pedida. O pior é que isso é feito descaradamente, nas barbas do STF. Isso é caso de polícia, de ministério público. Muito pior que as negociatas de Petrobrás. Revoltante isso. Um mau exemplo . Um estímulo descomunal aos brasileiros para que sejam desonestos. Uma prova cabal de que o crime compensa mesmo. Tirem as crianças da sala por favor.

  2. Luciano, veja o que o Reinaldo Azevedo escreveu, de passagem, sobre Marcia Tiburi, a Fascistinha, que eu já critiquei aqui:

    “Dilma recebeu, como sabem, nesta quinta, um grupo de personalidades num tal “Encontro com Mulheres em Defesa da Democracia”.

    Já esse título deveria constranger uma professora de filosofia — que se diz “filósofa”, como se fossem coisas sinônimas — como Márcia Tiburi, que estava lá. Afinal, se aquele era o encontro das mulheres “em defesa da democracia”, deve-se supor que as que defendem o impeachment ou são contrárias à democracia ou mulheres não são.

    Marcia levaria pau no curso Massinha I de Escolástica. Imagino a confusão mental em que não entrou quando tentaram lhe ensinar dialética, que ela se esforça, sem sucesso, para ensinar aos outros.
    De uma professora de filosofia, a primeira coisa que se espera é precisão com as palavras. Mas há muito o “logos” não está entre as preocupações da midiática professora. Ela prefere a logorreia. Cobrou a saída de Eduardo Cunha. Tou junto. Mas disse que as críticas sofridas por Dilma são “do nível do estupro político”.
    Claro! Esta senhora só apelou a tal metáfora porque Dilma é mulher. Assim sendo, seus adversários, se homens, são potenciais estupradores; se mulheres, condescendentes com o estupro.

    O nome disso é delinquência intelectual. Mas sou justo: outro dia alguém fotografou um trecho de um livro dessa Tiburi aí e me mandou, ainda da livraria, às gargalhadas. Não comprou, claro! Eu diria que ela pensa como fala e escreve como pensa. Não sei se fui muito sutil. Quando na televisão, as suas indignações primitivas eram corrigidas pelo charme ou pela inteligência de suas parceiras. Entregue ao comando do próprio cérebro, produz essas maravilhas.”

  3. Feministas e esquerdistas comemoram assédio sofrido por garota militante do MBL e DEFENDEM deputado que a assediou
    https://casacaindo.wordpress.com/2016/04/08/feministas-e-esquerdistas-comemoram-assedio-sofrido-por-garota-militante-do-mbl-e-defendem-deputado-que-a-assediou/

    Alessandro Molon fugiu do PT como uma barata fugindo da dedetização, mas revela que continua mais petista do que nunca
    https://casacaindo.wordpress.com/2016/04/07/alessandro-molon-fugiu-do-pt-como-uma-barata-fugindo-da-detetizacao-mas-revela-que-continua-mais-petista-do-que-nunca/

    Cristina Padiglione, do Estadão, advoga de graça para o Porta dos Fundos enquanto os infelizes captaram milhões de reais por defenderem o PT
    https://casacaindo.wordpress.com/2016/04/07/cristina-padiglione-do-estadao-advoga-gratuitamente-para-o-porta-dos-fundos-enquanto-os-infelizes-captaram-milhoes-por-seguirem-defendendo-o-pt/

  4. Esses indecisos estão merecendo uma surra de pau mole. Que merda, olha a altura que a coisa já tá, olha o país como tá fudido, e ainda estão INDECISOS? Tão esperando ver quanto o PT vai pagar pra eles, o carguinho que vai oferecer como se fossem burros de carga ou o quê?

Deixe uma resposta