Fanfarrão: deputado do PT faz teatro e diz que, se impeachment passar, cenário será de barbárie social

3
99

Wadih Damous é um grande fanfarrão. Embebido de burla, seu discurso é repugnante:

Estadão Conteúdo – Membro da comissão especial do impeachment e um dos principais defensores da presidente Dilma Rousseff no colegiado, o deputado Wadih Damous (PT-RJ) disse na tarde desta sexta, 8, que, se o afastamento for aprovado, haverá cenário de barbárie social em termos de direitos sociais revogados. “Barbárie é o que vão implantar aqui se esse golpe se perpetrar”, declarou.

A declaração gerou um princípio de tumulto no plenário, interrompendo seu discurso. O deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) chegou a perguntar se o colega estava fazendo uma ameaça. Damous retomou seu discurso após a intervenção do presidente do colegiado, Rogério Rosso (PSD-DF).

Quer falar sobre barbárie, Damous? Que tal os quarenta assassinatos praticados pelo governo de Nicolas Maduro, que hoje é talvez a maior inspiração do PT? Ou então as diversas agressões à mulheres praticadas por petistas durante essa semana? Ou a convocação ao terrorismo do MST feita em pleno palácio do Planalto? Barbárie é a definição mais perfeita para o governo petista. Nenhum outro partido hoje teria tanta habilidade para o barbarismo como tem o PT.

Fonte: Deputado do PT diz que, se impeachment passar, cenário será de barbárie social – Blog de Jamildo

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Ainda bem que a reprodução do que falastroes da politica dizem não se perde. No futuro os tempos do PT no poder serão conhecidos. Os que se importarem com a mente caolha; o atropelamento decidido dos fatos; o tal de “a minha verdade” e “a verdade do oponente”; encontrarão neste embusteiro petista um exemplo. Ele entra nestes registros da nossa civilização como um ser desprovido de valor pois entrou na politica pra dar seu voto a favor dos assaltantes da Petrobras como Lula, Dilma e outros. Olha só a cara de pulha deste criminoso. Pois quem defende criminoso não é só advogado: também é pervertido.

  2. A serenidade e a palavra de ordem.
    o desespero e as ameaças são as armas dos tolos e desprovidos de razão.
    Faltam argumentos para defesa do indefensável.
    Esta chegando a hora da VERDADE….

  3. Não resta outra alternativa aos que se auto proclamaram os novos donos do poder, da ética e da verdade. Nunca se importaram com as mentiras que disseram e nem com os desmandos. Para esses, nunca existiram Constituição, leis e nem o Estado Democrático de Direito. Curiosamente, é essa expressão que mais de ouve da boca dos desesperados.

Deixe uma resposta