Roberto Jefferson e a política como ela é

5
105

cms-image-000491504

A passagem do PT pelo poder – em par com o comportamento do partido na guerra política – pode ter seu lado positivo: ajudar a aniquilar a ingenuidade política do povo brasileiro. Talvez precisássemos de uma tropa de psicopatas no poder para criarmos resistência ao mal, e entender que a política não pode ser feita com luvas de pelica.

A nova política do pós-PT exigirá pessoas de nervos de aço, muita resiliência e, em muitos casos, a habilidade para saber entrar na luta com “faca nos dentes e machadinha na mão”. Neste sentido, a entrevista de Roberto Jefferson no Roda Viva desta segunda, 11/04, foi muito útil:

Concordo com tudo que ele diz? Não. Valido sua participação no mensalão? De jeito algum. Mas quero ressaltar o realismo político em suas palavras.

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Tico Santa Cruz dá exemplo da teoria de Lula não querendo sentar-se junto dos mais pobres no avião: defende direitos iguais aos outros, mas exige pra si privilégios

    https://casacaindo.wordpress.com/2016/04/15/tico-santa-cruz-da-exemplo-da-teoria-de-lula-nao-querendo-sentar-se-junto-dos-mais-pobres-no-aviao-defende-direitos-iguais-a-todos-mas-quis-um-assento-privilegiado/

    Os professores de Direito da UnB que, paga paus do deprimente José Eduardo Cardozo, optaram ficar ao lado do PT e não da população

    https://casacaindo.wordpress.com/2016/04/14/quem-sao-os-juristas-que-seguindo-o-exemplo-deprimente-de-jose-eduardo-cardozo-optaram-por-ficar-ao-lado-do-pt-e-nao-da-populacao/

  2. Luciano, seria interessante você fazer uma análise do debate entre o Kim Kataguiri e a presidente da UNE. A galera dá esquerda está dando um show na guerra de frames, usando como base a falta de traquejo na postura de debatedor do Kim.

  3. Luciano, vejo o Roberto Jefferson como nosso Gollum. Como em SDA, ele foi polpado num momento decisivo: foi o único reeleito que votou contra o impeachment do Collor (Bilbo poupou a vida de Gollum na caverna); pra depois retomar e “salvar” num momento decisivo: denúncia do Mensalão, que começou a expor do podre petista (Gollum arranca de Frodo o anel e acaba destruindo no processo).

  4. Serve também para dimensionar até onde o PT pode chegar para alcançar seus objetivos. Não há nenhum limite de nenhuma espécie. Comprova o que a gente já defende aqui. O PT não é um mero partido de viés esquerdista; é uma organização criminosa com objetivos claros de instituir uma ditadura. Se não assumirmos isso como premissa, continua-se a se surpreender com suas táticas e ações vis. Continua-se indignado mas sem um contra ataque claro e eficiente.

Deixe uma resposta