O início do fim de uma tirania: Câmara aprova impeachment

3
54

1460945956288

Engana-se quem pensa que neste 17/04 aconteceu na Câmara dos Deputados apenas uma votação pelo impeachment.

O que vimos foi também um marco histórico: o início do fim de uma tirania bolivariana. Assim como fizemos no passado com a ditadura militar, estamos superando uma ditadura socialista, que se vale do aparelhamento estatal, da Lei Rouanet, do uso de coletivos não eleitos, da venda de cargos, da corrupção levada a níveis inéditos, da maquiagem nas contas públicas, de um STF aparelhado e de ameaças à mídia para manter seu poder.

E, mesmo assim, encaramos os momentos finais de uma votação onde 367 deputados votaram pelo fim de um reinado de horror, contra 137 que querem a manutenção desta ditadura.

Parabéns, brasileiro honesto, você é parte da história. Agora temos mais lutas pela frente,  pois o Senado vai votar a sequência do processo em 2 ou 3 semanas. Novos golpes estão sendo planejados pela escória bolivariana.

A luta apenas começou. Mas hoje é dia de festa. Os tiranos tremeram.

Anúncios

3 COMMENTS

  1. HONRA SEJA FEITA

    É óbvio que Eduardo Cunha tem que ser julgado pelos crimes que lhe são imputados, nada menos. Mas que ele fez, no combate ao projeto criminoso de poder do PT, o que nenhum membro da “oposicinha” conseguiu fazer, disto não resta a menor dúvida. Qualquer que tenha sido a sua motivação, não me custa admitir que ele cumpriu uma função da mais alta relevancia ao frustrar os planos da “sofisticada organização criminosa” que vinha destruindo, com requintes de perversidade, os fundamentos políticos, éticos, econômicos, sociais e institucionais do país.

    Obrigado, Eduardo Cunha.

  2. Agora falta pedir explicações a dois ou três deputados que disseram que irá haver luta. O que eles quiseram dizer com isso? É luta no campo político ou luta armada mesmo? Esses deputados devem explicações à Nação.

Deixe uma resposta