Antes de sair, Dilma quer PEC para facilitar a vida dos bandidos

17
152

A crueldade de Dilma Rousseff parece não encontrar fronteiras mesmo. Veja o que essa coisa abjeta propõe nos dias finais do mandato:

Diante da possibilidade de ser afastada do cargo caso o Senado aprove a sua saída temporária, a presidente Dilma Rousseff enviará ao Congresso nesta quarta-feira (27) um projeto de lei com urgência constitucional que, na prática, acabará com o chamado auto de resistência.

Segundo a Folha apurou, o texto estabelecerá regras mais rigorosas para a investigação de mortes e lesões corporais decorrentes das ações de agentes do Estado, como os policiais.

Atualmente, no caso de relutância à prisão, o Código de Processo Penal autoriza que o auto de resistência seja aplicado por autoridades policiais quando precisem se defender ou para vencer uma situação de resistência. Ele tem que ser assinado por duas testemunhas.

O projeto, que atende à reivindicação de movimentos sociais, irá determinar que as mortes violentas ocorridas em ações policiais não possam mais ser classificadas como decorrentes do auto de resistência. Elas terão que ser investigadas de forma igual ao que é previsto para os crimes praticados por cidadãos comuns.

O anúncio sobre o projeto será feito pela presidente nesta tarde, na cerimônia de abertura da Conferência Nacional de Direitos Humanos, em Brasília.

O governo avalia que, sob a forte influência de uma bancada conservadora, dominada pela bancada BBB (Boi, Bala e Bíblia), será muito difícil que a Câmara dos Deputados analise o projeto. Por isso, a presidente irá mandar a proposta com urgência constitucional, o que faz com que o texto tenha que ser votado em até 45 dias pelo plenário da Casa.

Se isso não acontecer, o projeto passa a trancar a pauta do plenário, inviabilizando a votação de outras matérias. Caso o Senado aprove a admissibilidade do processo de impeachment de Dilma, em votação prevista para 11 de maio, a presidente será afastada do cargo por 180 dias. Se isso acontecer, caberá ao vice-presidente Michel Temer (PMDB), manter ou retirar a urgência do projeto.

Se este projeto apavorante passar, a vida dos criminosos violentos se tornará ainda mais fácil. Tudo será mais uma prova de que Dilma gosta de ver o povo honesto sofrer. Esse projeto seria uma vingança contra o povo trabalhador, e um presente para os bandidos mais perigosos que temos pelas ruas. Não podemos tolerar mais este cuspe na cara, certo?

Fonte: Folha

Anúncios

17 COMMENTS

  1. Na verdade, Luciano, este projeto visa facilitar a introdução da luta armada; se tudo falhar e Dilma cair, os movimentos sociais vão partir para a violência, e essa PEC vai garantir que os policiais tenham medo de reagir de forma letal.

  2. O projeto visa desmoralizar e humilhar o policial que ousar se defender de um criminoso, pensando bem, talvez ela esteja com medo de ser morta em ato de resistência à sua prisão…

  3. Isso é só para poder fomentar o “tomar as ruas” de forma impune. É óbvio que os movimentos sociais vão apoiar – maiores chances de “oprimir os opressores” sem serem contestados.

  4. Dilma Rousseff sempre defendeu o terrorismo contra seus compatriotas o que é típico de ditadores comunistas. Espero que os desvios de verbas do BNDES aprovados por Dilma e com contratos colocados sob sigilo pela mesma; sejam investigados logo após ao impeachment depois que ela perder o foro privilegiado. Essa psicopata tem que ir para cadeia. Chega de terrorismo!

  5. Não podemis dsquecer que quando os comunistas venceram na Rússia, eles soltaram os piores bandidos e assassinos, aterrorizando a população.

  6. Os bandidos são vítimas da sociedade, dos burgueses, são tadinhos, na visão dos comunistas!!!!!E, a polícia protege os burgueses , daí a raiva contra leis , juizes polícia!!!!!!!!

  7. Jamais eu como PC, deixarei de agir se necessário for, de formal letal para defender minha vida, a de meu companheiro e a de um cidadão e detrimento a vida de um bandido, não temperei essa lei errada e que age contra o princípio do Direito Natural e da Norma Positivada no CP, pois a vida traçada no seu rumo certo tem de continuar.

  8. O pt.Lula e Dilma tem que ser varridos do meio politico quanto mais rapido forem presos menos estragos farão ao Brasil.
    E não devemos contar com as forças armadas pois o comandante do exercito não tem coragem ,moral e patriotismo como os generais de 70 e 80 quando servi em 70 eu os conheci por isso sei do que estou falando é uma vergonha mais é á verdade.
    O pt,mst.cut.forum de São Paulo todos a os dias estão chamando os brasileiros de bem para á guerra mais o sr. comandante não tem visto motivos para intervenção,sendo que na constituição á função principal é defender e proteger todo e qualquer cidadão de bem e não defender comunistas e bandidos!!!

  9. Um bom contra projeto seria, ao invés de diminuir a força do Policial, aumentar a do cidadão. Hoje, se um cidadão comum no exercício da legítima defesa vem a neutralizar um elemento armado que atente contra a sua segurança ou de terceiros, ele é preso em flagrante. Isso tem que mudar.

Deixe uma resposta