Golpe de “novas eleições” não vai passar, diz oposição

0
83

Um pouco mais sobre o golpe (fajuto e que não deve ir adiante) de “novas eleições”:

A ideia de encaminhar ao Congresso uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para realização de novas eleições presidenciais em outubro foi rechaçada nesta quarta-feira (27), pela oposição, que não vê chances de a proposta prosperar.

O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR), disse que novo pleito só seria possível se a chapa da presidente Dilma Rousseff e de seu vice, Michel Temer, fosse cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso contrário, traria mais tensão ao ambiente político e econômico.

“A Constituição não prevê qualquer possibilidade de antecipação das eleições que não seja pela renúncia de presidente e vice ou a cassação da chapa eleita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O remédio constitucional para a crise é o impeachment da presidente Dilma”, disse, por meio de nota. “Saídas fora desse caminho, como a tentativa de se mudar a Constituição com o jogo em andamento, podem agravar ainda mais a situação política e econômica e retardar a implantação de mudanças urgentes que o Brasil precisa”, emendou.

Esse líder do PPS precisa aprender a falar feito gente grande. É só dizer que “novas eleições é golpe”. É tão difícil falar o óbvio?

Fonte: Oposição na Câmara rechaça PEC de novas eleições presidenciais – Agência Estado – UOL Notícias

Anúncios

Deixe uma resposta