Piada: sindicatos pelegos vão pedir a Temer o que nunca pediram para Dilma

4
171

117709.198107-Michel-Temer

Parece piada. Mas também parece milagre, pois finalmente, depois de 13 anos, alguns sindicatos decidiram parar de agir feito pelegos e vão pedir melhorias para o povo (se bem que, como sempre, misturadas a um monte de abobrinhas). Claro que não dá para acreditar nestes sindicatos em específico, mas, convenhamos, é uma baita evolução (forçada):

As centrais sindicais que estiveram nesta semana com Michel Temer (Nova Central, CSB, Força Sindical e UGT) vão publicar um anúncio em diversos jornais do país apresentando uma espécie de “agenda do trabalhador” que deve ser implementada pelo possível próximo presidente.

O material traz reivindicações genéricas, como a necessidade de retomada do crescimento, geração de emprego e ampliação dos direitos trabalhistas.

Pede ainda a correção da tabela do imposto de renda, fortalecimento do ministério do Trabalho, juros menores, renovação da frota automotiva nacional, valorização do salário mínimo e que não sejam retirados direitos na reforma da previdência.

As reivindicações acabam por se opor, em alguns pontos, às propostas pela FIESP. Com isso, Temer terá que trabalhar para manter o apoio dos dois grupos favoráveis ao impeachment.Em tempo: CUT e CTB, que seguem no apoio ao PT e serão o braço sindical contra Temer, obviamente, não quiseram assinar o documento.

Em outras palavras, tudo que pedirão a Temer é o que jamais pediram para Dilma. Nem todas as requisições são úteis ou factíveis, mas pedir juros menores e retomada do crescimento é sempre bom. Coisa que eles jamais exigiram durante o governo Dilma. Temer acaba fazendo o milagre de fazer até alguns sindicatos pelegos realmente honrarem as mensalidades recebidas.

Fonte: Centrais vão publicar reivindicações a Temer nos jornais | Radar on-line | VEJA.com

Anúncios

4 COMMENTS

  1. canalhas sem vergonhas oportunistas .. tem que acabar com esses sindicatos parasitas que só faz lesar o trabalhador ! quando essa maldita .. cortou o seguro desemprego e o PIS de varios pais de FAMILIAS ESSES ESTRUMES NEM SE QUER SE PRONUNCIARAM !! porque estavam muitos ocupados mamando nas tetas do governo !! bandidos .. agora que o leite vai secar .. estão dando um de bonzinho com os trabalhadores !! tem que banir todos esses sindicatos ,, verdadeiros covil de ratos !!!!

  2. “Retomada de crescimento” pela ação do governo?! Como seria isso, Luciano?

    E quer dizer que juros menores são bons para a economia? Se não bastasse o altíssimo indice de inflação que estamos passando, a diminuição artificial dos juros não tenderia a aumentar ainda mais esse indice?

    De resto, “ampliação dos direitos trabalhistas, correção da tabela do imposto de renda, fortalecimento do ministério do Trabalho, renovação da frota automotiva nacional, valorização do salário mínimo e que não sejam retirados direitos na reforma da previdência.”, tudo isso acabaria por destruir as chances da diminuição do desemprego…

    O que eles estão demandando é o mesmo de sempre, protecionismo de uma classe trabalhadora cada vez menor e mais privilegiada, com muitos direitos e poucos deveres.

  3. Vejo mais oportunidades aí. Temer conseguindo negociar com centrais sindicais (mesmo que não sejam todas) já mina as forças da tropa que vai “tomar as ruas se o PT sair”.

    É a possibilidade de começar a quebrar o “nós contra eles” – mas isso requer um bom estrategista. Será que Temer (ou algum de seus indicados) está à altura do desafio?

Deixe uma resposta