O ponto em que é preciso defender Bolsonaro

51
539

Bolsonaro só tem falado bobagem, mas em um ponto ele precisa ser defendido, como nos diz a crônica “Por que você precisa defender Bolsonaro?”, de André Forastieri:

Ele é um troglodita. Ele defende a tortura. Ele é machista. Ele tem preconceitos com as minorias. Ele é… Donald Trump. Que está pertinho de ser candidato a presidente dos Estados Unidos. Trump causa horror em muitos, dentro e fora de seu país. Para muitos, seu discurso é uma barbaridade indefensável. Para outros é a única solução para a América. Será presidente? Veremos.O que não se vê nos Estados Unidos é uma tentativa de calar Trump. Os americanos, mesmo os que têm asco dele, dão de barato que ele tem todo direito de dizer o que bem entender. No Brasil estamos bem longe da compreensão americana do que é liberdade de expressão.

Há petições correndo para que Jair Bolsonaro perca seu mandato, por ter dedicado seu voto pró-impeachment ao governo militar, ao coronel Brilhante Ustra, chefe da tortura. A OAB acionou a Câmara para tirá-lo do Congresso. Dizem que tortura é um crime hediondo, e portanto apologia à tortura é um crime hediondo. Isso é um absurdo. Defender uma posição é completamente diferente de usar violência contra alguém.

As palavras exatas de Bolsonaro foram: “Pela memória do Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff.” Bolsonaro defende seu mandato da maneira mais pusilânime possível. A nota do deputado:”Em nenhum momento foi feita homenagem a qualquer torturador, considerando a inexistência de sentença condenatória atestando que o Coronel Ustra tenha praticado crime de tortura.

O que existe são apenas acusações de pessoas que não devem ser levadas em consideração, pelo fato de terem interesse em receber indenizações por motivação política. O Coronel Ustra foi um bravo que lutou para evitar que o Brasil fosse comunizado e se transformasse numa imensa Cuba. Estranha também que a OAB não tenha a mesma preocupação com os parlamentares que homenagearam Marighella, Lamarca, Prestes e outros criminosos.

“O argumento é que como Ustra jamais foi condenado pela Justiça, é “inocente”. Mesmo após dezenas de testemunhas apontarem o coronel como um sádico que chegou a torturar crianças e grávidas. É o argumento frouxo de um canalha, que é o que Bolsonaro é.

Mas os canalhas também têm direito à liberdade de expressão. Mesmo os deputados. Mesmo os perigosos.

É patético que Bolsonaro seja perseguido por exercer sua liberdade de expressão, enquanto gente que teve participação direta na ditadura está tranquila por aí. O bandido que torturou Dilma Rousseff vive tranquilamente no Guarujá e nunca passou um dia na cadeia, nem enfrentar abaixo-assinados ou perseguição. Harry Shibata, legista do Doi-Codi, é meu vizinho de bairro. E, claro, tortura acontece todo dia em alguma delegacia do país.E vamos responsabilizar não só os executores, mas também os mandantes? O caso mais estarrecedor é o de Delfim Netto, que assinou o AI-5, foi ministro dos militares várias vezes, e fazia a ponte com o empresariado paulista, para o financiamento da tortura na Operação Bandeirantes. Hoje é conselheiro de Temer, depois de fazer o mesmo papel com Lula e FHC, colunista de jornal, “consultor” acusado de continuar ganhando uma dinheirama da corrupção etc.

Bolsonaro tem todo direito de dedicar seu voto a quem quiser. Tem direito de defender que a tortura deveria ser legalizada no Brasil. As declarações de Bolsonaro te causam horror? Mais uma razão para defendê-lo. A liberdade de expressão que importa é a de quem te causa horror. Porque é o certo. E por interesse próprio: o que você diz também pode causar horror a alguém.Se você ama a liberdade, precisa defender o mandato de Jair Bolsonaro, e seu direito de dizer o que bem entender.

Em meu livro “Liberdade ou Morte” (que estará disponível nas livrarias na primeira semana de maio) defendo Jair Bolsonaro de ataques à sua liberdade de expressão praticados por Maria do Rosário e centenas de petistas e seus demais aliados bolivarianos.

Igualmente é justo defender Bolsonaro em seu direito de propalar seus absurdos. Desmascará-lo e expo-lo como alguém em posição indefensável ao ficar do lado de torturadores é plenamente lícito. Mas pedir sua cassação por isso não tem o menor fundamento.

Aliás, ao defender o regime militar, Bolsonaro defende a vergonhosa censura daquela época. Assim, enquanto nos posicionamos por sua liberdade de expressão, acabamos ensinando uma coisa ou duas ao deputado militarista.

Fonte: Por que você precisa defender Bolsonaro – André Forastieri – R7

Anúncios

51 COMMENTS

  1. Quem escreveu esse artigo está muito mal informado. Aqui nos E.U.A. A GRANDE MAIORIA da população TEM NOJO do Trump. Ninguém (a não ser as os Republicanos loucos, ignorantes e geralmente de baixa renda) diz “que ele tem todo direito de dizer o que bem entender”, pelo contrário, até o Partido republicano está fazendo o q pode para q ele não ganhe a nomeação do Partido para concorrer às eleições. Só os loucos ignorantes acham “que ele tem todo direito de dizer o que bem entender”.

    Na Alemanha é CRIME fazer apologia do nazismo, não tem essa de “liberdade de expressão” não qdo se está fazendo apologia do ódio, da barbárie. E a Alemanha é um dos países com mais leis para defender os direitos humanos no planeta!

    Vc está muito equivocado meu caro, vá estudar história e política, e um pouco de literatura tb, antes de sentar em frente ao computador para escrever qualquer coisa.

    • Vc que tá mal informado, não existe liberdade de expressão na Alemanha, que já chega ter uma ex agente da Stasi comando a vigilância sobre o povo alemão. Piada, o próprio Duvivier alemão, Jan Böhmermann, que chegou até fazer um vídeo apologista pra tudo que a Merkel fez, fazendo uma caricatura da direita, foi “zuar” o Lula Turco… Merkel abandonou o cara, apagou todos programas dele, tá sendo processado pelo Erdogan e com proteção 24hs da polícia, pois foi ameaçado de morte pelos seguidores da religião da Paz e Amor, que o próprio Jan defendia dos “neo nazis” ou far rights.

      E cuidado com quem vc chama de ignorante, já que SE Trump for o candidato, vai ser o que mais tem voto dos negros, nós últimos 50 anos dos candidatos republicanos.

  2. A propósito, nunca deixei de encarar as opiniões emitidas por Bolsonaro como exercício legítimo da sua liberdade de expressão: concordo com algumas, discordo de outras. Quando se posta contra a máfia petista e os esquerdopatas em geral – e faz isso com desassombro e frequência – tem todo o meu apoio. O que me causa espécie mesmo é verificar que muitos dos que contestam suas opiniões, à direita e à esquerda, costumam fechar os olhos, os ouvidos e a boca quando se trata de condenar os crimes e criminosos da esquerda. Vimos isso repetir-se à saciedade em relação a esse episódio ocorrido na Câmara. E é algo que explica, em grande parte,a situação dramática em que se encontra o país, relegado às mãos de alguns dos mais toscos herdeiros da ideologia mais perversa e assassina da história da humanidade.

  3. Interessante, o regime militar é condenado por torturar. censurar e reprimir. Hoje temos liberdade de expressão, e, e, e mais nada… Não temos censura, e não temos repressão. Haaa, também não temos educação, saúde, segurança, infraestrutura, porque a que temos foi os militares que fizeram… O Grande problema dos militares é que a tortura e repressão era com políticos, artistas, ricos e famosos, aí meu camarada a tortura de um repórter é pior do que 10.000 pobres torturados. Um assassinato de um famoso, vale mais do que 100.000 mortes de pobres… Esse foi o problema do regime militar, eles torturavam famosos, políticos comunistas ricos e financiados por Russia, China Cuba e cia… Aí ele tem voz. O pobre hoje não tem NADA nesse país, só o voto. Aí é fácil dizer que o Regime Militar foi horrível! Né? Porque você não diz o que é o comunismo? Como ele chegou até 1964 com Goulart. Sabe o que estavas para vir. Achas que teria uma coluna dessa pra expor sua opinião. Se estou escrevendo agora é porque os MILITARES deram suas vidas para defender esse país dos comunistas terroristas,assassinos, ladrões e covardes. Como você lida com terrorismo? Com justiça? Com constituição? Impossível, todos sabemos que isso não funciona contra terrorista. E ISSO É QUE SÃO OS COMUNISTAS. ATENTADOS TERRORISTAS FORAM O FIM DA PICADA que além de estarem dominando os militares, queriam subverter a NAÇÃO. Mas aos poucos estamos mostrando o que realmente os militares estavam combatendo. Acontece que a SIA quase não deixa rastros com terroristas, os militares não tiveram essa expertise, infelizmente, deixou esses Merdas para hoje acabarem com o país e falarem um monte de MENTIRAS como eles são especialistas em fazer a quase um século no Brasil…

  4. Quando leio estas matérias falando mal do Dep. Bolsonaro, eu pergunto: onde estão os mo e as moralistas que sequer falaram uma só palavra sobre as asneiras que o muladrãode9dedos falou das mulheres de grelo duro do PT e da Ministra Rosa Weber, com a ofensa que lhe fez. Não ví nem ouvi ninguem repreender Deputados ou Deputadas que elogiaram terroristas assassinos da época do Regime Militar – bandidos da lais de Carlos Lamarca, Mariguela e outros. O homenageado do Bolsonaro esta cumprindo ordens e cuidando de bandidos contra a Pátria e a favor do comunismo, coisa que repetem hoje. Perderam por serem ladrões corruptos. Foora PeTralhas e PeCeBas.

  5. Complicado… qualquer um que leia ativamente os comentários aqui sabe o que acho do Bolsonaro, mas não vou me opor nessa questão. Do mesmo jeito que quero ter garantido meu direito de dizer que esse deputado é um demente, frouxo e que não sabe português.

    E mesmo achando isso dele, espero que alguma medida seja tomada contra a ~professora~ que defecou na foto dele na Paulista. Não sei se isso configura atentado ao pudor, mas torço pra que sim e que ela pague feio por isso. JAMAIS pelo fato de ser na foto do Bolsolixo, e sim pelo ato nojento e inaceitável de cagar em público. Nojenta.

    Quem caga na rua é cachorro. Só que ela NUNCA deve ser tratada como um cachorro, pois os cachorros merecem bons tratos. Merece ser tratada como verme que é.

  6. O mais interessante é que, como o comentarista assinalou, houveram homenagens a Marighela, Lamarca e ninguém se manifesta. É de fato odiosa a posição do deputado mas os mesmos que o demonizam se esquecem que defendem Che e Fidel assassinos de 5621 cubanos fuzilados, 1163 cubanos assassinados extra judicialmente, 1081 cubanos de fome e sede no cárcere, 1258 em combate e 77824 afogados em fuga do regime. Para se ter referencia Pinochet tem em sua conta 3000 assassinados e desaparecidos, Galtieri et caterva 1800, os cinco generais daqui pouco mais de 300 e Ulstra nenhum. Fidel pode, Che pode, Lamarca pode, Marighela pode mas Ulstra não pode.

  7. Se você ver por outro lado, teria sido bom o Comunismo ter sido implantado no Brasil na década de 60 pelo VPR, COLINA, POC, OCML, OLAS, VAR-Palmares, MCR, MEP, OMP, MM5 e não ter ocorrido o golpe militar de 64.

    Pelo menos não teríamos direitistas reclamando do Bolsonaro estar defendendo a ditadura militar. Todos estariam a sete palmos abaixo da terra dentro da vala ou em uma prisão no meio do sertão nordestino.

      • Que truque não passa? Ele já passou pela sua aprovação.

        E não é truque, é realidade.

        O Brasil foi somente 1 dos 8 países que tiveram um golpe militar para combater o Comunismo.

        Nos países da Europa ocidental e nos EUA que não tiveram ditaduras, também implementaram censura ao proibir propagandas comunistas principalmente durante as décadas de 30 e 60.

        Por isso os comunistas arranjaram outros modos de tomar o poder, a social-democracia é a mais famosa.

      • https://lucianoayan.com/2013/12/21/breno-altman-e-a-eterna-mania-socialista-de-acusar-os-outros-daquilo-que-eles-fazem/


        Essa foi a opção dos brasileiros pela ditadura de esquerda moderada que culminou no regime militar e partir de 1964.
        O povo escolheu por ficar a mercê de esquerdistas moderados (criadores de empresas estatais, defensores de reservas de mercado, etc.), que não tencionavam criar campos de extermínio, ao invés de ficar sob o jugo de marxistas que estavam com sede de sangue (e que defendiam fim da propriedade privada, lutas armadas, etc.).
        Países que caíram na conversa de gente como estes últimos contaram seus mortos na casa dos milhões. Exemplo: Rússia, China e Cambodja.

      • Olha…

        Eu discordo hoje do que eu escrevi nessa época. Antes eu acreditava que havia a “única opção”. Mas um estudo dos padrões da ditadura de Nicolas Maduro me serviram como estímulo para avaliar melhor essa questão. Não, ditadura não é “a única opção”.

        Abs,

        LH

      • Vale lembrar que não houve golpe e sim contra golpe uma vez que o golpe seria a implantação do comunismo ou ditadura do proletariado…

      • Ah, sei.. E qual era a alternativa? Ditadura maoista, trotskista, castrista? O mínimo que os psicopatas da esquerda teriam feito com o país já se cumpriu, em pouco mais de 13 anos de “democratura” lulopetista. E com a colaboração obsequiosa da única oposição do mundo que é a favor, tanto que se escandaliza ao extremo quando vê alguém fazendo oposição, ainda que de forma canhestra.

      • Essa falácia não seria a do falso dilema, já que ela não trata de um “dilema”. Essa eu chamo de “falácia do menos pior”. Você apresenta uma situação ruim, e a pessoa apresenta uma situação pior para alegar que a situação ruim não é tão ruim.

        – X foi assaltado.
        – Pelo menos não se machucou.
        – Mas X se machucou.
        – Pelo menos está vivo.
        – Mas X morreu.
        – Pelo menos X viveu uma boa vida até morrer.

        Ou aquela que as mães usam:
        – Não quero comer isso!
        – Pelo menos você tem isso para comer. E se não tivesse?

      • E teríamos o que, então? Normalidade democrática, em plena Guerra Fria, com dezenas de grupos terroristas espalhados pelo país? Faça-me rir…

      • De sã consciência, você acha que haveria uma terceira opção naquela época? E vamos parar de falar em ditadura, foi no máximo uma “ditamole”, essa qualificação só deve ser aceita se você se referir aos regimes totalitários e sanguinários de Cuba, antiga URSS, Coréia do Norte e assemelhados.

  8. O deputado Glauber de Medeiros Braga, PSOL/RJ, votou contra o impeachment minutos antes do Dep. Bolsonaro e citou Marighella, Plinio de Arruda Sampaio, Luis Carlos Prestes e Olga Benário, todos comunistas e terroristas.

    O referido deputado não foi citado em nenhuma mídia e nem foi encaminhado um processo de cassação do mesmo no Conselho de Ética. Bem como outros que enaltecem Fidel, Stalin, Lenin, Che Guevara, Dilma Rousseff, Lula, todos ladrões, ditadores, guerrilheiros, comunistas, torturados, assassinos, corruptos e nada acontece.

    Pq essa “caça” ao Deo. Jair Bolsonaro? Será que é por causa do que disse o Dep. Lindenberg Farias, PT/RJ?
    “Numa pesquisa feita com elite de SP, 23% votaria em.Jair Bolsonaro”.

    Ele pode não ganhar a eleição de 2018, mas tiraria votos do PT, principalmente, algo que os incomoda demais.

  9. Só quem tem falado bobagem aqui é você e o Cauê viadinho.
    Bolsonaro nunca defendeu a tortura.
    Ele defendeu o Coronel Ustra. Agora prove que o Coronel torturou alguém. Você o viu torturando? Claro que não. Então está sendo apenas papagaio repetidor de slogans e calúnias esquerdistas.

  10. “Aqui esse truque não passa”! Então me diga, ô integro, e qualquer outro escandalizado com tortura: o que você faria para salvar um grupo de seus companheiros que poderiam ser vítimas de emboscada e serem dizimados (claro que falo hipoteticamente mas é situação mais do que plausível); torturar o inimigo para dele obter informação que os salvasse, ou por “humanidade piedosa” deixasse o prisioneiro inimigo ileso ? Outro exemplo: torturar um sequestrador que se recusa a entregar local oculto onde esconde sua vítima, uma criança por acaso, e que inevitavelmente morreria sem ser possível localizá-la por outro meio (como há anos atrás situação semelhante ocorreu na Bélgica, se não me engano, e uma ou mais vítima, crianças, vieram a morrer à mingua aprisionada(s) em um porão inacessível), ou deixar o pior inevitável ocorrer? Se votar(em) não, merece(m) ser(em) definido(s) como canalha(s), ou coisa pior: se disser(em) sim, realista(s) levado(s) e obrigado(s) pelas circunstâncias, e talvez em sua(s) análise(s), potencialmente outro(s) abjeto(s) torturador(es)… Pode(m) me julgar(em) e chamar(em) do que lhe(s) aprouver(em), mas exijo unicamente uma palavra como resposta: SIM ou NÃO, sem tegiversação, ou melhor, pudores hipócritas em forma de enrolação!… E enquanto reviso, ouço o excremento do Wadih qualquer porcaria, deputado ptêlho, discursar nojentamente contra a declaração do Bolso, lembrando imensamente muitas opiniões semelhantes , e o próprio autor referido, que aqui se manifestam… Farinhas do mesmo saco! E se dizem de direita!… Nada mais parecido com os esquerdopatas do que “direitistas” liberais e ateus!… Publiquem se tiverem coragem e quiserem, mas não retiro uma vírgula do que acabo de expressar…

    • A única coisa que sabemos é que a existência de algumas ações terroristas SERVIU COMO PRETEXTO para uma ditadura de escrotos prenderem e torturarem seus adversários políticos. Logo, toda sua lista de argumentações perde todo sentido. Para fazê-la valer você teria que provar que o núcleo das torturas do governo militar foram apenas “bem intencionadas ações contra terroristas”. Não provou.

      • Se serviu ou não, não posso, e creio que ninguém em sã consciência e honestidade pode afirmar apenas baseado em depoimentos testemunhais, que juridicamente é a mais suspeita das provas. Ainda mais provindo de terroristas esquerdopatas fanáticos… E lembro que se houve excessos por parte de Ustra, houve outras tantas da parte contrária, e afinal se travava uma guerra, assimétrica além do mais, pois os perdedores, por exatamente esta condição, de perdedores, se fazem de vítimas injustiçadas… E faça-me o favor, você um combativo blogueiro, que não deixo de admirar exatamente por isso, e quero deixar claro que não o elogio para ganhar sua simpatia mas sendo sincero, fazendo esse jogo da escória esquerdopata e vociferando contra um homem honrado, honesto e corajoso às raias da imprudência como o Bolsonaro! E pior, não vira sua artilharia contra os congressistas que elogiaram canalhas terroristas assassinos como Marighella aproveitando a oportunidade para reverter um possível prejuízo resultante da declaração dele, digo o Bolso, é imperdoável! Imperdoável porque você comete a falha recorrente de parte da direita que tanto alerta e denuncia , com razão diga-se de passagem, de não usar e aproveitar os deslizes da esquerda a nosso favor… Você nega, mas se revela um tucano de corpo e alma, com essas atitudes…

      • Não sou tucano nem bolsonarete. Para mim, são oposições frouxas. E o Bolsonaro se torna mais atacável. Aliás, estou mais propenso a votar em alguém do PMDB, PP ou DEM nas próximas eleições…

  11. Graças ao bom Deus temos a internet. Curioso ver que a tecnologia está resgatando o passado. Omitem a razão do Regime. O fato criador. É como se os militares estivessem, em 64, entediados e tivessem resolvido inventar uma conspiração, censurar, prender e torturar pobres e inocentes civis por pura distração. Inventaram uma guerra por hobby. Impediram que o Anjo Libertador Fidel Castro trouxesse pacificamente a liberdade e democracia cubanas para o Brasil. Ele se deu ao trabalho de treinar e intermediar o financiamento de valorosos jovens que lutavam pelo modelo cubano de democracia e desenvolvimento humano. Usaram para isso dementes sádicos como o Coronel Ustra que torturava crianças e introduzia ratazanas modificadas geneticamente para entrar na vagina de mulheres e criarem ninhos dentro de seus úteros. Como eu queria que nossa nação, hoje, desfrutasse do desenvolvimento humano e economico e liberdade nos moldes cubanos…

      • A ditadura de Direita é biodegradável. A de Esquerda, bem, pergunte ao cadáver insepulto Fidel ou seu democrático sucessor Raul. Outra coisa, pesquise quantos países baniram o comunismo após a agradável experiência de implementá-lo.

  12. Essas comparações entre Bolsonaro e Trump que fazem ai no Brasil são completamente equivocadas.
    Normalmente as críticas a Bolsonaro são por coisas que ele realmente disse (como dizer que dar porrada em filho evita que o mesmo se torne gay, que o problema da ditadura foi não ter matado mais, entre outras coisas, todas registradas em vídeo). As críticas a Bolsonaro são críticas de forma e de conteúdo. As críticas a Trump são por coisas que disseram que ele disse (e que frequentemente ele não disse). O que a mídia faz com Trump é uma clara distorção de discursos para, depois, tentarem bater em um espantalho. Há uma diferença monumental ai. No caso de Trump se critica a forma e se inventa o conteúdo. Entretanto, o conteúdo real da fala é importante para parte significativa do eleitorado, dai sua popularidade.
    Ambos abordam questões polêmicas e por isso chamam atenção, mas a forma com a qual abordam e o conteúdo é bastante distinto.
    Ademais, Trump é um sujeito criado na iniciativa privada, um homem inteligente e com grande poder de negociação. Bolsonaro passou a maior parte da vida ocupando cargos públicos, seja dentro do exército ou posteriormente como parlamentar.
    Trump é muito superior a Bolsonaro em todos os sentidos.

  13. Primeiro a Lei da ANISTIA …. Foi feita para ambos os lados portanto o Ustra nunca teve sentença criminal condenatória transitada em julgado. Visto que FOI ANISTIADO assim como os guerrilheiros de esquerda.

    Segundo o que se julgou sobre o Ustra referente ao seu período frente ao DOI-Codi foi sua responsabilidade civil do local a qual ele era realmente responsável. Não sabemos se o personagem (Ustra) era um sádico ou seus comandados que praticaram tortura. Aliás muitos dos que falam que foram torturados sequer tem alguma cicatriz só alegam e recebem a “bolsa-ditadura”. Vendo o tipo de gente que faz tais alegações nunca teremos a verdade REAL dos fatos da época.

    Obs: Existe um documentário “reparação” no youtube uma das vítimas desses guerrilheiros/terroristas da época teve parte da perna amputada e não pôde seguir sua carreira de piloto graças a uma bomba colocada na embaixada dos EUA em SP. Essa turma que chora ter sido torturada NUNCA lutou por democracia, devemos a redemocratização a pessoas como: Franco Montoro, Tancredo Neves, Ulyses Guimarães…..

  14. Não entendo a colocação, o nobre blogueiro pode até não concordar com o Bolsonaro, agora achar porque o sujeito não é simpático ao grupo LGBT, o mesmo deva ser qualificado de machista, acaba denotando uma acusação leviana, que vejo como algo condenável, os gays não gostam dele, e dai? dizer que ele ataca minorias é de uma estupidez intelectual sem medida, que você atacasse a atuação dele no parlamento, tudo bem, cada qual defende aquilo em que acredita, acho que com todo o ser humano, Bolsonaro tem seu erros, mas me aponte um, eu disse somente um, político que possui a honradez e retidão desse cidadão, que é um dos únicos a combater os que detém o poder com destemor e galhardia. Temos que acabar com o medo de nos assumirmos como social democrata, direitista, liberal, seja a qualificação que for, pois a aura de que somente quem é de esquerda detém o monopólio da ética já ruiu por terra faz tempo.

    • Acho que você falou do texto eu EU CITEI (do André Forastieri), com o qual não concordo 100%, mas sim na essência de que “independentemente do absurdo do que Bolsonaro falou, ele tem o DIREITO à livre expressão”.

  15. Precisamos defender Bolsonaro por ele ser um dos poucos políticos honesto e virtuoso de nosso país, por ele defender a família, os valores morais, os bons costumes, mas principalmente, por ele ser contra bandido e está do lado dos homens de bem desse país… o resto é mimimi. Mas 2018 está chegando, depois o choro e o ranger de dentes vai ser grande.

      • É quem temos por enquanto. E olha, ele está se preparando. E só pela covardia de Globo, Veja, de entrarem na onda de assassinato de reputação, o capitão aumentou o seu cacife. Essa jogada do Cel. Brilhante Ustra foi de mestre. Estou até antevendo um novo movimento, começando pelas redes sociais, igual ao do impeachment. A grande imprensa ignorando, descendo o cacete, e o Bolsonaro só aparecendo com os direitos de resposta. O pessoal da direita, que deu uma de babaca nessa, vai abrir os olhos e voltar para o bom trilho. Quer consertar o Brasil, tirar o velho esquema de mudar para deixar como está? Ele é o cara.

  16. Texto juvenil com sabor de papo de boteco da direita caviar. Em um momento de grave crise, que estamos a poucos passos de uma Venezuelização, vemos alguém achincalhar um cara e depois afirmar que a liberdade de expressão está acima das besteiras que acham que esse cara diz. Não gosta do cara ? Não vote nele. Mas gastar esforços e tempo para destruí-lo é um desserviço à verdadeira liberdade que é livrar o país dessa gangue de comunistas que suga tudo o que temos de mais sagrado. Que depois o filtro seja feito, mas que agora sigamos unidos no combate à quadrilha que nos quer levar para as trevas. Pé no chão Direita.

  17. O que desanima nesse assunto é que normalmente o que vemos é um show de emoções. Gente expressando palavras sem o uso da razão, demonstrando uma posição defensiva e infantil. É triste que muitos adultos o sejam apenas na idade, pois o pensamento é de uma criança.
    Por que digo isso? A começar pelos defensores do Lula/Dilma e Bolsonaro. Eles não têm um poder argumentativo, e se degladiam na base dos extremos: “Vc é de esquerda”. “Vc é de direita”. Como se nem mesmo existisse direita conservadora, direita liberal, de centro e outras posições políticas.

    Eu, por exemplo, sou de direita liberal. Mas nem por isso concordo com tudo que outro ‘direitista liberal’ disser.
    E quanto ao Bolsonaro, não posso apoiar um homem que é a favor da tortura e da marginalização dos gays.
    Quem sabe se ele tivesse propostas e poder(algo crível) para melhorar alguma área, como a segurança pública e o SUS, eu desconsiderasse o temperamento dele, afinal, ele tem que ser quem ele é. Não espero que alguém seja perfeito. Mas por tudo o que ele fez até hoje, apenas demonstrou despreparo profissional, despreparo intelectual e desrespeito aos direitos humanos. Como uma vez que ele disse que não deixa os filhos andarem com gays, porque quem anda com drogado, se droga também. Essa é uma comparação humilhante e absurda.

    O que falta em seus eleitores, além de maturidade, é coerência.

    Parabéns pelo artigo. Poucos artigos mostram um ponto de vista racional.

Deixe uma resposta