Privatizações de Temer podem dar novo alento ao país

5
108

650x375_michel-temer_1627796

Contra toda forma de respeito ao erário público, o PT entende no aparelhamento estatal sua maior fonte de poder. Não é preciso ser um adepto de Michel Temer para reconhecer que qualquer proposição falando em privatizações é bem vinda:

No documento que será apresentado como uma espécie de plano de governo do vice-presidente Michel Temer para a área social, o PMDB prega a transferência “para o setor privado [de] tudo o que for possível em matéria de infraestrutura”.

A menção ao aumento das privatizações e concessões integra o capítulo do estudo intitulado “A Travessia Social” que trata da “regeneração do Estado”. O trecho foi publicado nesta sexta-feira (29) pelo jornal “O Globo” e, depois, obtido pela Folha.

O plano afirma ainda o governo precisa estabelecer um novo modelo de relações com o setor privado, inclusive modificando a atual lei de licitações. “É necessário um novo começo nas relações do Estado com as empresas privadas que lhe prestam serviços e que são muito importantes para a economia do país”.

Do PT não temos esperanças que surja tal iniciativa. Quanto a Temer, não precisamos de meras esperanças. Precisamos pressioná-lo a ir em frente neste tipo de proposta.

Fonte: Folha

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Nova Ordem Mundial SEMPRE procura privatizar atividades que NECESSITAM CONTROLE em setores onde a gestão privada facilite o domínio do mercado assegurando lucro sem necessidade de qualidade da prestação nem avanço tecnológico – sem falar da imposição de preço pela inexistência de concorrência. Qual é a origem de todo o mal? ->
    Saiba tudo o que os mutantes não querem que você descubra no espaço de conscientização!
    O mundo espiritual, conforme publica este mês no “Refomador”, órgão oficial da FEB, acaba de ser instalado em 18 de abril uma colônia espiritual para acelerar o fim da dissimulada escravidão psicopata-reptiliana.*
    Conheça a origem de todo o mal para poder se proteger: https://t.co/rnoTiXSRmU

  2. Tenho pena dos mais jovens que estão estudando para concurso público. Fica cada vez mais distante o sonho de um emprego público. Resterá para a grande maioria se submeter ao trabalho quase escravo e baixos salários. Sem falar que para ter acesso a essas empresas (Petrobras, por exemplo), só apadrinhado.

    Já estou quase aposentado e com uma boa vida, por isso minhas palavras é pensando nos que estão estudando.

    Mas, muitos desses não vão poder lamentar, pois desejaram esse momento e gritaram por ele.

    Sucesso aos privilegiados que p
    ossuem condições financeiras apenas para estudar.

  3. Sonho meu, se fossem privatizações. Serão apenas concessões e PPPs. Ao menos já é um primeiro passo.

    Fica a observação para que possamos utilizar os termos corretos.

Deixe uma resposta