Em dois dias, 1,1 milhão de venezuelanos assinam referendo para tirar Maduro

4
50

7E881536-E8C2-47B3-9FDC-1D4EE1AB9550_cx0_cy2_cw0_mw1024_s_n_r1

Se esse monstro terminar caindo, será um baita de um alívio para a América Latina. Veja:

As filas aumentaram na Venezuela. Mas, dessa vez, não estão sendo feitas para comprar comida. Em apenas dois dias, 1 milhão e 100 mil venezuelanos compareceram aos locais de assinatura para aprovar o pedido de referendo e retirar do poder o presidente socialista da Venezuela, Nicolás Maduro. O volume é cinco vezes superior ao exigido pelo Consejo Nacional Electoral (CNE, o TSE venezuelano) para que o processo do referendo seja iniciado pelo CNE.

Após o CNE analisar e validar as assinaturas, serão necessárias 4 milhões de assinaturas para que o referendo seja efetivamente convocado pelo CNE. Por fim, para revogar o mandato de Nicolás Maduro, a votação a favor do “Sim” no referendo deve ser superior a 7.587.532 votos (número de votos que Maduro obteve em 2013 quando foi eleito). Nas últimas eleições parlamentares, realizadas em dezembro de 2015, havia 19,5 milhões de eleitores venezuelanos aptos a votar.

Será que mais um ciclo de horror bolivariano estará chegando ao fim? Eu já apostei no passado que isso seria irreversível. Tomara que os irmãos venezuelanos nos surpreendam e botem esse sádico assassino que atende por Maduro para correr.

Fonte: Em dois dias, 1,1 milhão de venezuelanos assinam apoio ao referendo para tirar Maduro do poder – ILISP

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Maduro precisa cair desde que entrou no governo. Um monstro desses nem deveria ter chegado lá. Não sei como aquela frouxa da ONU ainda não foi lá e tirou esse ditador.

    • A ONU e elite novaordemundista que a controla e dirige, se beneficia de regimes bolivarianos… O erro destes foi acreditarem que são donos dos seus destinos e vontades, se posicionando ingenuamente contra Israel, aí compraram briga perdida com os donos e por isso estão caindo um a um…

  2. Infelizmente para o povo venezuelano, o mais provável é que termine numa guerra civil ou num golpe de estado.
    O poder armado está aparelhado.
    Aqui eles rosnam e ameaças, lá terão condições de partir para a violência.

Deixe uma resposta