Janaína Paschoal mostra como se desmascara ditadores

24
96

janaina-paschoal

Jair Bolsonaro é uma figura bizarra por vários motivos. Um dos principais é que ele não consegue fazer um ataque efetivo aos ditadores da extrema-esquerda, pois, sempre que tenta fazê-lo, engata uma defesa da ditadura militar, embretando-se num buraco que cavou para si próprio. Claro que ele sempre terá os votos das viúvas da ditadura. Mas se torna inviável como candidato de grande porte. Tornou-se aí uma caricatura. Enquanto isso, Janaína Paschoal mostra como uma pessoa de mente mais aberta na política consegue expor o ódio de petistas contra a democracia. Veja o que encontramos no Facebook do senador Antonio Imbassahy, do PSDB:

RESPOSTA A ALTURA- A Senadora Fátima Bezerra (PT-RN) dirigiu-se à Professora Janaina Paschoal criticando-a por pedir o impeachment “de uma presidenta eleita” e acrescenta: “Não é uma presidente qualquer. É uma mulher que traz no corpo as marcas da tortura que sofreu POR DEFENDER A DEMOCRACIA no Brasil.” A resposta de Janaina: “Prezada senadora: se Dilma foi ou não torturada, não sei. Ela diz que foi, mas ela também diz que nunca soube de corrupção na Petrobras; a senhora decide se a palavra dela merece ou não seu crédito, senadora. Agora, quanto a ter Dilma lutado pela democracia, prezada senadora, veja se consegue entender: Dilma foi membro da Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares), organização MARXISTA-LENINISTA (a senhora sabe o que é isso, certo?) que praticava assaltos, atentados e sequestros. Tais ações tinham como finalidade (que constava dos estatutos da referida organização, a senhora pode pesquisar) implantar no Brasil uma ditadura do proletariado, um regime de partido único que não permite liberdade de expressão, liberdade de associação partidária, imprensa livre, eleições, nada que vagamente se assemelhe à democracia que a senhora mencionou.

Entenderam porque não precisamos mais de Bolsonaro abrindo a boca para falar da ditadura de esquerda? Os ataques dele não são efetivos, pois ele sempre tem que ficar na defensiva enquanto advoga pelo indefensável. E ele não é burro, mas desonesto: pois fala para aquele pequeno nicho de zumbis que ainda acreditam que esse discurso poderá se tornar o vencedor. Ao contrário: os discursos com chance de se tornarem vencedores são aqueles que só atacam os ditadores em nome da mais plena liberdade, como fez Janaína Paschoal, adquirindo estatuto moral muito superior ao de Bolsonaro.

Os melhores ataques à ditadura socialista são aqueles que atacam em conjunto a ditadura militar. Como Bolsonaro e sua tropa vão fugir desta narrativa tal qual o diabo foge da cruz, deixemos que eles cavem suas próprias trincheiras e vejamos o resultado lá no final.

Alguns bolsominions usam um truque da psicologia inversa e dizem: “você só discorda do Bolsonaro e critica o Ustra porque comprou a narrativa da esquerda” (e, como já disse, eles não conseguem nem usar o termo “extrema-esquerda”). Na verdade é o exato oposto: não compramos nem a narrativa safada da extrema-esquerda, como também não compramos a narrativa safada da extrema-direita que tenta vender a abjeta ditadura militar brasileira como algo que preste.

Fonte: (97) RESPOSTA A ALTURA- A Senadora Fátima Bezerra… – Antonio Imbassahy

Anúncios

24 COMMENTS

  1. Luciano, concordo que Bolsonaro peca pela falta de bom senso em seus modos narrativos, mas ainda assim votaria nele se as eleições fossem hoje, afinal não confio em PSDB e em nenhum desses que se cloca como opção, Bolsonaro erra por inocência e não por intenção. EU ACHO!

      • Luciano, você dizer que vota no DEM acho correto, mas porque no PMDB e PP?
        Você acha que eles estão bem representados, tirando o Marcel é claro?
        Esses dois últimos não foram os mais denunciados pela Lava Jato?
        Ou as denuncias a esses visavam seu enfraquecimento?
        E quanto ao NOVO, você não tem expectativas quanto a eles?
        Acho que você é um liberal, acredito que eu também seja, apesar que não tenho nada contra o Bolsonaro nem quanto sua defesa aos militares, e entendo que deveríamos buscar representantes que defendessem os ideais liberais, estado mínimo, direito a vida e a propriedade e, liberdade de cada pessoa encontrar sua felicidade.
        Quanto a Janaína concordo com você, ela matou é fantástica e merece ser posta como exemplo para seguirmos de como agir com essa podridão petista e esquerdista.
        Um abraço.
        🙂

  2. Mas perae, você mesmo disse em um dos seus comentários num artigo aqui do blog, que não há provas do comunismo naquela época. Você está se contradizendo, meu caro. =)

    • Acho que já te refutei. Nessa. Nunca questionei por provas de que “existiam comunistas naquela época’. Questionei por evidencias de que a “existÊncia de comunistas era um fator obrigatório para se criar uma ditadura.

      • Não, peraê…
        para que criar uma ditadura em um país, para realizar uma luta armada contra 1500 pelego?
        Isso parece totalmente ridiculo.

  3. Na verdade, há uma direita amestrada pelos marxistas culturais tupiniquins, estes que só admitem ser contestados por aqueles que lhes endossam a narrativa farsesca sobre a “abjeta ditadura militar brasileira”. É a direita “de que a esquerda gosta”. Ela se escandaliza com uma simples menção ao Ustra, mas se cala obsequiosamente quando os esquerdopatas saúdam, sem medo de ser felizes, “‘heróis do povo brasileiro”, terroristas empedernidos como Lamarca, Marighela e afins. Se tivesse um mínimo de coerência, essa direita “de que a esquerda gosta” trataria a ‘terrorista” Vanda e seus “companheiros de armas” que estão no poder com a mesma repulsa com que trata o torturador”‘ Ustra. Ou, então, já teria “anistiado” e “indenizado” todos eles com a isonomia que o estado de direito impõe.

    Quanto à fala da valorosa Janaína Paschoal, nada acrescenta em gênero, número e grau a inúmeros pronunciamentos feitos pelo deputado Bolsonaro sobre os mesmos tópicos, nas mais diversas tribunas em que tem malhado a esquerdopatia tupiniquim. Parece até sido copiada deles. De qualquer modo, é gratificante, por um lado, verificar que as razões do deputado “de que a esquerda não gosta” só são infundadas e passíveis de crítica quando proferidas por ele mesmo. Mas. por outro lado, fica evidenciada, mais uma vez, a verdade insofismável de que o país só chegou ao ponto em que chegou porque a esquerda dominou todo o espaço cultural, impôs as narrativas que quis e converteu supostos opositores em meros replicantes dos seus embustes e palavras de ordem. Zumbis, né?

    Pelo andar da carruagem, não tardará a hora em que, mesclando 2016 com 1964 e Dilma Roussef com Jango, dirão, quase sem se dar conta, com os braços ao alto e os punhos em riste:

    “Não vai ter golpe!”,

    • Janaína é diferente de Bolsonaro. Ela ataca a ditadura petista e não precisa se defender por nada disso. Bolsonaro não é tão efetivo, pois incorpora em seus ataques à ditadura petista a defesa dos “bons tempos” de outra ditadura. Com isso, perde autoridade moral. São os fatos. O resto nem vale comentário.

  4. Eu voto em Bolsonaro porque prefiro uma pessoa com ideais e ideologia definida doque um candidato de qualquer outro partido que pensam e agem para os seus intereces e para o partido e não para a nação ,PSDB ,PT, PDT, PMDB ou qualquer outro partido não tem um candidato com valores e caráter parecido que seja com o senhor Jair Bolsonaro então é pra ele meu voto e o da minha família ,chega de enganação .

  5. Você é que se complica a cada dia… O Bolso usa os mesmos da Janaina, apenas complementa com a lógica de se combater os comunas com suas armas, ou você acha que fazendo o jogo “merdacrata’ os conteria? O país era isso em 64 e se os “milicos” não entrassem em cena, você hoje nem teria esse blog… E fazer distinção entre esquerda “boazinha” e extrema? Você acredita mesmo nessa arenga? Pois os esquerdopatas usam da mesma estratégia, rotulam a direita de extrema, quando ela cresce e os ameaça, para fazerem o inverso do que você faz, se não puder domesticar a direita, xingue-a de EXTREMA… É o mesmo recurso que usam com conluio dos sionistas, quando distinguem islâmicos bonzinhos, os que podemos levar para casa e tentam nos convencer que são inofensivos por serem ainda minoria e não pegarem em armas por enquanto, e os radicais, ou fundamentalistas, que são os que não ficam só na torcida apoiando mas partem par a JIHAD pura e simples, como o EI… A esquerda boazinha, a “democrática” é que pavimentou a estrada para a tomada de poder de seus mais sinceros ou assumidos “cumpanherus”, como bem explica o mestre Olavo, e eu como estudante de jornalismo nos 70 constatei o monopólio ideológico dessa escória já naqueles tempos1 Ah, mas você não suporta o mestre Olavo, de quem não sou aluno e também discordo na questão sionista, e prefere os “equilibrados” Reinaldo Azevedo e Constantino, os quais respeito mas não endosso, não é mesmo? Apoio no momento grave que vivemos todos os que se opõem à ordem das coisas que impera neste país, mais precisamente o pt e seus cùmplices, mas já faço distinção entre Direita e ””””’direita”, representada nas últimas por dem, pp, pmdb, psdb e outas coisas que se passam por direita… Por isso tudo e experiência, prefiro o “desonesto”(como você o qualifica) Bolso, e o astrólogo(que os “céticos” e “racionalistas” tanto gostam de usar como desqualificativo) Olavão… Já os intervencionistas, só terão meu pleno apoio quando esgotar-se todas as possibilidades “merdocrátias”, digo, “democráticas” se esgotarem, para não mais se acusar de golpe, coisa que os canalhas já fazem neste estágio do processo , segundo o roteiro legalista…

    • E fazer distinção entre esquerda “boazinha” e extrema? Você acredita mesmo nessa arenga?

      Putz,,, sério que você não entendeu o que significa definir o oponente (se for de fato) como extremista?

      A esquerda boazinha, a “democrática” é que pavimentou a estrada para a tomada de poder de seus mais sinceros ou assumidos “cumpanherus”

      Não. Foi a direita que não foi para o combate POLÍTICO… 😉

      Por isso tudo e experiência, prefiro o “desonesto”(como você o qualifica) Bolso, e o astrólogo(que os “céticos” e “racionalistas” tanto gostam de usar como desqualificativo) Olavão…

      Preferir algo não prova a validade de algo.

      Já os intervencionistas, só terão meu pleno apoio quando esgotar-se todas as possibilidades “merdocrátias”, digo, “democráticas” se esgotarem, para não mais se acusar de golpe, coisa que os canalhas já fazem neste estágio do processo , segundo o roteiro legalista

      Essa é nova diferença. Eu não conto com intervencionismo em hipótese nenhuma. Estou COMPROMETIDO com a luta democrática. Talvez por isso vocês, da tropa do Olavo, não consigam gerar tanto movimento…

  6. Essa resposta de marxista-leninista, o Bolsonaro já deu, rebatendo o pedido de cassação que o presidente da OAB-RJ fez. Fala do pai do tal Santa Cruz. Será que é parente do Titica?

      • Somente tem impacto em quem já é convertido.
        Tanto é, que até a poucas semanas, a unica figura de de fato, desmascarou as intenções da guerrilha de extrema-esquerda tinha sido o Eduardo Jorge.

        O papo do Bolsonaro nunca colou. Dizer que a minha ditadura é melhor que a sua é algo completamente imoral.
        Sobre a converda do PMDB e PP, eu, hoje, sinseramente prefiro o PSDB. Posso mudar de opinião com um bom governo Temer.

  7. DEM PMDB PP? Hum não! fico com Bolsonaro que é o menos ruim, como um amigo aí já disse , não sou purista, vou pelo menos ruim de todos, ainda que tenha suas gafes, Bolsonaro tem história até aqui honesta e isso pra mim já tá de bom tamanho!

  8. Podem falar podem espernear mais os seguidores do Bolsonaro a cada dia que passa só faz crescer. São 27 anos só na política batendo de frente com esses comunistas sem se vender sem se calar e desmascarando todas às calúnias contra ele e como esses comunistas tentaram e vão tentar se ele tiver a chance de concorrer a presidente. Seu discurso no impeachment citando o coronel Ustra colocou uma grande dúvida para aqueles que acreditavam cegamente na histórias dos comunistas e é fato que o citado livro A verdade Sufocada está esgotando das livrarias constatei isso em três livrarias só pude ver a imagem do livro no monitor da livraria.

Deixe uma resposta