Maduro quer retirar poderes do Congresso venezuelano e chama referendo revogatório de “golpe”

3
37

Entre as várias coisas que os bolivarianos aprendem no Foro de São Paulo é dar golpes ditatoriais e se fingirem de “vítimas de golpe”. Observe como o discurso do psicopata Nicolas Maduro não difere daquele proferido por Dilma:

Em mais uma medida para reafirmar o “excesso de democracia” (de acordo com Lula) que existe no socialismo venezuelano, o presidente Nicolás Maduro informou esta semana que promulgará um decreto para retirar poderes do Congresso – dominado pela oposição desde as eleições legislativas de dezembro de 2015 – e impedir “sabotagens” do Congresso ao seu poder. A medida foi anunciada após o Congresso venezuelano aprovar uma moção de censura contra o Ministro de Alimentação do país, Rodolfo Marco Torres, o que deveria significar sua retirada do cargo, por ter faltado à uma convocação do Congresso para explicar a falta de alimentos no país.Maduro também pediu que os socialistas do país estejam “alertas contra a investida golpista, insensata e amalucada” da oposição, que em menos de dois dias já recolheu 1,1 milhão de assinaturas para aprovar o referendo que pode tirar Maduro do poder.

É por isso que acho que às vezes é um equívoco sair dizendo “Fora Foro”, como se isso fosse resolver alguma coisa. Jogar a guerra política e desmacarar os truques dessa escória e as demandas totalitárias daria muito mais certo.

Fonte: Maduro quer retirar poderes do Congresso venezuelano e chama referendo revogatório de “golpe” – ILISP

Anúncios

3 COMMENTS

  1. O discurso do Fora Foro serve muito mais para colocar em pauta e tb em conhecimento do público a existência de uma entidade supranacional chamada Foro de SP que domina a política Sul Americana.
    Uma coisa não exclui a outra. Desmascarar as farsas deve ser colocada conjuntamente com a exposição do Foro como o grande vilão que é.

Deixe uma resposta