Baseado em chantagem, pedido de renúncia de Dilma é canalhice, sem-vergonhice, irresponsabilidade e desrespeito à nação

7
132

___dilma

Como vimos hoje pela manhã, Dilma Rousseff estaria pensando em pedir novas eleições e ainda renunciar, mas requisitando que o vice faça o mesmo:

A presidente Dilma Rousseff pensa em enviar ao Congresso nos p(prróximos dias uma proposta de emenda constitucional (PEC) para que novas eleições presidenciais sejam realizadas ainda neste ano. As informações são do jornal O Globo.

Segundo O Globo, a equipe do vice-presidente Michel Temer recebeu a informação de que Dilma estaria preparando um pronunciamento em rádio e TV em que renunciaria ao cargo e pediria ao vice para fazer o mesmo.

O programa seria veiculado na próxima sexta-feira, poucos dias antes do Senado votar se aceita (ou não) analisar o processo contra a presidente. Na última semana, a oposição rechaçou qualquer possibilidade de realizar novas eleições presidenciais. A justificativa é a de que não há respaldo para novas eleições na Constituição nos casos em que apenas o presidente renuncia.

Dilma é uma vergonha entre todos os presidentes que já ocuparam a cadeira máxima do poder. Nunca se viu alguém descer tão baixo.

Depois de todo o cirquinho dizendo que “impeachment é golpe” e de afirmar “renúncia jamais”, fala em renúncia (mas só por barganha), mudando de discurso por conveniência, jamais por princípio, algo que deveríamos exigir de qualquer presidente de uma nação que se pretenda civilizada.

Que ela renuncie, tecnicamente seria um alívio. Mas daí a dizer “eu renuncio se você renunciar também” é de um desamor pela nação sem igual. Dilma trata o Brasil como bijuteria barata: “Olha, eu não compro aquele colar, mas você não compra também, certo?”. Que palhaçada é essa? Dilma foi eleita, e Temer também. Quem está marcada por crimes de responsabilidade é ela, não Temer. Qualquer barganha nesse sentido é uma atitude imoral e desrespeitosa à nação.

É até melhor que Dilma não renuncie. Melhor que ela tome um impeachment na cara. Mas se ela renunciar, o problema é dela. Ela não tem moral para requerer a renúncia de um vice-presidente que nem assumiu. Quem destruiu intencionalmente a economia através de crimes de responsabilidade foi ela, não Temer. Com a queda de Dilma, Temer começa um novo governo e deve ser julgado pelos atos feitos a partir do momento de sua posse, não antes.

Aliás, a renúncia dela seria a confissão de ser uma criminosa. Já sabemos que ela cometeu crime de responsabilidade. Renúncia é confissão. Alguém dirá que “a questão é de baixa popularidade”, mas foi ela mesmo que disse que “baixa popularidade não é motivo para o presidente sair”. Então, se ela renunciar, confessará o crime.

Ademais, novas eleições é golpe. Enquanto o governo não parava de dizer que tinha “200 parlamentares para barrar o impeachment”, não falava em novas eleições. Pois foi só tomarem uma tunda no Congresso (perdendo por 367 a 137) que mudaram o discurso como se muda de cueca. Não há óleo de peroba que basta para dar um jeito nisso.

Enfim, se Dilma quiser renunciar, que renuncie.

Qualquer coisa além disso, incluindo renúncia compartilhada (“só renuncio se Temer renunciar também”) ou requisitar novas eleições (mas só depois de perder no Congresso, evidentemente) é canalhice, sem-vergonhice, irresponsabilidade e desrespeito à nação.

Fonte: Dilma quer renunciar e pedir novas eleições, diz jornal | EXAME.com

Anúncios

7 COMMENTS

  1. luciano cagado, coxinha filho da puta, voce quer o temer, pois esta com cargo garantido no governo dele, voce também deve ser satanista seu porco.

  2. Hahahaha. Genial! “Só saio se ele sair” ou “só saio se o Lula puder concorrer e ganhar” -> o que não acontecerá, pois Lula deve ser preso antes.

    Queria que Dilma renunciasse, mas já to achando que será mais divertido ver ela tomando um impeachment na cara. Tchau, querida!

  3. Dilma Rousseff é uma comunista nata. Sem nenhum tipo de sentimento para os demais cidadãos senão ódio e desprezo.

    Se ela pedir renuncia vai está admitindo que é criminosa mas ter a cara de pau de pedir a renuncia de Temer só tem justificativa caso ela confesse que aconteceu e reconheça também que foi cabeça pensante (hahahahaha) em fraudes eleitorais nas eleições de 2014 além das pedaladas fiscais. Até lá; até tudo ser investigado e todo mundo julgado; é Dilma na rua e Temer na presidência.

Deixe uma resposta