Ator de ‘Tropa de elite’ fala sobre extinção do MinC: “Já foi tarde”

4
185

Enquanto artistas milionários e globais estão choramingando pelo fim do Ministério da Cultura, um ator talentoso (e mais modesto no cenário artístico), Sandro Rocha, disse que esse órgão “já vai tarde”:

Conhecido por seu papel no filme “Tropa de elite”, e sua sequência, a maior bilheteria do cinema brasileiro de todos os tempos, o ator Sandro Rocha se manifestou sobre o fim do Ministério da Cultura, cuja extinção foi anunciada na quinta-feira, assim que Michel Temer assumiu o cargo de presidente em exercício. Sandro interpretou Major Rocha, um dos papéis principais do filme dirigido por José Padilha.

“Sobre o fim do Ministério da Cultura, como artista posso falar : já foi tarde !! Só serviu para contribuir com inúmeras MAMATAS de 6 ou 7 !! Para se conseguir aprovar um projeto ou se conhece alguém ou tem que pagar PROPINA !! Eu mesmo desisti várias vezes !! Uma ilusão !! Uma farsa !! Não vai fazer falta e vai ajudar a economizar para o BRASIL !! Quem está gritando é quem comia desta fonte !! ACABOU !! Quer ganhar dinheiro ? VAI TRABALHAR VAGABUNDO !!”, escreveu ele em sua página no Facebook.

Enquanto isso, os milionários globais – que adoram milhões e milhões de verbas estatais imerecidas – estão chorando pelos cantos. Só o baixo nível moral daqueles que reclamam do fim do Ministério da Cultura é o suficiente para observarmos que Temer acertou em cheio nessa decisão.

Falta só criar um projeto de lei para extinguir a Lei Rouanet.

Fonte: Ator de ‘Tropa de elite’ fala sobre extinção do Ministério da Cultura: ‘Já foi tarde’

Anúncios

4 COMMENTS

Deixe uma resposta