Governo do Uruguai faz birrinha não reconhece Temer como presidente do Brasil. Que bom…

13
73

Quanto mais países bolivarianos e totalitários rejeitarem o governo Temer, melhor para o Brasil, pois abre-se oportunidades para negócios com líderes mais civilizados em nações mais avançadas. Agora o ministro das Relações Exteriores e chanceler do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, disse que “não reconhece o governo Temer”:

O ministro das Relações Exteriores e chanceler do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, fez questão de se posicionar mais uma vez em relação ao impeachment de Dilma Rousseff (PT) e garantiu que o governo do país cisplatino não tem intenções de reconhecer Michel Temer (PMDB) como presidente do país.

“O Uruguai se manifestou politicamente, já disse o que tinha que dizer. Com certeza estamos muito preocupados com esta situação e esperamos que tudo ocorra dentro dos parâmetros constitucionais e institucionais. A posição do nosso governo está clara, pois nós já nos posicionamos a respeito disso”, disse Nin Novoa em entrevista a jornalistas na última quinta (12), data do primeiro dia de mandato do presidente em exercício.

Perguntado se irá entrar em contato com Temer ou com alguém de seu gabinete, o chanceler foi direto: “Não [haverá nenhum tipo de comunicação]. Já dissemos o que deveríamos ter dito, de maneira que não temos mais nada a agregar.”

O vizinho do sul não é o único país que não reconhece a legitimidade do peemedebista como chefe de Estado brasileiro. Já a Ministra das Relações Exteriores da Rússia, María Zajárova, afirmou que “é inaceitável a interferência externa na atual situação política do Brasil” e que Moscou espera um país “estável e democrático”.

Tchau, Uruguai! Mas que não peçam mais verbinhas de nosso BNDES, ok? Se é para cortar relações, é bom que deixem de levar nossas verbinhas, que sempre o PT ofertou mui proativamente.

Fonte: Governo do Uruguai não reconhece Temer como presidente do Brasil

Anúncios

13 COMMENTS

  1. Eu queria saber o que é que está faltando para esses países bolivarianos expulsarem o Brasil do Mercosul. Vamos, bota a gente pra fora logo, que precisamos estar livres para começar a fazer negócio com países sérios.

    • Todo País tem sua ideologia e a defende como quizer e tenha como parceiros políticos, economicos e comerciais que mais lhe prover: mas agora devo lembrar o nosso Ministro do Exterior que o Uruguai deve ter emprestimos feito com o BRASIL atráves do BNDES e DILMA se eles cortaram relações ou não aceitam o PRESIDENTE INTERINO que paguem o que devem ao BRASIL pois nós não somos Organização Beneficiênte Sem Fim Lucrativo.

  2. Isso não é bom não Luciano, se houver um efeito cascata o Brasil pode ficar isolado e reforçar a narrativa do PT, o Chile por exemplo não chega a ser bolivariano mas é de esquerda falando em fazer o mesmo, retirar o embaixador, se não tivéssemos um governo de homens de geleia sem convicção( que já voltaram atrás em várias coisas) não seria tão preocupante.

  3. Podem reclamar à vontade. Mas não usem isso como pretexto para não pagar o que devem ao Brasil. A Bolívia que se prepare para devolver nossa refinaria. Vamos COBRAR. É uma boa hora para chutar o pau da barraca e sair do Mercosul, abandonar a Unasul, a ALBA e outras porcarias.

  4. Tirando Argentina e Chile o resto é tudo merda que não serve pra nada e precisam muito mais do Brasil que nós deles. Vamos negociar com gente que tem categoria.

  5. Então já podem começar a devolver os aviões e tanques da FAB e do EB que o Brasil doou para eles e pararem de trazer navios velhos para o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro reparar de graça!

  6. Mas quem disse que o Brasil precisa desses paisinhos de merda, que nem moeda nacional colorizadas eles tem melhor pagarem o que deve ao BNDES, e depois podem caírem fora, nós brasileiros agradecemos.

Deixe uma resposta