MP investigará cargo de professor fantasma de Maranhão

0
62

Nesta semana, o Brasil descobriu que Waldir Maranhão, presidente interino da Câmara, ganhou R$ 370 mil como professor fantasma.

Agora, conforme o Estadão, ele será alvo de investigação do Ministério Público do Maranhão. A matéria ainda lembra que o caso também será enviado ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

Mais detalhes sobre o caso:

Em fevereiro de 2014, quando cumpria seu segundo mandato como deputado, Maranhão voltou a receber salário mensal da Uema. Reeleito para seu terceiro mandato como parlamentar, o deputado continuou a ser remunerado irregularmente durante todo o ano seguinte.O presidente interino da Câmara recebeu irregularmente a quantia de R$ 368.140,09, o que equivale a cerca de R$ 16 mil por mês.Segundo a reitoria da Uema, a paralisação ocorreu quando a administração da universidade fez uma auditoria em sua folha de pagamento no fim do ano passado, e só então percebeu que Waldir Maranhão tinha voltado a receber salário como professor. Por lei, o parlamentar tinha obrigação de comunicar a universidade e pedir seu afastamento imediato, já que Maranhão é concursado da Uema. Em anos anteriores, ele já tinha feito isso.

A reportagem procurou novamente o deputado, mas ele não quis se manifestar.“Vamos pedir informações à Uema, para saber qual é essa história de forma oficial, para fazermos o procedimento aqui no Estado. Vamos deflagrar o processo para apurar”, disse Reginaldo Júnior Carvalho. “Faremos tudo o que estiver ao alcance do Ministério Público Estadual, a exemplo do que aconteceu em relação ao filho do parlamentar. As medidas serão adotadas com o maior rigor que a lei determina.”

Reações imediatas surgiram no Congresso. O deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) lembrou que os dados serão incluídos no processo que foi enviado ao Conselho de Ética da Câmara. “Isso vai ser incluído em nossa representação feita ao Conselho de Ética. É uma irregularidade grave. Gestos como esse mostra qual é a verdadeira personalidade de quem ainda está à frente da Câmara, mesmo que interinamente”, disse.

#ForaMaranhão

Fonte: Ministério Público investiga salários pagos a Maranhão – Política – Estadão

Anúncios

Deixe uma resposta