TV Brasil deve deixar de ser órgão de partido

12
54

A programação da TV Brasil sempre foi puro lixo propagandístico, no estilo das emissoras nazistas, sem o menor pudor de mentir em favor de um governo de sádicos. Agora parece que a palhaçada terá fim:

Michel Temer vai transformar a TV Brasil em uma “televisão de utilidade pública”, para mostrar ações do governo e ajudar em campanhas de saúde e de mobilização da sociedade.

Será abandonada a ideia de fazer uma televisão pública, nos moldes da BBC britânica, como ambicionado no governo Lula — sem o menor vestígio de êxito, ressalte-se.

Sua avaliação é que a emissora, da maneira que é hoje, acaba sendo usada para o jogo político pelo governo da vez.

Temer quer ainda uma auditoria nos gastos da TV Brasil nos últimos anos e uma reformulação completa na programação — com um orçamento muito mais enxuto.

A TV Brasil foi criada em 2007 por inspiração de Franklin Martins e, desde então, tem uma audiência estável: não sai do traço. Estima-se que a brincadeira de Franklin tenha custado até hoje R$ 6 bilhões.

Só um detalhe: gastar com uma mídia de baixo nível não é uma “brincadeira”, mas uma ação totalitária de gente que não respeita a democracia.

Aliás, a comparação com a BBC britânica é no mínimo uma gozação. Quem já assistiu a TV Brasil sabe que ali o nível é do esgoto: parece até propaganda de partidos como PT e PCdoB. E tudo pago com dinheiro público.

O melhor mesmo seria fechar a TV Brasil. Mas é aquele negócio: um dia por vez.

Fonte: Temer vai acabar com a TV Brasil como ela é hoje | Lauro Jardim – O Globo

Anúncios

12 COMMENTS

  1. Estou muito confiante nessa equipe que foi formada para tirar o País do caos que se encontra,
    Oxalá tenhamos êxito!

  2. Fora o fato da EBC (a responsável pelo conteúdo da TV Brasil) ser uma fábrica de cargos de confiança. Um editor de imagens ou cinegrafista, ganham em torno de 2 mil reais mensais; já os cargos de confiança pra esse mesmo setor, ganham em torno de 6 mil. Existe até um locutor que ganha 15 mil mensais, mais até que os coordenadores de vários setores.
    Só palhaçada com dinheiro público mesmo.

  3. Ou seja, estou vendo que aquela fase da antiga TVE-RJ pode voltar, na minha opinião. Boa partes daqueles programas, foram extintos por questões político-partidárias como “Espaço Público” (ex-“Olhar 200x”) com Lúcia Leme, “Direito em Debate” com argumento que é horário alugado o que não convence pois, que eu saiba, o sr.Brasil não é produzido pela TV Cultura-SP (podem me corrigir se errei) e outro sem motivo como “Cadernos de Cinema”.

  4. Privatiza a TV Brasil, poxa. Com uma programação nova. Mantem quem trabalha lá, a estrutura, e etc, mas muda a programação, chamem diretores novos, muda o nome do canal.

  5. “O melhor mesmo seria fechar a TV Brasil. Mas é aquele negócio: um dia por vez.”

    Concordo e acho que a estratégia do governo Temer é indo aos poucos.Fazer tudo de uma vez é praticamente impossível.

    Na minha opinião é até um avanço ele fazer auditoria e dar novo ar a essa emissora.

  6. Nao seria melhor fechar esta TV de vez ou privatizar este canal? Se manter esta TV a tentaçao de usa-la como canal de propaganda governista é grande! Vamos acabar com mais esta despesa!

  7. Já que é uma TV paga com dinheiro público deveria ser de utilidade pública, com programação instrutiva e informativa, programas infantis decentes e inteligentes, programas que contassem a história do país e dos governos mundiais, informações sobre pesquisas, programação que informe a abra a mente do povo brasileiro, TV da verdade.

  8. Dão as caras na PTV Brasil: Paulo Moreira Leite, Luís Nassif, Emir Sader, Lalo Leal, Alberto Dines e tudo quanto é comunista.

Deixe uma resposta