Maioria dos argentinos aprova governo liberal de Macri

0
31

Quando Macri pegou a Argentina tinha em mãos uma terra tão devastada quanto o Brasil deixado por Dilma. Na verdade, a Argentina caminhava a passos largos para se tornar uma Venezuela. Hoje o cenário é completamente diferente, como aponta o ILISP.

Após seis meses no cargo, a maior parte dos argentinos aprova o governo, mesmo em medidas liberais rotuladas de impopulares pela mídia. Entre essas medidas temos o fim dos subsídios estatais às tarifas de água e energia e o veto do presidente à lei apoiada pelos socialistas que impediria as demissões no país por seis meses.

Mais:

De acordo com as últimas pesquisas na Argentina, a aprovação da gestão Macri vai de 50% (Graciela Römer) a 60% (Poliarquía). Dessa forma, Macri é um dos políticos mais bem avaliados de toda a Argentina, junto com a governadora da província de Buenos Aires, María Eugenia Vidal (do mesmo partido de Macri, o Cambiemos). A aprovação de Macri é superior à aprovação da socialista Cristina Kirchner nos seis primeiros meses de seus dois mandatos.

De acordo com os pesquisadores, a população argentina entendeu que o país está enfrentando a herança deixada pelas medidas tomadas pela esquerda e acredita que as medidas liberais tomadas por Macri em seus primeiros meses de mandato surtirão efeito para mudar o país.

Que isso sirva como motivação adicional para não deixarmos Dilma voltar em agosto. Chega de governos que destroem intencionalmente suas economias.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta