Extrema-esquerda pratica violência extrema contra estudante indefeso na UnB

12
157

servidores-da-unb-preparam-greve-para-a-proxima-semana (1)

Sempre com covardia e fascismo, a extrema-esquerda que infesta as universidades públicas mais uma vez praticou seus tradicionais espetáculos de horror. Atacaram, feito uma matilha de psicopatas, um estudante indefeso que apenas segurava uma bandeira da monarquia. Como já escrevi várias vezes aqui, boa parte dos direitistas até rejeita a solicitação por monarquia. Mas a divergência no mundo civilizado não deveria ser resolvida com ataques orcs.

A matéria do site Metropoles fornece mais detalhes:

O vídeo que mostra uma briga no campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília (UnB) mostra pelo menos cinco jovens envolvidos no confronto. As imagens foram compartilhadas em grupos de estudantes da instituição e trazem cenas de grande violência.

Segundo comentários de estudantes que teriam presenciado o momento, a briga ocorreu nesta terça-feira (7/6) depois que um aluno hasteou uma bandeira da Casa Imperial do Brasil no andar superior do Instituto de Ciências Centrais — o Minhocão. O ato seria em apoio à monarquia. Então, ele e um grupo que seria contrário à manifestação entraram em confronto.

Em comentários nas redes sociais, estudantes têm criticado a atitude do grupo. O Metrópoles entrou em contato com a assessoria da UnB, mas até a publicação desta matéria, não havia recebido resposta.No mesmo local, um grupo de cerca de 40 alunos se manifestava contra a paralisação de estudantes na universidade. “Eles falam que é contra a precarização do ensino, mas temos certeza que é a favor do governo Dilma”, comentou Osmar Bernardes, um dos coordenadores do ato.

Ele fez questão de ressaltar que o grupo não apoia à monarquia e que o jovem estava sozinho. “Foi um ato isolado. Mas a gente repudia qualquer tipo de violência. Todo mundo tem direito de apoiar o que quiser”, opinou.

Osmar relata que o Movimento Reação Universitária também foi vítima de agressões nesta tarde. “Jogaram tinta na gente e gritaram palavras de ordem”, afirmou Osmar.

Bancadas com dinheiro público, as universidades federais e estaduais estão se tornando ambientes alheios à civilização. A doutrinação de extrema-esquerda cria hordas de psicopatas. Se for para continuar desse jeito, o negócio então é privatizar, pois estruturas bancadas com dinheiro público não podem ser tornar armadilhas para emboscadas de pessoas indefesas.

O projeto Escola sem Partido tem seus méritos, mas é insuficiente: precisamos salvar as crianças e jovens de estruturas de horror, opressão e abuso, e para isso é preciso proibir que qualquer estudante sofra coação por questões de opinião. Em ocorrências como a deste tipo, é preciso processar os responsáveis e exonerar aqueles que deveriam garantir a segurança dos estudantes.

Escola é lugar de estudo, não de terrorismo. Mais do que lutar contra a doutrinação em salas de aula, é preciso lutar contra a violência deliberada, o abuso incentivado, a tortura programada, o fascismo sistematizado e a censura incessante.

Deste jeito, a UnB se tornou a antítese do que deveria ser uma escola. Os responsáveis por isso precisam ser punidos.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Anúncios

12 COMMENTS

    • Só pode levantar bandeiras vermelhas… qualquer outra é contra a democracia, segundo os PSICOPATAS vulgo comunistas.

      É preciso expor essa verdadeira face da esquerda brasileira, uma esquerda intolerante, mentirosa e que adora fingir estar do lado dos democratas… mas o que esperar de grupos que ja defenderam publicamente, o regime norte coreano?

  1. Não sei se vou deixar meu filho frequentar uma universidade pública. o ambiente dessas instituições está muito hostil. Muito triste assistir cenas assim.

  2. Lembro-me da existência de um “manual de conduta do universitário” quando cursava a graduação na UFPR. Constava que o envolvimento em brigas e depredação do patrimônio seriam motivos de expulsão.
    Esses beócios não serão NO MÍNIMO expulsos?

  3. a esquerda esta usando metodos facistas para intimidar qualquer um que nao comungue de suas ideias,a mascara de defensores da democracia caiu (E ELES ESTAVAM MASCARADOS NA AGRESSAO)

    • Está usando? A diferença hj é que não tem mais uma linha divisória entre nacionais e internacionais socialistas, qual a diferença do Erdogan pra Lula? Lula pra Putin? Fascistas e comunas agem igual mas se odeiam mutuamente, dois lados da mesma moeda

  4. O melhor para o Brasil seria realmente a monarquia. Quem defende a monarquia, defende na verdade o parlamentarismo monárquico, muito melhor que o parlamentarismo republicano. Não faz sentido separar chefia de estado de chefia de governo, se ambos podem ter vínculos partidários.

Deixe uma resposta