Em 2012, Venezuela proibiu completamente o porte de armas 

2
140

Voltemos um pouco ao túnel do tempo, mais especificamente para o fim de maio de 2012, quando a Venezuela decidiu banir a posse de armas, como lembrava uma matéria da BBC News.

Até aquela data, qualquer um com direito a porte de armas poderia comprá-las no mercado. Sob a lei aprovada em 2012, apenas o exército, a polícia e alguns grupos – como empresas de segurança – passaram a ter o direito de comprar armas de empresas estatais e importadoras.

Na época, o governo chavista alegou que queria melhorar a segurança e cortar o crime. Hoje Caracas é a cidade mais violenta do mundo.

Este é o processo socialista: desarmar o cidadão para subjugá-lo. É exatamente por esse motivo que os cidadãos norte-americanos rejeitam tanto as tentativas esquerdista de “controlar porte de armas” como rejeitam óleo de rícino. Fazem bem.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Anúncios

2 COMMENTS

  1. …e’ o que queriam aqui; povo desarmado, bandidos e governo fortalecidos. Gracas ao dr Moro o Brasil nao se transformou muma grande venezuela. Corre risco, tem que se prender muitos politicos, nao so’ empresarios; dom corleone nao pode ficar impune. Tudo foi arquitetado com a fundacao do F.S.PAULO desde 1990 fundado pelos ‘democratas’ lula e fidel!

  2. Praticamente foi o que este governo corruPTo comunista do PT fez aqui no Brasil, aqui eles foram espertos convenceram o povo a entrega as suas armas para diminuir a violência, mas na realidade eles queriam era ter o povo sobre o seu controle e poder dominá-lo de vez para implantar o comunismo no país, mas para o azar deles eles não conseguiram realizar o sonho deles.

Deixe uma resposta