Carta Maior chama de “valor irrisório” verba cortada de R$ 11,1 mi para blogs petistas

1
73

______________________________________foto_mat_33024

A publicação petista Carta Maior está choramingando por ter perdido verbas estatais de anúncios, como aconteceu com o resto da BLOSTA (blogosfera estatal).

Alguns absurdos que eles disseram:

No orçamento de 2016, a Secretaria de Comunicação do governo federal, a Secom, reservou ao conjunto da mídia progressista brasileira cerca de R$ 11,2 milhões do total destinado à publicidade pública (estatais, administração direta etc)”

“O valor, repita-se, dividido entre toda a mídia progressista, equivale a 1% dos recursos direcionados em 2015, por exemplo, apenas à publicidade  nas redes de televisão (mais de R$ 1,2 bilhão).”

“O valor da publicidade suprimida agora pela Secom era na verdade  irrisório (1%) em relação aos gastos totais na área.”

Valor irrisório? Irrisório só se for para esses sujeitinhos mamadores de tetas estatais, não para os pagadores de impostos que sustentam essa baixaria. No dia em que R 11,2 mi for valor irrisório, peço que doem essa “mixaria” para mim então. Assim eu resolvo minha vida.

O discurso da Carta Maior é pura palhaçada. A questão não é se o valor recebido pelos blogs sujos é muito menor do que aquele recebido pelas grandes organizações de mídia. A questão é que o valor é desproporcional em relação aquele pago a qualquer blog. Ou seja, blogs vazios, que só servem à propaganda partidária, receberam verba desproporcional enquanto vários outros blogs de muito maior acesso nada receberam. Isso por si só transforma a BLOSTA em uma organização suspeita, bem como é suspeito o governo que os abasteceu por tanto tempo.

A grana recebida pela BLOSTA é uma fortuna. Chamar esse dinheiro indevido de “mixaria” é ofensa ainda maior lançada contra o povo. A grana jorrada para a BLOSTA foi sempre uma fortuna. Uma imerecida e pornográfica fortuna.

A Carta Maior deveria tomar vergonha na cara e correr atrás de verbas de anunciantes no mercado. E enquanto fazem isso deveriam pedir desculpas aos cidadãos pagadores de impostos por terem recebido verbas estatais imerecidas.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta