“Jaques Wagner ofereceu votos do PT”, diz Cunha

0
73

Como eu havia previsto dias atrás, as declarações de Cunha iriam complicar muito mais o PT do que o PMDB. Vejam, conforme O Antagonista:

Eduardo Cunha diz que teve três encontros com Jaques Wagner, como chefe da Casa Civil: um ocorreu na própria casa de Cunha, outro na Base Aérea e o terceiro no Palácio do Jaburu.

“Nos três encontros, Jaques Wagner ofereceu os votos do PT no Conselho de Ética.”

Segundo Cunha, Jaques Wagner também ofereceu o “controle total” do presidente do colegiado, além de deixar de fora da discussão do Conselho a esposa e a filha dele, Claudia Cruz e Daniele Dytz.

“Portanto, é fantasiosa essa história de que abri o impeachment por causa do Conselho de Ética.”

E vem mais por aí.

Tudo muito previsível, uma vez que o partido com as chaves do cofre durante 13 anos foi o PT, não o PMDB. Cunha e seus amigos do PMDB no máximo foram serviçais do PT durante todos esses anos.

Cunha, fale mais. Vai ser divertido.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

Deixe uma resposta