Durante uma semana, Bolsonaro teve o mundo em suas mãos. E jogou fora…

64
223

size_960_16_9_jair-bolsonaro

Jair Bolsonaro ganhou na loteria dias atrás. Foi transformado em réu pelo STF. Parecia ser um revés político, não? Nada disso. Ele ganhou a oportunidade de se transformar em um mártir na luta pela liberdade de expressão.

Isso aconteceria por que os verdadeiros defensores da liberdade de expressão compreendem o que significa a frase de Evelyn Beatrice Hall, biógrafa de Voltaire: “Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las”. Até hoje a frase é falsamente atribuída a Voltaire, mas o que importa é seu significado.

De imediato, vários formadores de opinião da direita – mesmo que discordassem de Bolsonaro – saíram em seu apoio. Eu me incluo entre eles. O texto Jair Bolsonaro é vítima de fascismo censório do STF possui até o momento 25.000 curtidas. Por tê-lo escrito, fui brindado com um texto revoltadíssimo – e involuntariamente cômico – do site ultraesquerdista Congresso em Foco. Eu era apenas um dentre muitos dispostos a defender o direito de Jair Bolsonaro ter liberdade de expressão e não ser punido injustamente.

Uma análise do jornalista Denian Couto demonstra a que ponto Bolsonaro estava em vantagem:

Estava tudo pronto para começarmos um debate em favor da liberdade de expressão. Boa quantidade de autoridade moral estava disponível para os que lutassem em favor da liberdade, uma vez que trariam em mãos o caso de uma pessoa com a qual discordavam.

Pois na última quinta-feira (dia 23), Bolsonaro colocou tudo a perder, com essas frases: “Apelo humildemente aos ministros do STF que votaram para abrir o processo, não para me condenar ainda, que reflitam sobre esse caso… Foi um ato reflexo. As desculpas que eu peço são para a sociedade, que foi desinformada sobre a verdade dos fatos”.

Eu costumo discordar de Alexandre Seltz, mas nesse vídeo ele foi certeiro:

É isso. Bolsonaro “arregou”. Pediu desculpas quando na verdade seus ofensores é que deveriam clamar pela absolvição pública. Suplicou “humildemente” ao STF quando na verdade os quatro ministros fanfarrões que o transformaram em réu é que deveriam pedir perdão, e de joelhos.

Algumas pessoas disseram que Bolsonaro fez um cálculo político, dado que o STF tem o poder de condená-lo. Essa visão é equivocada, já que o STF só não irá condená-lo se tiver receio de fazê-lo, por medo da pressão popular. Mas a pressão popular só decorrerá de uma postura indignada e revoltada de Bolsonaro, e não a partir de uma arregada vergonhosa. Ao pedir “humildemente” para o STF não condená-lo, Bolsonaro subcomunicou a mensagem: “vocês não precisam mais me temer”.

Bolsonaro peidou na farofa. Com isso, desestimulou grande parte de um movimento espontâneo que poderia transformar seu caso em símbolo da luta pela liberdade de expressão. Pior ainda para o candidato: ele começou a perder apoio até mesmo de alguns de seus correligionários. Não poderíamos esperar coisa diferente. Que “Bolsomito” é esse que pede “humildemente” para o STF não condená-lo?

Eu não voto em Bolsonaro, salvo em situações em que tenha que me livrar de candidatos de extrema-esquerda. Mas estava motivado a defendê-lo em uma possível cruzada a favor da liberdade de expressão. Com seu recuo imperdoável, Bolsonaro deu cabo desta batalha. Se tivermos que lutar pela liberdade de expressão – exigindo o respeito a esse valor – teremos que fazê-lo com um próximo mártir, pois agora Bolsonaro já não serve mais a esse fim. Quem “pede humildemente” algo ao STF não faz parte daqueles que exigem o respeito à livre expressão.

Bolsonaro havia ganhado na loteria ao ter transcendido a fronteira de seus apoiadores, granjeando apoio daqueles que lutariam pela liberdade de expressão. Ao arregar para o STF, ele rapidamente rasgou o bilhete premiado. Assim não há pragmatismo que aguente, certo?

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

64 COMMENTS

  1. É, não tem estofo para ser presidente! Não entende a esquerda, não sabe como lidar com ela, por isso toda hora bate a cara contra o muro esquerdista!!!

    • É por aí, hoje não tem condições de se eleger presidente. Apenas se amadurecer politicamente. Mas o histórico recente mostra ele na contra mão. É melhor ele continuar como deputado ou no máximo se arriscar a senador.

      • Não dá para saber ainda. Aliás, o Bolsonaro para muitos nem é uma alternativa. A tática de “não há ninguém além de Bolsonaro” é um recurso de propaganda. Mas não representa a realidade.

      • bobinho… Caiado esta em ascensão entre os jovens e entre os velhos, já é conhecido, por causa da familia Caiado, politicos desde o sec 19;

  2. O Bolsomito agora vira o bolsoVitima, mal interpretado, injustamente chamado de Homofóbico, misógino, etc etc. Se um cara defende ele quando ele tem todas essas “qualidades”, com certeza agora vai querer dar colo com ele de vitima. E vitima humilde, daquelas que pede desculpa e tudo. rsrs

    • O problema de Bolsonaro é que ele é burro, desatento; fala sem pensar. Como presidente do Brasil ele declararia guerra a qualquer país por pura falta de atenção ao que se está falando. Ele não é confiável, tá ficando gagá, “coitadinho”…rs

  3. É, falar de fora é fácil.
    Eu também acho que ele deveria mandar esse velhos FDPs do STF para aquele lugar.
    Mas para quem defende que as instituições estão funcionando perfeitamente, fica meio hipócrita esse discurso.

    • Carlos,

      O olavismo depende da repetição da mentira de que outros direitistas estão dizendo que “as instituições estão funcionando perfeitamente”.
      É sempre o exato oposto do que vocês dizem: na verdade, instituições não valem nada se não existir PRESSÃO POLÍTICA. Pressão esta que os olavetes poderiam fazer, de acordo com as técnicas que eles preferem, oras.
      O olavismo às vezes não se diferencia da loucura.

      Abs,

      LH

  4. Se Bolsonaro cair fora do jogo político é melhor para uma direita consciente e mais inteligente. Se esse cara concorrer a presidência vai colocar tudo a perder.

    Sejamos honestos, Bolsonaro é um perdedor.

  5. Não há liberdade de expressão no país. Desde a lei Caó, L7716, que começou tipificando condutas racistas e hoje condena até crítica religiosa.
    .
    E já pretendem colocar opiniões sobre homossexualismo e feminismo na mesma conta dos crimes. Basicamente, a lei é um poço sem fundo legal que a esquerda usa para expandir suas paranoias e a criação de fobias sociais ao calor do momento.
    .
    No Rio de Janeiro, uma lei anti-homofobia condena a multa de R$60.000 quem escrever críticas ou peças que “desabonem” pessoas por motivo sexual. Na Bahia, uma lei anti-baixaria censura artistas com letras erotizadas que exponham a mulher. E com o modismo dos Justiceiros Sociais de facebook e Twitter (aka SJW) a coisa só tende a piorar a nível global.

    Como sempre, os motivos de censura estão travestidos das melhores intenções: “proteger mulheres e minorias.”. Na época dos milicos, era “lutar contra a subversão”. Mas isso é passado.

    Com relação ao Bolsonaro, trata-se de um homem bruto, especialista em auto-sabotagem, sem afinidade com o conhecimento e com um alvo na testa pra esquerda acertar sem pena.

    Agora, o problema com essa “nova direita” é que ela é o Rubens Barrichello da política: Está atrasada, reclamando e assistindo de camarote a mentalidade da esquerda aprovar leis e mais leis. Porque a esquerda é a coletividade que não precisa nem de partido mais, conforme Gramsci definiu nos cadernos do cárcere. Os políticos demagogos já mimetizam a agenda esquerdista por automatismo.

    Fontes.:
    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L7716.htm
    https://sognarelucido.wordpress.com/2016/02/28/catolicos-censuram-artista/
    https://sognarelucido.wordpress.com/2016/02/05/ministerio-publico-censura-musica-metralhadora/

  6. Discordo. Ele ganha tempo e nao foi cocarde, apenas joga com una estrategia que o STF fica mais tranquilo. Mas ahi vem o rebote. Nao desanime. O fato de ter pedido descukpas mostra que reconhece os erros. Coisa que Petistas jamais vao fazer.

    • Renata,

      O STF nao tem que ficar “tranquilo”. Teria que ficar COM MEDO de puni-lo, assim como ficaria com medo de punir um Malcolm X por exemplo.

      É difícil para ele agora dar o rebote, pois ao pedir clemencia, reconheceu subliminarmente ter algo a dever.

      A estratégia dele não tem como ser validada.

      Abs,

      LH

  7. Não posso deixar de lhe dar razão em quase tudo o que escreveu, até agora, sobre a pífia reação do Bolsonaro à medida de exceção que lhe foi imposta pelo supremo tribunal bolivariano. De fato, ele foi muito infeliz. E felicito-o pela presteza com que saiu em defesa dele, mesmo discordando de muitos dos seus pontos de vista. Ao contrário, por exemplo, do que fez o ex-trotskista Reinadlo Azevedo, a “Marilena Chauí dos tucanos”, que chegou a pedir, no cúmulo da desfaçatez, a punição, do deputado, num artiguete publicado em sua coluna da Folha de São Paulo.

    Contudo, não posso deixar de assinalar que você, a “Marilena Chauí dos tucanos” e outros blogueiros ditos de oposição vinham fazendo uma desabrida campanha contra o Bolsonaro, que é,uma das poucas vozes de direita – talvez a única! – que têm ousado desafiar a ditadura comunista imposta ao nosso país, apontando, com desassombro, o que ela de fato é, ou seja, uma ditadura comunista. Ou vocés acham que o estado democrático de direito comporta um supremo tribunal que tem se posicionado de forma tão tíbia diante de um Lula da Silva, de um Renan Calheiros e de outros que tais, enquanto interfere, indebitamente, numa questão banal do Legislativo, em que um deputado, tendo sido chamado de “estuprador”, revidou na mesma moeda, no pleno exercício da imunidade que lhe é garantida por lei?

    Se nós não unirmos as forças dispersas de uma direita quase que inexistente no país, continuaremos sendo presas fáceis dos psicopatas da esquerda. Hoje, eles se contentam em ser “inocentes” assaltantes dos cofres públicos e serial killers de reputações e instituições. Amanhã, se não lhes opusermos forte resistencia, farão o que sempre fizeram onde quer que tenham empalmado o poder: simplesmente liquidarão os seus adversários, às dezenas, às centenas de milhares! É por isso que ninguem nunca vai me ouvir desqualificar o contragolpe de 31 de março de 64, o Olavo de Carvalho, o Bolsonaro ou quem quer se oponha ao avanço criminoso da esquerda, na sua guerra de extermínio das liberdades democráticas. Quando muito, estarei apontando respeitosamente os seus erros, na esperança de que estejamos juntos, na mesma trincheira, quando os bandidos desfecharem o seu assalto final contra as nossas crianças, as nossas famílias, as nossas propriedades, os nossos princípios éticos, as nossas tradições, as nossas leis, as nossas liberdades e as nossas próprias vidas!,

    • Vejamos.

      Você diz que eu via fazendo campanha contra o Bolsonaro. Mas é natural discordar de alguém que possui valores tão diferentes em relação aos meus. É preciso que os eleitores de Bolsonaro compreendam a discordância. SE o Bolsonaro quiser mudar essa percepção por parte da direita, cabe a ele lutar por isso.

      Não o vejo como “a única” voz de direita.

      Não precisamos de “união de forças”, mas de várias direitas agindo cada uma de acordo com seus interesses. E aí pode-se discutir ALGUNS pontos de convergência.

      Você diz “É por isso que ninguem nunca vai me ouvir desqualificar o contragolpe de 31 de março de 64, o Olavo de Carvalho, o Bolsonaro ou quem quer se oponha ao….”

      O detalhe é que a campanha do Bolsonaro ataca pessoas de direita que dele discordem. Fiquei bloqueado no FB 1 mês por conta de Bolsonaretes.

      O Olavo ataca todos os divergentes de direita.

      E nem todo direitista é obrigado a apoiar o regime militar.

      Se essas são as condições para “a união”, aí não dá mesmo.

  8. Infelizmente, estão tentando fazer de tudo p/ q Bolsonaro seja inelegíve p/ presidência 2018. E se ele fez o q fez, tenho certeza q tem um pq. Se existe um político p/ peitar essa corja de hipócritas e de mal carater, o nome é Jair Bolsonaro.

    • Jefferson,

      Você diz: “E se ele fez o q fez, tenho certeza q tem um pq”.

      Nada disso. Ele tem cometido erros e demonstrado comportamento frouxo em vários momentos, como na cuspida que tomou do Jean Wyllys.

      Abs,

      LH

  9. Loteria? Tá de brincadeira… se tornar um mártir assim é o mesmo q ganhar na loteria e não poder usar o prêmio. É melhor pedir humildemente e continuar na luta pela liberdade da nação, do que ser um herói sem voz. Texto tendencioso! Não queremos um mártir, queremos um líder íntegro, cincero e humilde como Jair Messias Bolsonaro. Humildade é mais uma de sua virtude!

    • Anderson,

      Falei que ele ganhou na loteria ao ter ganho apoio FORA de seu nicho. E ele desperdiçou tudo.

      Você diz “não queremos um mártir”. Bem, se você não se preocupa em ter mártires quando aparecem as circunstâncias, então não se interessa pelo jogo político. Se Bolsonaro compartilha desse desinteresse, aí é que devemos desistir dele de vez.

      Att.

      LH

  10. STF.vcs deixam o Brasil é os brasileiros envergonhado por querer condenar o homem por sua liberdade de expressão uma mulher que procura meios na política de empilhar coisas que apodrece o Brasil. uma mulher que foi chamar o homem de estrupador ela ainda sai como vítima.aonde nós chegamos.

  11. Bolsonaro foi muito esperto, isso sim.

    Explico.

    Se optasse por bater de frente com stf, com certeza seria cassado. E o que ganharia com isso? Apoio de alguns formadores, uma manifestação aqui e ali e depois?

    Sua história se perderia em meio a tantas desassombros que ocorrem no pais.

    Para quem se orgulha tanto do conhecimento da guerra, esqueceu a primeira lição.

    A hora certa de atacar e a hora certa de recuar.

    • Fabio,

      Não é assim que o STF pensa. O STf precisa entender que haverá CUSTO POLÍTICO se eles fizerem a cassação. Mas quando alguém pede “humildemente” então automaticamente já diz para eles: “não vai ter custo político”.

      Pense nisso como uma negociação.

      Abs,

      LH

  12. STF ESTUPROU BOLSONARO

    Podem falar o que quiser do Deputado Jair Bolsonaro, mas ele está incomodando todo o sistema político brasileiro, e em todas as esferas.
    Bolsonaro nunca se curvou às maracutaias de nenhum governo (seja PSDB ou PT), e nunca teve seu nome envolvido em casos de corrupção. Esse tipo de comportamento é raro no Congresso, onde a maioria dos nossos representantes está envolvido em algum tipo de falcatrua.
    Por ter um discurso vigoroso em defesa da honestidade, da moralidade com a coisa pública, da ética na política, Bolsonaro tornou-se a antítese dos nossos representantes no congresso, ganhando força para a eleição de 2018. Isso passou a incomodar o status quo da política brasileira, e o incômodo é tão generalizado que até o STF resolveu revidar, lhe imputando, de forma maldosa, uma “apologia ao estupro”, o que não corresponde à verdade.
    Bolsonaro é o deputado que mais luta pelo fim de maioridade penal, e por punições mais severas para determinados crimes, inclusive estupro. A ORCRIM e seus aliados, por outro lado, defendem os criminosos (inclusive estupradores, desde que “di menor”), ora invocando direitos humanos, que, no Brasil, é uma hipocrisia, ora invocando o estatuto da criança e do adolescente.
    Exemplos não faltam. Temos visto, nas últimas semanas, relatos de casos de estupros Brasil afora cometidos por menores de idade, porém, em nenhum dos casos ouvimos alguém do bloco PT/PSOL/PCdoB condenar os menores estupradores. Durante o governo Dilma, a senadora Gleisi Hoffman (PT) abrigou um estuprador no seu gabinete da Casa Civil e, mesmo depois que ele foi preso e condenado, nenhum petista pediu desculpas à Nação.
    O fato é que a população está cansada de ver gente de bem, trabalhadores honestos, sendo assassinadas por pequenos marginais. O trabalhador honesto quer poder ir trabalhar (havendo trabalho, pois o PT também acabou com isso), sabendo que voltará são e salvo para o seu lar. O garoto quer ir para a escola sabendo que não corre o risco de levar uma bala perdida. A menina que ir para a festa sabendo que não corre o risco de ser estuprada. Como diz Bolsonaro (e eu endosso), Direitos Humanos deveriam valer somente para os Humanos Direitos. O que então levou o STF a aceitar denúncia contra Bolsonaro?
    Foi a deputada Maria do Rosário, defensora dos estupradores “di menor”, que acusou Bolsonaro de estuprador. Num “arroubo de retórica”, como bem colocado pelo Ministro Marco Aurélio (vencido no voto), Bolsonaro responde que ela não merecia ser estuprada. Onde está a apologia ao estupro? Se o STF julga que Bolsonaro cometeu um crime ao dizer isso, significa que Maria do Rosário merecia ser estuprada? Certamente não foi essa a intenção dos ministros, por mais parciais que eles sejam.
    Se Bolsonaro fez apologia ao estupro, o que dizer de Dilma, apoiando discursos de MST, MTST, CONTAG, favoráveis a invasões e atos terroristas, dentro do Palácio da Alvorada? O que dizer de Lula convocando o “exército de Stédile”? Será que o STF terá coragem de responsabilizá-los por apologia à violência? Ou confirmará as palavras de Lula, que chamou o STF de bando de covardes?
    A decisão foi estritamente política, tomada sob a comoção do caso de estupro no Rio de Janeiro, quando o Brasil inteiro se sensibilizou com o caso. Mas eles são Juízes, e sempre disseram que julgavam de acordo com a letra fria da Lei. Neste caso, em qual Lei eles se basearam? Não existe. E aqui mora o maior perigo. Ao se comportar como órgão político, o STF corre o sério risco de, em breve, seus membros não serem muito diferentes dos nossos atuais congressistas, quase todos envolvidos em corrupção.

  13. Hun, acho q o que aconteceu foi o contrário, ao verem que BOLSONARO realmente é perseguido, varia pessoas e famosos que não o apoiavam passam a apoiar.

  14. Nao concordo com o jornalista em seu comentario, no meu ponto de vista ele pediu humildemente e ter humildade e ser livre.Ele foi humilde mas nao superviniente e isto o torna grande.comparo ele ao almirante negro,que em suas palavras quando defendido pelo rábula Evaristo de Morais disse ao jornalista que pediu a ele para que se defendesse das palavras do almirante leonidas.e cândido o almirante negro respondeu: “falar o que? o galho rebenta sempre do lado mais fraco” e por fim termino parabenizando bolsonaro e comparando ele ao almirante negro.Parabens bolsonaro pela sua humildade.

  15. Seja la o q acontecer ainda acho q e o unico Homem mais qualificado nessa merda de republica capaz de tirar o resto de jente q nao presta q comanda, faz e desfaz, roubam do povo q produs e trabalha sem ter voz de nada, cansados de tantos ladroes nos poderes publicos, nao desanimem vamos eleje-lo em 2018, e nossa unica esperanca, Bolsonaro presidente, vamo q vamo.

  16. “O Olavo ataca todos os divergentes de direita.”

    O Olavo muitas vezes se excede, é verdade. E tem muitos defeitos, sem dúvida. No entanto, encontra-se anos-luz à frente dos demais analistas políticos deste país que, na sua esmagadora maioria, não passam de tediosos comentaristas.do Fla x Flu entre PSDB e PT – um embate que é, no mais das vezes, falso como nota de R$ 3,00, entre a social-democracia e o comunismo. O próprio socialista fabiano FHC já afirmou isso, com todas as veras do coração.

    Como afirmou o excelente Felipe Moura Brasil, “se os brasileiros não tivessem demorado 20 anos para ouvir as denúncias de Olavo contra o Foro de São Paulo, o PT jamais teria sido eleito.E se os britânicos não tivessem demorado 13 anos para tomar consciência da perda da soberania nacional apontada por Olavo, o Reino Unido já teria se livrado há muito tempo da UE”.

    Chamam-no de astrólogo, no intuito de desqualificá-lo. Astrólogo, vidente ou coisa que o valha. Seja lá o que for, o fato é que não resta a menor dúvida de que ele, na pior das hipóteses, vê com um olho numa terra onde quase ninguém enxerga nada.

    • O Olavo está tanto a “anos luz” que errou TUDO em relação às manifestações. Ultimamente, serviu até como propaganda petista.

      Mas consideremos, a título de argumento, que você estivesse certo: que REGRA MORAL diz que alguém que possui qualidades não precisa respeitar os outros? Ou seja, a ÉTICA não vale para quem teria mais “competência técnica”? Isso é bizarro…

      Ou seja, independentemente de qualquer qualidade no trabalho de Olavo, nada justifica os ataques e MENTIRAS que ele lançou contra os outros.

      Olavo deve ser tratado com o mesmo respeito que ele dá aos outros da direita. Ou seja, nenhum.

      • “O Olavo está tanto a “anos luz” que errou TUDO em relação às manifestações”.

        O que ele vaticinou de essencial a respeito das manifestações aconteceu, uma vez que elas foram capturadas pelo estamento político que apoiou o projeto criminoso de poder do PT, e que se encontra
        comprometido com a perpetuação da hegemonia da esquerda no país

        Luciano: “Mas consideremos, a título de argumento, que você estivesse certo: que REGRA MORAL diz que alguém que possui qualidades não precisa respeitar os outros? Ou seja, a ÉTICA não vale para quem teria mais “competência técnica”? Isso é bizarro”.

        Esse argumento seu não passa de um espantalho. Eu admiti os excessos cometidos pelo Olavo, e ressaltei uma de suas muitas qualidades, mas em nenhum momento me referi a ataques que ele teria feito a adversários, buscando justificá-los,

        Luciano: “Ou seja, independentemente de qualquer qualidade no trabalho de Olavo, nada justifica os ataques e MENTIRAS que ele lançou contra os outros.”

        Se ele fez isso, concordo com você. Pondero, no entanto, que ele poderia estar se defendendo das agressões que tem sofrido por parte dos outros.

        Luciano: “Olavo deve ser tratado com o mesmo respeito que ele dá aos outros da direita. Ou seja, nenhum.”

        Concordo, mais uma vez, se for esse o caso. E pondero, mais uma vez, que ele poderia estar lhes dando o mesmo respeito que tem recebido de vocês, ou seja, nenhum.

      • O que ele vaticinou de essencial a respeito das manifestações aconteceu, uma vez que elas foram capturadas pelo estamento político que apoiou o projeto criminoso de poder do PT, e que se encontra
        comprometido com a perpetuação da hegemonia da esquerda no país

        Isso é uma historinha que ele inventou para esconder o fato de que não teve controle sobre as manifestações. Na verdade, os manifestantes FIZERAM uma escolha contra o totalitarismo do PT. Estavam cientes da escolha que faziam para evitar que virássemos uma Venezuela. Não existiu isso de “captura pelo estamento burocrático”. Quem participou dos movimentos sabe que Olavo mentiu SEM TER SEQUER INFORMAÇÕES para arquitetar uma mentira convincente.

        Esse argumento seu não passa de um espantalho. Eu admiti os excessos cometidos pelo Olavo, e ressaltei uma de suas muitas qualidades, mas em nenhum momento me referi a ataques que ele teria feito a adversários, buscando justificá-los,

        Se os ataques do Olavo não estão justificados, logo seus apontamentos sobre supostos méritos dele eram irrelevantes para aquele debate.

        Se ele fez isso, concordo com você. Pondero, no entanto, que ele poderia estar se defendendo das agressões que tem sofrido por parte dos outros.

        O Olavo joga muito bem o jogo do desengajamento moral, de atacar os outros e se fingir de vítima. Mas há vários exemplos de pessoas que ele acatou e que não o haviam atacado de forma alguma antes. Exemplo: Rodrigo Simonsen, Francisco Razzo e vários outros.

        Concordo, mais uma vez, se for esse o caso. E pondero, mais uma vez, que ele poderia estar lhes dando o mesmo respeito que tem recebido de vocês, ou seja, nenhum.

        Eu não espero nenhum respeito da parte dele. Seremos recíprocos.

  17. Agora ser humilde é defeito? A sociedade consciente com certeza aceitou suas desculpas. Se alguém me chamar de estuprador eu também não ficarei calado. Todos os adversários vão cair por terem se mergulhado na corrupção e Bolsonaro será presidente em 2018 e a opressão atingirá níveis jamais vistos antes. Bolsomitooooo presidente!💪🇧🇷

  18. Pelo conjunto da obra ele deveria ter partido com tudo para cima desse STF e ainda desmoralizar totalmente essa corte ridícula (na mesma semana que virou réu o STF decidiu que tráfico por pessoas que são primárias não é crime hediondo) …. Que moral essa corte tem para rasgar a CF de 88 …. somente 3 casos bizarros:

    1° União homo afetiva (a CF é clara casamento ou união estável existe somente entre homens e mulheres).

    2°Doação de campanha por empresas (aonde está escrito na CF ou legislação infra-constitucional que isso é proibido?).

    3° Alteração do ritmo do impeachment (Se não fosse essa bizarrice Dilma já estaria afastada definitivamente).

    Bolsonaro se mostrou mais do mesmo na hora de perder a porcaria de um cargo eletivo (7° mandato como deputado) arregou ….. Poderia ter atirado MUITO contra esse lixo de STF mesmo sabendo que seria condenado por represália política poderia renunciar ao mandato e ser julgado em primeira instância por um Juiz de carreira e não “Políticos do STF” …… Mesmo que perdesse seus direitos ganharia muitos adeptos podendo inclusive indicar alguém mais preparado para concorrer em 2018 no seu lugar: tipo um Senador Ronaldo Caiado ou mesmo a Senadora Ana Amélia.

    Sua atitude de falar fino e não denunciar esse Câncer chamado STF mostra que é um covarde e não fez jus a sua frase:

    – “Soldado que vai À guerra e tem medo de morrer é um covarde”

  19. Na minha timeline do facebook eu usei EXATAMENTE essa expressão que você usou: “peidar na farofa”. Desta vez, pasme, Ayan tem razão. E Seltz também. Eu aviso há mais de ano que a história de “mito” faria o Bolsonaro, que nunca foi lá muito brilhante, tropeçar nas próprias pernas. A “mitagem” lhe subiu à cabeça e ele se tornou um fracalhão político, aceitando inclusive apoios pra lá de questionáveis (ex., a tal da Sara Winter).

  20. A imagem do Bolsonaro como parlamentar corajoso é uma das maiores farsas que essa direita olavética criou. Luciano, uma vez vc listou outras arregadas dele, uma foi da cuspida que ele não fez nada e tinha mais uma, vc se lembra?

      • Como ele deveria reagir? De acordo com o que os militantes LGBTXYZ esperavam? Luciano, concordo com um monte de críticas feitas por você ao Bolsonaro, mas aí é forçar a barra. Ele deveria berrar, xinga-los? Ele simplesmente riu da palhaçada deles. Mas você deve ter uma ótima para como reagir a uma situação dessas.

      • Poderia ter registrado um boletim de ocorrência. Lançado processo sobre os que o atacaram. Usado palavras fortíssimas e rotulagens de vários e vários minutos para atacar os movimentos que o atacaram, e daí por diante. Se apenas “riu da palhaçada”, perdeu todas essas oportunidades.

  21. Por que apelos humildes não funcionam? Porque o STF praticamente já o condenou por antecipação. Basta ver o que os ministros disseram ao receber a ação. Foi uma retórica agressiva e completamente alinhada ao feminismo radical. Não há a menor chance deles voltarem atrás por questões jurídicas ou de consciência. Tentar pedir desculpas nessa situação gera exatamente a mesma consequência que sofreu a torcedora do Grêmio ao tentar pedir desculpa pelos atos de racismo: vai ser atacado com o dobro de agressividade. É assim que funciona a cabeça de movimentos de extrema-esquerda. O negócio deles é destruir os inimigos. Eles não querem arrependimento, não querem moderação, não querem pacificação, não querem justiça: querem sangue. Nesse momento, Bolsonaro já está condenado.

    A única maneira possível de enfrentar um tribunal intoxicado até a medula com esse tipo de ideologia é atacá-los com tanta ou mais agressividade. Dessa vez o Olavo falou uma coisa muito certa: não se pode reconhecer e respeitar um tribunal que age desse modo. É necessário desmoralizá-lo, questioná-lo, humilhá-lo, esfregar em sua cara todo o absurdo de tratar diferente os casos Jandira e Bolsonaro, mostrar que não é melhor do que as cortes venezuelanas. Apenas o amor a própria reputação e o medo da opinião pública podem fazer com que esses ministros mudem de ideia. E mesmo que não mudem, Bolsonaro seria condenado como um mártir, vítima de uma clara perseguição ideológica. Mesmo preso, teria vencido.

    A famosa frase de Churchill se aplica perfeitamente aqui: “entre a desonra e a guerra, eles escolheram a desonra, e terão a guerra.”

  22. Para mim, foi uma prova definitiva da pouca capacidade de Bolsonaro para ocupar um cargo da relevância de uma presidência .
    Está na hora de apoiadores de Bolsonaro o olharem com a lente da realidade, como ele é de fato, e não como gostariam que fosse. Votar emocionalmente, como é o caso da maioria dos votantes de Bolsonaro, nunca é uma boa escolha. Candidatos tem que provar experiência, capacidade administrativa, estratégia política ,equilíbrio emocional, coisas que Bolsonaro ainda não mostrou .

  23. Só existe uma pessoa com capacidade de ser Presidente, e é JAIR MESSIAS BOLSONARO, o restante são todos bandidos de terno e gravata.

  24. Pois é… Bolsonaro tentou capitalizar na “mitagem” – como eu já disse antes, que se traduz nas briguinhas de colégio do tipo “não tem resposta come bosta”.

    A origem de seu problema foi exatamente essa: quando disse que Maria do Rosário não merecia ser estuprada, tentou “mitar” de novo – tipo “vixe, vixe! Essa eu não deixava!”. Só que, como nas briguinhas de escola, aconteceu do outro lado revidar. E tal qual nessas mesmas briguinhas, o lado “não tem resposta come bosta” acabou arregando.

    Bolsonaro deveria saber que “mitar” não traz nada. Chegou preparado para zoar, e não para a guerra política.

    Quando ele deixar de ser zoeiro e começar a realmente criticar e desconstruir adversários, pode ser que esteja maduro o suficiente para a guerra política. Isso não quer dizer que ele seja boa ou má opção – quer dizer que ele ainda não está preparado.

    Para comparar, ele seria tão “forte” quanto Aécio e Marina foram em 2014 contra a máquina de destruição política que é a campanha do PT.

    Ele ia falar umas “mitagens” e ser mastigado por isso.

  25. Luciano – Isso é uma historinha que ele inventou para esconder o fato de que não teve controle sobre as manifestações. Na verdade, os manifestantes FIZERAM uma escolha contra o totalitarismo do PT. Estavam cientes da escolha que faziam para evitar que virássemos uma Venezuela. Não existiu isso de “captura pelo estamento burocrático”. Quem participou dos movimentos sabe que Olavo mentiu SEM TER SEQUER INFORMAÇÕES para arquitetar uma mentira convincente.

    R.- As manifestações não foram apenas “contra o totalitarismo do PT”. Como até as pedras sabem, elas tiveram, como um dos seus motes, o repúdio ao comunismo, muito bem representado pelo refrão, exaustivamente repetido, de que “A nossa bandeira, jamais será vermelha”. Isso transcende o PT e repercute sobre toda a nossa classe política, que é composta de esquerdistas para todos os gostos e desgostos. E o fato de o país estar, hoje, nas mãos daquele que foi o principal partido da base de apoio do projeto criminoso de poder é a prova cabal de que foi capturado justamente pelo estamento politico que dava sustentação ao plano da sua transformação numa ditadura comunista. Semelhante desfecho não ocorreu apenas por força do ordenamento jurídico do país, mas também por um concerto de forças que envolveu, inclusive, líderes de movimentos de rua.

    Luciano – Se os ataques do Olavo não estão justificados, logo seus apontamentos sobre supostos méritos dele eram irrelevantes para aquele debate.

    R.- Eu não disse que os ataques dele não estão justificados. Não sei se estão ou não, você sabe? O que sei é que, se houve ataques, não os justifiquei. Mas posso vir a justificá-los, se razão tiverem. Quanto à referencia aos méritos dele, é forçoso reconhecer que é relevante em qualquer contexto em que o seu nome venha à baila, Sempre há mérito em difundir aquilo que é meritório

    Luciano – O Olavo joga muito bem o jogo do desengajamento moral, de atacar os outros e se fingir de vítima. Mas há vários exemplos de pessoas que ele acatou e que não o haviam atacado de forma alguma antes. Exemplo: Rodrigo Simonsen, Francisco Razzo e vários outros.

    R.- Se ele faz isso, problema dele e daqueles a quem ele ataca. Mas não deve servir de pretexto para que outros, que não têm nada a ver com o peixe, façam o mesmo com ele, você não acha? De passagem, vale registrar de que você, ao referir-se a supostos ataques cometidos pelo Olavo, trocou o verbo atacar por acatar. Espero que não tenha sido um ato falho de sua parte.

    Luciano – Eu não espero nenhum respeito da parte dele. Seremos recíprocos.

    R.- Como você não o respeita, não deve mesmo esperar nenhum respeito da parte dele. Serão, assm, perfeitamente recíprocos.

    • R.- As manifestações não foram apenas “contra o totalitarismo do PT”. Como até as pedras sabem, elas tiveram, como um dos seus motes, o repúdio ao comunismo, muito bem representado pelo refrão, exaustivamente repetido, de que “A nossa bandeira, jamais será vermelha”.

      Ora, mas qual o maior representante do comunismo no Brasil senão o PT junto com o PCdoB?

      Isso transcende o PT e repercute sobre toda a nossa classe política, que é composta de esquerdistas para todos os gostos e desgostos.

      Isso é uma falácia de classificar todo o esquerdismo como idêntico ao comunismo. Ademais, isso cria uma incapacidade cognitiva de lutar contra o totalitarismo do PT. Talvez isso explique por que as maiores demandas antitotalitárias de gente como Macri e agora Temer nem sequer passaram pela mente de gente como Olavo. Quem escolhe uma narrativa incapaz de qualificar de forma diferenciada o socialismo totalitário não vai ser capaz de lutar contra ele.

      E o fato de o país estar, hoje, nas mãos daquele que foi o principal partido da base de apoio do projeto criminoso de poder é a prova cabal de que foi capturado justamente pelo estamento politico que dava sustentação ao plano da sua transformação numa ditadura comunista.

      Ao contrário: foi o PMDB um dos pontos que impediu o PT de implantar uma ditadura comunista. A narrativa de “estamento burocrático”, aliás, é uma que o Olavo copiou da esquerda, mas é um tanto bizarra.

      Semelhante desfecho não ocorreu apenas por força do ordenamento jurídico do país, mas também por um concerto de forças que envolveu, inclusive, líderes de movimentos de rua.

      Essa narrativa, como eu já disse, é completamente falsa, e não é ampara por qualquer tipo de evidência. É uma mentira cabal inventada por Olavo. Na verdade, os movimentos de rua escolheram DE FORMA CONSCIENTE agir contra um totalitarismo evidente. A encenação do Olavo, dizendo que os movimentos “foram capturados pelo estamento burocrático” é um delírio amalucado.

      Quanto à referencia aos méritos dele, é forçoso reconhecer que é relevante em qualquer contexto em que o seu nome venha à baila, Sempre há mérito em difundir aquilo que é meritório

      E ele deve ser apontado em seus deméritos, cada vez mais evidentes em razão de narrativas que ele criou ultimamente.

      Se ele faz isso, problema dele e daqueles a quem ele ataca. Mas não deve servir de pretexto para que outros, que não têm nada a ver com o peixe, façam o mesmo com ele, você não acha?

      Nada disso. É outra tática de desengajamento moral buscar formas de manter alguém impune. Se o Olavo cometeu seus atos em público, em público ele será julgado. O Olavo tem o direito de usar o espaço dele para desconstruir divergentes táticos. Por que os outros não devem ter o direito de desconstruí-lo?

      Como você não o respeita, não deve mesmo esperar nenhum respeito da parte dele. Serão, assm, perfeitamente recíprocos.

      Então, qual a polêmica aqui?

      • Luciano: Ao contrário: foi o PMDB um dos pontos que impediu o PT de implantar uma ditadura comunista. A narrativa de “estamento burocrático”, aliás, é uma que o Olavo copiou da esquerda, mas é um tanto bizarra.

        R – Ora, ora, Luciano. Nós estávamos – e estamos, ainda! – caminhando de vento em popa para uma ditadura comunista, de viés gramsciano. Ou pior, se você quer saber: já estamos nela, pois somos um pais com elevadíssimo grau de estatização, com uma ociupação de quase todos os espaços do aparelho de estado e da sociedade (midia, academia, escolas, movimentos sociais, sindicatos…) por esbirros da esquerda, com o seu cenário político dominado por partidos “socialistas” e inteiramente subjugado pela ideologia esquerdista do politicamente correto.

        Luciano – Essa narrativa, como eu já disse, é completamente falsa, e não é ampara por qualquer tipo de evidência. É uma mentira cabal inventada por Olavo. Na verdade, os movimentos de rua escolheram DE FORMA CONSCIENTE agir contra um totalitarismo evidente. A encenação do Olavo, dizendo que os movimentos “foram capturados pelo estamento burocrático” é um delírio amalucado.

        R – Bem, Luciano, as ruas repudiaram, de forma indistinta, representantes de todos os partidos que nelas se aventuraram, tentando capitalizar, politicamente, as manifestações. O mesmo não se deu, infelizmente, com alguns dos lideres de movimentos de rua que, ao que tudo indica, renderam-se ao canto de sereia do estamento político. A meu ver, há uma forte evidência de que as ruas estão sendo traídas por esses líderes, cooptados que foram por sedutoras propostas de fazer carreira política no referido estamento. Espero que eu esteja errado, mas o curso dos acontecimentos ainda não me desmentiu. Isso não tem nada a ver com o Olavo, que é um fantasma que o assombra dia e noite, bem se vê. Ou você procura um psicanalista, ou um bom exorcista. Não leve a mal, que é só uma brincadeira.

        Luciano – E ele deve ser apontado em seus deméritos, cada vez mais evidentes em razão de narrativas que ele criou ultimamente.

        R – Por certo, tanto quanto você, vítima que é de uma pretensa “guerra política”que, se fosse bem orientada, permitir-lhe-ia discernir quem combate a favor e quem combate contra a causa que defende. E não seria presa fácil da narrativa da esquerda que reza que ainda somos uma democracia e que, se o PT for alijado do poder, teremos acesso ao “outro mundo possível” prometido por Marx, o furunculoso, pelas mãos sacrosssantas do PSDB e demais partidos socialistas da hegemonia gramsciana a que estamos bovinamente submetidos desde a redemocratização do país.

        Luciano – Nada disso. É outra tática de desengajamento moral buscar formas de manter alguém impune. Se o Olavo cometeu seus atos em público, em público ele será julgado. O Olavo tem o direito de usar o espaço dele para desconstruir divergentes táticos. Por que os outros não devem ter o direito de desconstruí-lo?

        Na verdade, eu não concordo com os termos que você usa nas agressões que move contra ele, que são os mesmos que comumente utiliza quando se defronta com os maníacos da esquerda, ou até piores. Não creio que devamos tratar meros “divergentes táticos” assim, como se fossem inimigos figadais, pois, se o fizermos, estaremos nos entredevorando, o que só interessa à esquerda. Ela, como se sabe, sempre divide os seus oponentes, para depois derrotá-los. E o que digo para você, vale também para o Olavo.

        Luciano – Então, qual a polêmica aqui?

        R – A “polêmica aqui” reside em tudo o que foi exposto acima.

      • Ora, ora, Luciano. Nós estávamos – e estamos, ainda! – caminhando de vento em popa para uma ditadura comunista, de viés gramsciano. Ou pior, se você quer saber: já estamos nela, pois somos um pais com elevadíssimo grau de estatização, com uma ociupação de quase todos os espaços do aparelho de estado e da sociedade (midia, academia, escolas, movimentos sociais, sindicatos…) por esbirros da esquerda, com o seu cenário político dominado por partidos “socialistas” e inteiramente subjugado pela ideologia esquerdista do politicamente correto.

        A análise é absurda. O politicamente correto é doença pelo mundo todo e não significa ter o MESMO problema do que lutar contra o totalitarismo do PT. Esse tipo de análise é outro erro de avaliação do Olavo. Na verdade, serve ao empacotamento de uma narrativa no estilo macarthista. Serve até como propaganda, mas não para análises táticas.

        Bem, Luciano, as ruas repudiaram, de forma indistinta, representantes de todos os partidos que nelas se aventuraram, tentando capitalizar, politicamente, as manifestações.

        Esta é outra narrativa não endossada pelos fatos. Na verdade, alguns políticos foram vaiados em situações isoladas, mais por terem sido frouxos ao combater o PT. Ademais, a negação a políticos faz parte da NARRATIVA do PT para igualar todos a eles.

        O mesmo não se deu, infelizmente, com alguns dos lideres de movimentos de rua que, ao que tudo indica, renderam-se ao canto de sereia do estamento político.

        Eu conheço bem essa narrativa inventada pelo Olavo. Mas é outra narrativa falsa. Eu compartilho não apenas da decisão de um dos principais movimentos de rua, como dessa decisão também participei. Não existiu nada disso de “canto da sereia do estamento político”. Na verdade, existiu uma opção clara entre o totalitarismo do PT e OUTRA COISA.

        Vamos parar de enrolação. Em suma: VOCÊ NÃO TEM A MENOR NOÇÃO do que acontece na cabeça daqueles que DECIDIRAM priorizar o combate ao totalitarismo do PT. Daí resta a INVENÇÃO de que foi “cooptação pelo estamento burocrático”. É uma mentira canalha inventada pelo Olavo, e sugiro que você pare de repeti-la, pois já está se tornando ofensivo.

        A meu ver, há uma forte evidência de que as ruas estão sendo traídas por esses líderes, cooptados que foram por sedutoras propostas de fazer carreira política no referido estamento.

        Por que o olavetismo depende de uma narrativa tão mentirosa?

        Espero que eu esteja errado, mas o curso dos acontecimentos ainda não me desmentiu.

        A questão não é de estar errado. Você está propagando UMA MENTIRA. Espero que esteja fazendo por apenas transmitir uma mentira inventada por Olavo, e não por desonestidade mesmo.

        Isso não tem nada a ver com o Olavo, que é um fantasma que o assombra dia e noite, bem se vê. Ou você procura um psicanalista, ou um bom exorcista. Não leve a mal, que é só uma brincadeira.

        NÃO VENHA COM TRUCAGENS!

        A narrativa de “caiu no canto da sereia do estamento burocrático” FOI INVENTADA por Olavo e INSERIDA em SUA MENTE a partir de repetição para retenção. Então, não me leve a mal. Se a mentira é TUA e não do Olavo, então você estaria se confessando um mentiroso, e não apenas um propagador das mentiras do Olavo.

        R – Por certo, tanto quanto você, vítima que é de uma pretensa “guerra política”que, se fosse bem orientada, permitir-lhe-ia discernir quem combate a favor e quem combate contra a causa que defende.

        Desculpe-me, mas quem faz isso INTENCIONALMENTE não está do meu lado

        https://lucianoayan.com/2016/05/26/viralizou-olavo-de-carvalho-se-tornou-garoto-propaganda-da-extrema-esquerda/

        E não seria presa fácil da narrativa da esquerda que reza que ainda somos uma democracia e que, se o PT for alijado do poder, teremos acesso ao “outro mundo possível” prometido por Marx, o furunculoso, pelas mãos sacrosssantas do PSDB e demais partidos socialistas da hegemonia gramsciana a que estamos bovinamente submetidos desde a redemocratização do país.

        De novo a narrativa falsa dizendo que “se não é do PT, é do PSDB”.

        Não há mais debate aqui, apenas troca de frames. Uma pena. É causa perdida.

        E o que digo para você, vale também para o Olavo.

        Tem como provar? Os questionamentos que você me fez (em relação a rotulagem do outro) você também fez AO OLAVO? Se fez, pode me mostrar?

  26. “As desculpas que eu peço são para a sociedade, que foi desinformada sobre a verdade dos fatos”.
    Um texto tão grande… com uma interpretação falaciosa dos pedidos de “desculpas” dele.
    Ele deixou claro que ele “sente muito” pela população estar sendo enganada pelo STF sujo. Não pediu desculpas pra STF nenhum.

Deixe uma resposta