Janaína: “Político vai pensar mais antes de cometer crime”

2
37

janaina paschoal

Em entrevista ao Estadão, a advogada Janaína Paschoal lembra da importância do momento atual para o Brasil:

Você tem políticos sendo investigados por autoridades concursadas e um processo de impeachment iniciado por solicitação de cidadãos. É como se houvesse uma invasão de um ambiente em que os políticos acreditavam que tinham total domínio. Daqui para frente, não é que os crimes não vão mais acontecer. Mas eles vão pensar mais vezes.

Vale a pena ler o que ela diz sobre a motivação para o impeachment:

Dilma subiu no palanque em 2014 e muitas vezes mentiu para a população. Teve ainda Lava Jato, TCU, o apoio a essas ditaduras. Quem estava com eles ficava com muito dinheiro desviado. Quem estava contra ficaria como o pessoal hoje na Venezuela. Era preciso dar uma virada nisso […] Quando eu encontrei doutor Hélio Bicudo, que se dispôs a tomar a iniciativa, disse: Por que não? Eu já estava até considerando ir embora do País. Mas estudei a vida inteira para, de certa forma, investir no País. Decidi tentar.

É isso, Janaína: a luta hoje pertence aos que ainda acreditam no Brasil. Se for para deixar o PT seguir governando pela via dos crimes de responsabilidade, do autoritarismo, da violência, do aparelhamento, do fascismo e da corrupção, então o melhor mesmo é pensar em sair do país e esperar isso aqui se tornar uma Venezuela. Mas ela, assim como nós, não quis se render.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Advertisements
Anúncios

2 COMMENTS

  1. É isso aí, e dia 31/07 vamos para às ruas Brasil a fora e confirmar que os brasileiros de bem não aceitam mais corrupção, falcatruas e desvio do dinheiro público.

  2. Essa sim é uma Mulher de fibra, não aquela que está de saída pelo impeachment! Parabéns Dra Janaína Paschoal e obrigado por não nos abandonar!

Deixe uma resposta