Dilma arrega e decide não depor na comissão do impeachment

8
167

andre-dusek-estadao-conteudo-dilma-rousseff-111449100777

Que pena que não teremos uma sessão de humor na comissão do impeachment, como aponta o Valor Econômico:

A presidente afastada Dilma Rousseff decidiu não depor à comissão do impeachment no Senado na próxima quarta-feira. Seu advogado, o ex-ministro José Eduardo Cardozo, deve falar no lugar da petista.Dilma não era obrigada a comparecer no depoimento agendado para a próxima semana, e aliados avaliam que, caso seja para ir pessoalmente ao Senado, que o faça no plenário, não na comissão especial.

No colegiado, a presidente afastada poderia ser diretamente questionada por senadores e por uma das autoras do pedido de impeachment, a advogada Janaína Paschoal. A petista ainda pode mudar de ideia, mas a tendência é que não fale à comissão.

Pelo calendário inicialmente previsto, Dilma deveria ter ido ao Congresso na semana passada, na segunda-feira (20). O atraso ocorreu devido ao grande número de testemunhas apresentadas pela defesa da petista, que totalizaram 40 pessoas.

É o “coração covarde”.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

8 COMMENTS

  1. Essa jumenta cretina mal consegue formular duas palavras com um minimo de sentido, se tiver que aquecer os dois neurônios para responder a qualquer questão, vai entregar toda a quadrilha, porisso, o melhor é se esconder e colocar o baba tchaca do cardoso no lugar dela ….

    • Onde Dilma não pode fazer os monólogos dela para seus militantes; ela acaba cometendo atos falhos. JEC também não anda bem ultimamente; talvez precise da ajuda do seu amigo Jacinto Leite do Pinto Norrego. É só apertar que eles peidam, mas tem que apertar.

  2. Alguém acredita na propagada valentia desta senhora? É de dar dó. E ainda a apelidaram de ‘Coração Valente”. Que fardo, coitada.

Deixe uma resposta