Ferraço provoca: Dilma tem a “oportunidade” de se defender em comissão

1
114

Quando se perde o respeito por alguém, o resultado é apenas a avacalhação. Como Dilma tem feito de tudo para jogar no lixo as moléculas de respeito que ainda tinha, evidentemente não será respeitada por seus oposicionistas, que devem aproveitar o momento para tirar uma casquinha. É o caso do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES). Ciente de que Dilma tende a fugir do depoimento na Comissão do Impeachment (para não passar vergonha), ele provovou a besta-fera (mais para besta do que para fera), conforme a Jovem Pan:

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã da rádio Jovem Pan, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) afirmou que, caso a presidente afastada Dilma Rousseff, não se apresente pessoalmente para sua defesa na comissão do impeachment no Senado, ela “perderá a oportunidade”.

“Eu penso que ela deveria estar presente para que pudéssemos fazer debate face a face e pudéssemos enfrentar todas as questões investigadas não apenas na comissão, mas o conjunto da obra, ou da desconstrução que representou o Governo Dilma”, disse.

Ferraço alegou que o Código de Processo Penal fala que o advogado da defesa apenas se pronuncia nas alegações finais e que este não abre espaço para delegação. “Essa oportunidade [de defesa] é para a pessoa (…) Essa oportunidade terá que ser dada a ela. Se ela não quiser fazer, ela deve refletir, porque ela tem essa oportunidade. Se ela não for… o Código de Processo penal não permite que você terceirize isso para seus advogados”, explicou.

Está certo o senador Ferraço! Tem que zoar mesmo.

Curta-nos e siga-nos no Facebook para receber todas nossas atualizações!

Para adquirir o livro “Liberdade ou Morte”, você pode consultar o site da Livraria Cultura ou da Saraiva.

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta